Corpus Christi: uma fresta cristã ao corpo de cristo



Baixar 7,18 Kb.
Encontro10.07.2018
Tamanho7,18 Kb.

Corpus Christi: uma fresta cristã ao corpo de cristo

A solenidade de Corpus Christi (que vem do latim Corpo de Cristo) é celebrada numa quinta-feira, em referência á Quinta-feira Santa, após o domingo da Santíssima Trindade (celebrado um domingo depois de Pentecostes).

A Festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o Mistério da Sagrada Eucaristia. O sacramento do Corpo e do Sangue de Cristo.

A celebração teve início em 1243, em Liége, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe o desejo de que o Mistério da Eucaristia fosse celebrado em destaque. Em 11 de agosto de 1264, o Papa Urbano IV estendeu a Festa para toda a Igreja. Pedindo a São Tomas de Aquino que redigisse as leituras e textos litúrgicos, que são usados até hoje para a celebração.

Há mais de 12 séculos aconteceu um grande Milagre Eucarístico na Igreja Católica. Por volta do século 700, na cidade italiana de Lanciano, viviam no mosteiro de São Legoziano os monges, seguidores de São Basílio. Um deles acreditava mais na cultura mundana do que na de Deus, sua fé era vacilante, mas a Luz Divina nunca o abandonou. Este monge convivia com uma grande dúvida em seu coração, ele duvidava que a hóstia e o vinho consagrado eram verdadeiramente o Corpo e o Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo.

Certa manhã, celebrando a Santa Missa, atormentado por sua dúvida, após proferir as palavras da Consagração, ele viu a hóstia se transformar em Carne e o vinho se transformar em Sangue visíveis aos olhos humanos. O monge ficou espantado diante de tão grandioso milagre, após alguns minutos em silêncio, em meio as lágrimas, virou-se para a assembléia e disse: “Ò bem-aventuradas testemunhas diante de quem, para confundir a minha incredulidade, o Santo Deus quis desvendar-se neste Santíssimo Sacramento e tornar-se visível aos vossos olhos. Eis aqui a Carne e o Sangue de nosso Senhor Jesus Cristo muito amado!”

Após estas palavras os fiéis se precipitaram para o altar e também começaram a chorar.

Com autorização da Igreja e dos monges, em 1970, a Carne e o Sangue foram levados para minuciosas pesquisas. No dia 4 de março de 1971, os cientistas divulgaram o seguinte laudo: A Carne e o Sangue são verdadeiramente de uma pessoa humana que está vivendo neste exato momento, é do tipo AB (o mesmo tipo sanguíneo encontrado no Santo Sudário).

Antes de divulgarem os resultados, os pesquisadores enviaram aos monges um telegrama com as seguintes palavras: “Et Verbum caro factum est!” – “E o Verbo se fez Carne!”

Decorar as ruas é uma demonstração de amor, carinho, dedicação, fé e doação do trabalho do povo para Jesus Eucarístico que passa com toda sua divindade sobre o tapete.



Este ano a Solenidade de Corpus Christi será celebrada no dia 23 de junho. Todos nós devemos participar deste maravilhoso acontecimento, nos unindo a Jesus Sacramentado

Pe. André Luiz Massaro – Pároco



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal