Coopen – Cooperativa de Ensino de Rio Verde Ltda



Baixar 33,37 Kb.
Encontro06.07.2017
Tamanho33,37 Kb.

Data

___/___/2012



DNA


colegiodna2011@hotmail.com


Tá com Dúvida? Faça DNA


Série:
















Professor:

Disciplina:

Aluno (a)



  1. A palavra Filosofia é resultado da composição em grego de duas outras: philo e sophia. A partir do sentido desta composição e das características históricas que tornaram possível, na Grécia, o uso de tal palavra, pode-se afirmar que
    a) Agamenon, mesmo sendo legislador, pode ser incluído na lista dos filósofos, visto que ele era dotado de um saber prático.
    b) a palavra, atribuída primeiramente a Kant, indica a posse de um saber divino e pleno, tornando os homens verdadeiros deuses.
    c) a Filosofia, como quer Hume, é um saber técnico, possibilitando, pela posse ou não de uma habilidade, tornar alguns homens os melhores.
    d) a Filosofia, na definição de Pitágoras, indica que o homem não possui um saber, mas o deseja, procurando a verdade por meio da observação.




  1. “O maquiavelismo é uma interpretação de O Príncipe de Maquiavel, em particular a interpretação segundo a qual a ação política, ou seja, a ação voltada para a conquista e conservação do Estado, é uma ação que não possui um fim próprio de utilidade e não deve ser julgada por meio de critérios diferentes dos de conveniência e oportunidade.” (BOBBIO, Norberto. Direito e Estado no pensamento de Emanuel Kant. Trad. de Alfredo Fait. 3.ed. Brasília: Editora da UNB, 1984. p. 14.)
    Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, para Maquiavel o poder político é:
    a) Dependente da moral e da religião, devendo ser conduzido por critérios restritos a este âmbito.
    b) Independente da conveniência e oportunidade, pois estas dizem respeito à esfera privada da vida em sociedade.
    c) Independente da religião, devendo ser conduzido por parâmetros ditados pelos reformistas.
    d) Dependente da oportunidade, devendo ser orientado por princípios utilitários.
    e) Independente das pretensões dos governantes de realizar os interesses do Estado.




  1. “O imperativo categórico é portanto só um único, que é este: Age apenas segundo uma máxima tal que possas ao mesmo tempo querer que ela se torne lei universal.” (KANT, Immanuel. Fundamentação da metafísica dos costumes. Trad. de Paulo Quintela. Lisboa: Edições 70, 1995.p.59.)
    Segundo essa formulação do imperativo categórico por Kant, uma ação é considerada ética quando:
    a) Privilegia os interesses particulares em detrimento de leis que valham universal e necessariamente.
    b) Ajusta os interesses egoístas de uns ao egoísmo dos outros, satisfazendo as exigências individuais de prazer e felicidade.
    c) É determinada pela lei da natureza, que tem como fundamento o princípio de auto conservação.
    d) Está subordinada à vontade de Deus, que preestabelece o caminho seguro para a ação humana.
    e) A máxima que rege a ação pode ser universalizada, ou seja, quando a ação pode ser praticada por todos, sem prejuízo da humanidade.




  1. Em sua Crítica da Razão Pura, Kant define o conhecimento a priori como aquele que

a) pode ser obtido exclusivamente mediante a experiência empírica.

b) pode ser obtido unicamente por meio da análise lógica dos conceitos.

c) diz respeito às coisas nelas mesmas.

d) pode ser obtido independentemente de qualquer acontecimento empírico.

e) a priori significa conhecer pela experiência.


  1. Em um de seus aspectos, o Iluminismo apresenta como efeito "o compromisso de estender a crítica racional a qualquer campo". Disso decorre que "não existem campos privilegiados, dos quais a crítica racional deva ser excluída".

(Dicionário Abbagnano, p. 535)

Assinale a alternativa que traduz corretamente as implicações dessa definição.

a) O Iluminismo expressa o estado de minoridade da razão.

b) O Iluminismo restringiu o alcance da razão a domínios factuais, privados de alcance universalista.

c) Para o Iluminismo, os campos da política e da religião devem permanecer excluídos de seu alcance crítico racional.

d) O filósofo Immanuel Kant consagrou-se como crítico radical das doutrinas iluministas.



e) A definição apresentada não exclui a possibilidade de que a razão se proponha à tarefa de examinar seus próprios limites cognoscitivos.


  1. A primeira eleição de Ronald Reagan para a presidência dos Estados Unidos (1980) coincidiu com o início do governo de Margaret Thatcher, líder do Partido Conservador, na Inglaterra. Orientados por uma mesma concepção de governo, dariam dimensão internacional ao neoliberalismo (...)
    Alceu L. Pazzinato e Maria Helena V. Senise, História Moderna e Contemporânea
    A doutrina econômica a que o texto se refere defende
    a) o Estado de Bem Estar Social nas nações subdesenvolvidas.
    b) a prática da estatização dos recursos naturais.
    c) a intervenção mínima do Estado da economia.
    d) o desestímulo à livre circulação de capitais internacionais.
    e) a criação de rígida legislação de proteção ao trabalho.




  1. O ex-presidente do Banco Central americano disse ontem que “um tsunami do crédito que ocorre uma vez por século” tragou os mercados financeiros. Em audiência na Câmara dos Representantes dos EUA, frisou que as instituições não protegeram os investidores e aplicações tão bem como ele previa.
    Adaptado de O Globo, 24/10/2008
    A crise financeira que se intensificou no mundo a partir do mês de outubro de 2008 colocou em xeque as políticas neoliberais, adotadas por muitos países a partir da década de 1980.
    A principal crítica ao neoliberalismo, como causador dessa crise, está relacionada com:
    a) diminuição das garantias trabalhistas
    b) estímulo à competição entre as empresas
    c) reforço da livre circulação de mercadorias
    d) redução da regulação estatal da economia




  1. Leia o texto a seguir:
    Os mercados podem escolher seus pobres em circuitos ampliados; o catálogo se enriquece, porque ali, agora, existem pobres pobres e pobres ricos. E existem também – sempre se descobre – pobres ainda mais pobres, menos difíceis, menos “exigentes”. Nada exigentes. Saldos fantásticos. Promoções por todo o lado. O trabalho pode não custar nada quando se sabe viajar. Outra vantagem: a escolha desses pobres, desses pobres pobres, empobrecerá os pobres ricos que, ficando mais pobres, próximos dos pobres pobres, serão por sua vez menos exigentes. Que bela época!
    FORRESTER, V. O Horror econômico, Trad. Álvaro Lorencini, São Paulo: UNESP, 1997, pp.101.
    Baseado no texto e nos conhecimentos sobre o tema neoliberalismo e globalização, considere as afirmativas:
    I. O processo de globalização empresarial pode escolher além das fronteiras nacionais, locais em que o trabalho possa ser apropriado com custos ínfimos.
    II. Os pobres ricos são menos exigentes no mercado de trabalho, por conta das promoções que atingem o seu potencial de consumo.
    III. Os fantásticos saldos para a contratação de trabalho nesta bela época são realizados pelo catálogo ampliado da possibilidade de contratação dos pobres no mercado.
    IV. A disputa de emprego no mundo do trabalho mundial pode tornar os pobres ricos mais pobres, se o mercado souber viajar em busca das promoções.
    Assinale a alternativa correta.
    a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
    b) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
    c) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
    d) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
    e) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.




  1. A crise financeira que se intensificou no mundo a partir do mês de outubro de 2008 colocou em xeque as políticas neoliberais, adotadas por muitos países a partir da década de 1980.
    A principal crítica ao neoliberalismo, como causador dessa crise, está relacionada com:

a) diminuição das garantias trabalhistas

b) estímulo à competição entre as empresas

c) reforço da livre circulação de mercadorias

d) redução da regulação estatal da economia




  1. Podemos definir, em linhas bem gerais, o “Neoliberalismo” como um conjunto de ideias políticas e econômicas que defende a não participação do Estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. Com base nesse entendimento, analise as afirmações abaixo:
    I) Nas últimas décadas, as trocas comerciais têm sido acompanhadas de um gigantesco crescimento nos movimentos internacionais de capitais, feitos com o objetivo de buscar um maior equilíbrio social internacional, transferindo renda aos países pobres.
    II) Um dos primeiros governos ocidental a inspirar-se em tais princípios foi o de Margareth Thatcher na Inglaterra, a partir de 1980. Ela enfrentou os sindicatos, fez aprovar leis que lhes limitassem a atividade, privatizou empresas estatais, afrouxou a carga tributária sobre os ricos e sobre as empresas e estabilizou a moeda.
    III) No final dos anos 90, com as manifestações públicas nos encontros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), em Seattle, em 1999, e em Gênova, em 2000, cresceram as análises sobre os movimentos de resistência ao neoliberalismo.
    IV) O “Fórum Social Mundial” foi uma proposta de contraposição ao “Fórum Econômico Mundial” de Davos, na Suíça, e originalmente realizado no mesmo período de tempo, anualmente.
    Estão corretas somente as proposições:
    a) I, II e III.
    b) I, III e IV.

c) II, III e IV.
d) I e IV.
e) I e II.


  1. Uma partícula de 1,0 kg de massa é lançada verticalmente para cima com velocidade de módulo 20 m/s num local em que a resistência do ar é desprezível e g = 10 m/s2. Adotando o nível horizontal do ponto de lançamento como plano de referência, calcule:

a) a energia mecânica da partícula;

b) a altura do ponto em que a energia cinética é o triplo da potencial gravitacional.




  1. O Beach Park, localizado em Fortaleza – CE, é o maior parque aquático da América Latina situado na beira do mar. Uma de suas principais atrações é um toboágua chamado “Insano”. Descendo esse toboágua, uma pessoa atinge sua parte mais baixa com velocidade de módulo 28 m/s. Considerando-se a aceleração da gravidade com módulo g = 9,8 m/s2 e desprezando-se os atritos, Calcule a altura do toboágua, em metros.




  1. Um corpo de massa m e velocidade v0 possui energia cinética E0. Se o módulo da velocidade aumentar em 20%, qual será a nova energia cinética do corpo?





Para quem faz DNA, a seleção é natural!






©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal