Ácido úrico-pp fundamento



Baixar 4,55 Mb.
Página2/78
Encontro09.07.2018
Tamanho4,55 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   78


Dosagem de Ácido Úrico na Urina


Homogeneizar a urina, separar 10 mL, acertar o pH entre 7,0 e 9,0 com NaOH 5% e aquecer 10 minutos para dissolver os cristais de urato e ácido úrico.

Diluir a amostra de urina 1:10 (0,1 mL de urina + 0,9 mL de água destilada ou deionizada). Seguir a técnica de análise descrita e multiplicar o resultado obtido por 10.



mg/24 horas = mg/dL x volume Urinário de 24 h em mL

100

CÁLCULOS

Ver Linearidade.

Como a metodologia obedece à lei de Lambert-Beer, os cálculos podem ser feitos através do Fator de Calibração (FC).

Concentração do Padrão = CP

Concentração do Teste = CT

Absorbância Padrão = AP



Absorbância do Teste = AT

Exemplo:

CP = 6,0 mg/dL AP = 0,190 AT = 0,152



CT = FC x AT = 31,6 x 0,152 = 4,8 mg/dL

Atenção

• Esta técnica de dosagem é adequada para fotômetros cujo volume mínimo de solução para leitura é igual ou menor do que 1000 µL.

• O analista sempre deve fazer uma verificação da necessidade de ajuste do volume para o fotômetro empregado no seu laboratório.

• Os volumes de amostra e de reagente podem ser modificados proporcionalmente, sem alterar o desempenho do teste e os cálculos. Em caso de redução dos volumes é necessário observar o volume mínimo de leitura fotométrica.

• Volumes da amostra menores do que 10 µL são críticos em aplicações manuais e devem ser usados com cautela porque aumentam a imprecisão da medição.



1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   78


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal