Carta do Reitor-Mor, Padre Ángel Fernández Artime, por ocasião da Venerabilidade dos Servos de Deus Padre Francisco Convertini, Salesiano missionário na Índia, e Padre José Vech Vandor, Salesiano missionário em Cuba



Baixar 1,15 Mb.
Página1/3
Encontro27.05.2017
Tamanho1,15 Mb.
  1   2   3

Sociedade de São Francisco de Sales



casa geral salesiana

Via della Pisana 1111 - 00163 Roma



O Reitor-Mor

Prot. 17/0044



Carta do Reitor-Mor, Padre Ángel Fernández Artime, por ocasião da Venerabilidade dos Servos de Deus Padre Francisco Convertini, Salesiano missionário na Índia, e Padre José Vech Vandor, Salesiano missionário em Cuba.

Meus caros irmãos Salesianos



Meus caros irmãos e irmãs da Família Salesiana

Em 20 de janeiro de 2017, o Santo Padre Francisco autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar os decretos relativos:

- às virtudes heroicas do Servo de Deus Francisco Convertini, Sacerdote professo da Sociedade de São Francisco de Sales, nascido no dia 29 de agosto de 1898 e falecido no dia 11 de fevereiro de 1976 em Krishnagar (Índia);

- às virtudes heroicas do Servo de Deus José Vech Vandor, Sacerdote professo da Sociedade de São Francisco de Sales, nascido no dia 29 de outubro de 1909 (Hungria) e falecido em 8 de outubro de 1979, em Santa Clara (Cuba).

São um novo presente à nossa Família e uma confirmação do caminho de santidade florescido a partir do carisma dado por Deus à Igreja através do nosso pai Dom Bosco.

O Venerável Francisco Convertini nasceu no distrito Papariello di Locorotondo (Bari) em 29 de agosto de 1898. Durante a Primeira Guerra Mundial foi chamado às armas. Foi ferido, feito prisioneiro e levado à Polônia. Retornando à Pátria diz “sim” ao chamado do Senhor manifestado pela mediação do P. Ângelo Amadei, biógrafo de Dom Bosco, e pela Comunidade do “Cagliero” de Ivrea. Parte de Gênova para a Índia depois de receber o Crucifixo das mãos do beato P. Rinaldi. Noviço do Venerável Estevão Ferrando, discípulo de Dom Luís Mathias e do Servo de Deus Padre Constantino Vendrame, distinguiu-se pelo excepcional zelo apostólico. Seu campo de missão foi Bengala, onde ninguém como ele teve tantos amigos, tantos filhos espirituais entre ignorantes e sábios, entre ricos e pobres. Era o único missionário que podia entrar numa casa de hindus ou muçulmanos. Passava continuamente de aldeia em aldeia. Meios de transporte eram o cavalo e a bicicleta. Ele, porém, preferia pôr a mochila às costas e girar a pé, porque assim poderia encontrar muita gente e falar de Cristo às pessoas.


Sociedade de São Francisco de Sales

casa geral salesiana

Via della Pisana 1111 - 00163 Roma

O Reitor-Mor

Entregava-se indistintamente a todos: muçulmanos, hindus, cristãos... e por todos foi amado e venerado como Mestre de vida interior pela “sapientia cordis” que possuía abundantemente. Devotíssimo da Virgem, morreu em 11 de fevereiro de 1976, murmurando: “Minha mãe, eu jamais te desagradei em vida. Agora, ajuda-me tu!”

A vida do Padre Convertini é rica de expressões heroicas relacionadas com a sua caridade, as suas penitências e o seu fascínio como homem de Deus que leva “a água de Jesus que salva”. Milhares os batismos conferidos por ele. Despojava-se de tudo para dar aos pobres: também as próprias roupas, os sapatos, a cama, o alimento. Dormia sempre por terra. Jejuava longamente. Pobre até o inverossímil. Há uma abundante episódica, enriquecida também de dons sobrenaturais, que lhe granjeou a fama de santidade ainda em vida. Pertenceu a todos sem distinção de religião, de casta ou de condição social. Foi amado por todos. Padre Francisco Convertini é, sem dúvida, um modelo de vida salesiana missionária, um exemplo de verdadeira inculturação do evangelho, um mestre de vida interior e de excepcional abnegação em chave pastoral, que fez da própria vida uma aventura no Espírito com o coração apostólico de Dom Bosco.

O



  1   2   3


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal