Capítulo I



Baixar 1,47 Mb.
Página7/27
Encontro03.05.2017
Tamanho1,47 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   27

2 Point – Clicamos um primeiro ponto na área gráfica que representa um extremo do círculo e posteriormente um segundo ponto que será o outro extremo do círculo. Este último ponto pode ser definido por coordenadas.

3 Point – Parecido com o 2 Point, o 3 Point requer três ponto na área gráfica que representam três ponto de construção do círculo.

Tan, Tan, Radius – Requer como primeiro ponto uma tangente à uma entidade já existente, posteriormente outra tangente a outra entidade e, por último, o raio do círculo.

Tan,Tan,Tan Parecido com o anterior, só que requer 3 pontos de tangência à entidades já existentes.
ARC – Assim como círculos, podemos criar arcos de diversas maneiras, as quais veremos agora:
3 Point – Pede três pontos: um inicial, um ponto no meio do arco e um ponto final.

Start, Center, End – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o centro do raio e um terceiro ponto que representa o outro extremo do arco.

Start, Center, Angle – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o centro do raio e um terceiro ponto que é o ângulo que define o comprimento do arco.

Start, Center, Lenght – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o centro do raio e um terceiro ponto que representa o comprimento do arco.

Start, End, Angle – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o ponto final do arco e um terceiro ponto que é ângulo que define o comprimento do arco.

Start, End, Direction – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o ponto final do arco e um terceiro ponto que é a inclinação (acréscimo ou decréscimo do valor do raio) do arco

Start, End, Radius – Pede um ponto inicial que é um extremo do arco, um segundo representando o ponto final do arco e por último o valor do raio do arco.

Center, Start, End – Pede inicialmente o centro do arco, posteriormente o centro do arco e o outro é o extremo do arco.

Center, Start, Angle – Pede inicialmente o centro do arco, posteriormente o centro do arco e o outro é o ângulo que define o comprimento do arco.

Center, Start, Length – Pede inicialmente o centro do arco, posteriormente o centro do arco e o outro é o comprimento do arco.

Continue – Cria um arco a partir do último ponto clicado na área gráfica.


ELIPSE – Constrói elipses fechadas ou abertas (em forma de arco) de duas maneiras:

Axis, Radius – Clica-se um ponto inicial e um ponto final que formarão o primeiro diâmetro (Axis). Posteriormente da-se (ou clica-se) o valor do raio que forma o diâmetro 2.

Center, Radius1– Clica-se o centro da elipse e se fornece os valores dos dois raios de formação da elipse.
Wipeout – Este comando cria um polígono similar a uma polyline, porém com a propriedade de sobrepor a sua área à outras entidades, criando assim uma área em branco que pode ser usada para, por exemplo, criar anotações.


Revision Cloud – Cria “nuvens de revisão”, formadas por vários arcos, que são usadas para identificar alterações em desenhos.

CAPÍTULO IV




  1. Comandos de Precisão OSNAP

Veremos agora uma parte muito importante do nosso curso: o menu OSNAP. Este nome e dado ao menu de comando de precisão do AutoCAD, que são comandos que reconhecem pontos importantes de entidades; qualquer que ela seja. Para ativar o menu OSNAP basta clicar no botão do meio do mouse se este for configurado para tal, senão pressione as teclas Shift + Enter e selecionar com o botão de seleção a opção de precisão desejada. Se não quiser o OSNAP, se este tiver sido clicado acidentalmente, pressione o botão de seleção fora dele ou utilize a opção None. Algumas das opções do menu OSNAP são direcionadas para desenhos tridimensionais, portanto não o veremos neste curso.

Os comandos de precisão serão, a partir de agora utilizados com bastante freqüência. Para desenhos que exigem precisão é muito importante a utilização desses comandos, pois somente a partir deles você conseguirá um projeto confiável.

Vamos agora conhecer os principais comandos de precisão:


EndPoint - Seleciona o ponto final de uma linha, não importando como ela foi formada (pelos comandos Polyline , Line, Rectangle, Polygon, etc). Nenhum influi na captação deste ponto, nem de qualquer outro mencionado abaixo.


MidPoint - Seleciona o ponto médio de uma linha.


Intersection - Seleciona o ponto de intersecção entre duas entidades.

Apparent Intersection - Seleciona uma intersecção aparente: não existente entre duas entidades.


Center - Seleciona o centro de uma circunferência ou de um arco.

Quadrant - Seleciona o ponto de quadrante de uma circunferência ou de um arco.
Perpendicular - Seleciona o ponto perpendicular de uma entidade em relação à outra. Normalmente usa-se para esticar ou construir linhas perpendiculares a outras existentes.


Tangent – Utilizado para construir entidades tangentes à outra já existente, podendo ser feito entre linhas e círculos, linhas e arcos, círculos e círculos e arcos e arcos.



Node - Seleciona como referencia um ponto construído com o comando POINT.


1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   ...   27


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal