B Espaço e tempo são dimensões da ordem criada; Deus não está "em" um ou outro; nem está sujeito a um ou outro, como nós estamos



Baixar 60,18 Kb.
Encontro27.05.2017
Tamanho60,18 Kb.

(b) Espaço e tempo são dimensões da ordem criada; Deus não está "em" um ou outro; nem está sujeito a um ou outro, como nós estamos.

(c) Como   a   ordem   universal   não  foi   autocriada,   ela tampouco é auto-sustentável, como Deus é. A estabilidade do universo depende da constante manutenção divina; este é um ministério específico do Filho de Deus (Cl 1.17; Hb 1.3), e sem isso toda criatura de toda espécie, nós inclusive, cessaria de ser. Como Paulo disse aos atenienses, "ele mesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais. . .  pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos" (At 17.25,28).

(d) A possibilidade de intromissões criativas (p. ex., milagres de poder criativo; criação de novas pessoas mediante a atividade   procriativa   humana;   reorientação   dos   corações humanos e redirecionamento das vontades e energias humanas na regeneração) é tão velha como o próprio cosmos. Até quando Deus,   em  sua  atividade  mantenedora, realmente continuará a criar novas coisas, que não podem ser explicadas em termos de qualquer coisa que foi antes, está além de nosso poder de saber; porém, certamente este mundo permanece aberto ao seu poder criativo em todos os pontos.

       Saber que Deus criou o mundo à nossa volta, e nós mesmos como parte dele, é básico à verdadeira religião. Deus deve ser louvado como Criador, em razão de sua maravilhosa ordem, variedade e beleza de suas obras. Os salmos, como o 104, são modelos desse louvor. Deus deve ser crido como o Senhor soberano, com um plano eterno abrangendo todos os eventos e destinos, sem exceção, e com poder de redimir, recriar e renovar; tal crença torna-se racional quando nos lembramos de que é no Criador Todo-Poderoso que estamos crendo. Reconhecer a cada momento nossa dependência do Deus Criador para nossa existência faz com que se torne apropriado viver vida de devoção, compromisso, gratidão e lealdade para com Ele, sem qualquer impureza. A retidão começa aqui, com Deus, o soberano Criador, como o primeiro ponto de convergência de nossos pensamentos.

­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­ INFORMAÇÕES IMPORTANTES.

BIBLIAS – Adquira sua bíblia por preço especial, apenas dez reais, procure um dos diáconos e aproveite esta grande oportunidade!
REUNIÃO CONSELHO: - Convocamos os presbíteros para reunião do Conselho no próximo dia 05/11 (sábado) às 19.30 hs. Estaremos tratando de assuntos concernentes ao fim de ano.
ATIVIDADES ESPECIAIS - Neste mês de novembro, teremos a presença do rev. Israel, pastor e professor no SPS, de Campinas, nos dias 12,13/11 com estudos abençoados para a liderança e para toda a igreja. No dia 20/11 o rev. Edson, de Itaguara que abençoará os irmãos com a Palavra de Deus. Prepare-se em oração e receba estes irmãos como embaixadores de Cristo para lhe abençoar.

SANTA CEIA: Próximo domingo, dia 6/11, celebraremos a Ceia do Senhor, prepare-se em oração e não deixe de comparecer a este momento. Participe deste meio de graça!

CULTOS DE SEXTA: Escala

Dia 4/11 Anderson Junior; 11/11 Assis; 18/11 Presb. Mozart; 25/11 Assis.


CULTOS DE TERÇAS: nesta terça, será na casa da irmã terezeinha, rua TIRADENTES
convocação - Convoco os nossos irmãos presbiterOs E DIACONOS, para um almoço no dia 12 de novembro aqui na igreja as 10 horas da manhã, com o rev. israel; conto com a presença de todos.

Aniversariantes da Semana

(Ore e se possível ligue para seu irmão)

30 (Domingo) Marceli Alves Pereira Soares 8867-1097

01- (terça-feira) Vera Lúcia Lopes 8832-7869



03-(quinta-feira) Elizete de Souza 3291-4084
AMIGO VISITANTE- é grande o prazer que temos em recebê-lo em nosso meio. Seremos pra você um ombro amigo e apoio espiritual. Espero que você faça parte de nossa família, congregue-se conosco.
PARA O IRMÃO PRATICAR NA ORAÇÃO

Motivos de oração:

  1. Pastor e família

  2. Irmã Eliane Valim-Agradecer

  3. Igreja para que haja despertamento espiritual.

  4. Irmãos enfermos: D. Cyrene; Pai da Juliana e

D.Ruth, D. Nadeje

  1. Irmãos que precisem de trabalho, estudos etc.

  2. Missionários: Jô e seu projeto Missionário; Labieno e família; Gessé Rios (missionário na África)

  3. Família de oração sugerida na Escola Dominical


Responsáveis pelo Chá
30/10/11- Vera Lúcia, Ana Paula, Myrtes, Rachel, Meire, Beatriz, Laura e Nadeje.

06/11/11- Luzia, Rosângela, Juraci, Renata, Luciene, Marceli e Enilde.


PARA PENSAR

Comunicação no Casamento


Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar. Tiago 1:19

Estudos demonstram que as meninas possuem potencial linguístico maior do que os meninos. O Dr. James Dobson chega a afirmar que, quem sabe, Deus deu à mulher 50 mil palavras para gastar por dia e deu ao homem 25 mil. É claro que quando o esposo chega em casa, já gastou 80 a 90 por cento do seu potencial. E a mulher, que gastou só 50 por cento, está ansiosa para falar tudo o que ainda tem armazenado. (Algumas línguas maldosas insinuam que o homem, ao voltar do trabalho, já gastou 24.995 palavras; quando entra em casa, “queima” as cinco últimas: “Onde está o controle remoto?”)

Comunicação como diálogo é o prazer que o casal sente de estar na companhia um do outro, de escutar e ser escutado.

Boa comunicação dentro do casamento é ir além das respostas monossilábicas: “Como foi a viagem?” “Boa”; “Como foi o passeio?” “Ah! legal”; “Como estava o exame de química?” “Fácil!” Com esforço, dá para ir um pouquinho além e expressar sentimentos. “Como foi o acampamento?” “Puxa, um local muito bonito e o pessoal da cozinha caprichou! Me senti muito bem lá.”

A boa comunicação sempre descobre oportunidades para elogiar: boas notas na escola, a apresentação no programa, o novo penteado... e coloca pitadas de bom, rindo e fazendo os outros rir.

Ouvir é importante na comunicação. Tiago mesmo diz: “Sejam todos prontos para ouvir, tardios para falar” (Tg 1:19). Homem, quando a esposa vier conversar, pare o que está fazendo e dê sinais de que está entendendo; ouça atentamente para que não se diga: “Você nunca me falou disso.”

O que devemos fazer para melhorar a comunicação na família?

1. Superar barreiras herdadas. A maneira pela qual fomos educados, com nossos pais geralmente distantes, aproximando-se somente em algumas ocasiões, condicionou alguns de nós a ficar também distantes dos filhos.

2. Deixe de lado o aspecto negativo e generalizador. “Você sempre chega atrasado”; “Este lugar está uma bagunça”; “Você nunca me escuta”. Nunca diga “nunca”; sempre evite o “sempre”.

3. Tempo juntos. Pelo menos um dia da semana toda a família deveria participar da mesma refeição.

Seguindo esses passos, poderemos tornar nosso ambiente familiar muito mais agradável e refletiremos o amor de Deus.
LITURGIA

I– Ato de Edificação

A) Sl. 25.1,2

B) Hino 19 (Rei Sublime)

C) Oração de Adoração

D) Leitura Bíblica Sl. 121

 

II– Ato de Louvor



A) Grupo de Louvor

 

III– Ato de Edificação



A) Saída das crianças

B) Mensagem (Rev. Assis)

C) Hino 225 (Dedicação Pessoal)

D) Oração Final e benção apostólica


Não deixe de participar do nosso momento de confraternização na cozinha. Tem café, chá e biscoitos.

Terça-feira

Reunião de oração no lar do irmão ou irmã que a solicitar


Quarta-Feira

Estudo Bíblico – Templo - 19h30min.


Quinta-Feira

Estudo Bíblico – Templo - 19h30min.

(Residencial Oliveira)
Sexta-Feira

Reunião de Oração no Templo - 19h30min.


Sábado

Programação UMP – 19h30min.


Domingo

Escola Dominical - 09h00min.

Escola Dominical - 09h00min. (R. Oliveira)

Culto Público - 18h00min. (R. Oliveira)

Culto Público - 19h30min. (T. sede)
=-=-==-==-==-==-==-==-==-==-==
Editoração do Boletim

Pastor:
Assis Vieira da Silva:

miraieassis@hotmail.com – (cel.- 9116-4498)
Presbíteros:

João Adolfo Costa Hanemann,

José Donizetti Moreira,

José Henrique Souza Franco e

Mozart da Guarda Pereira.
Diáconos: Ralver Bento, Richard Gerhardt da Silva, Wesley Batista, José Tito, Élio de Souza e Edevaldo

Andrade
==-=-==-==-==-==-==-==-==-==-==

Não crie desculpas para não vir aos cultos, tome decisão, não deixe de congregar como é costumes dos rebeldes e incrédulos!
Impressão

Richard ou Ana Paula (3291-9314)



richard_g._silva@yahoo.com.br
Igreja Presbiteriana do Brasil de Alfenas

Avenida São José, 1306, Centro, Alfenas - MG CNPJ: 74014846/0001-17
CEP: 37130-000 – Tel: 35 - 3292-2331.


ipbalfenas@hotmail.com: WWW.ipbalfenas.com.br

N
BOLETIM DOMINICAL Nº 44 – 8º ANO

30 DE OUTUBRO DE 2011


o princípio Deus criou o céu e a terra. Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. Disse Deus: 'Haja luz', e houve luz."
(Gênesis 1.1-3)

Deus é o Criador

       "No princípio, criou Deus os céus e a terra" (Gn 1.1). Ele os fez por meio do fiat (latim: faça-se), sem qualquer material pré-existente; sua decisão de que as coisas deveriam existir ("Haja...") fez com que elas surgissem e formou-as em ordem com uma existência que dependia de sua vontade, e que era, no entanto, distinta de sua essência divina. Pai, Filho e Espírito Santo envolveram-se juntamente (Gn 1.2; Sl 33.6,9; 148.5; Jo 1.1-3; Cl 1.15,16; Hb 1.2; 11.3). Os seguintes pontos devem ser assinalados:



(a) O ato da Criação é um mistério para nós; há mais nele do que podemos compreender. Não podemos criar por fiat, e não sabemos como Deus pôde. Dizer que Ele criou "do nada" é confessar o mistério e não explicá-lo. Em particular, não podemos conceber como a existência dependente pode ser existência distinta, nem como anjos e seres humanos em sua existência dependente podem não ser robôs, mas criaturas capazes   de   decisões   livres,   pelas   quais   são   moralmente responsáveis   perante  Aquele   que   os   fez.   Entretanto,   a Escritura em todos os lugares ensina que é assim.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal