Autos nº 2005. 35. 00. 022911-4 classe



Baixar 1,95 Mb.
Página25/32
Encontro03.05.2017
Tamanho1,95 Mb.
1   ...   21   22   23   24   25   26   27   28   ...   32
JOSÉ ANTÔNIO DE PALINHOS ou GEORGE COHEN de fazer parte de uma quadrilha e, assim, provocar a atenção do aparelho policial para o grupo, era objeto de reflexão por parte dos demais integrantes da organização, cuja atividade primava por várias e corriqueiras medidas de cautela, discrição e disfarce. Na oportunidade, mesmo a permanência no grupo criminoso internacional chegou a estar ameaçada, não se efetivando, porém.

De fato, em 09/03/2005, ANTÔNIO DÂMASO informou ao réu CARLOS ROBERTO DA ROCHA que estava chateado com o VELHO ou ROCINE porque este havia contado para o acusado MÁRCIO JUNQUEIRA, identificado como CAMISOLA AMARELA, o teor da reunião realizada em São Paulo. Em seguida, ANTÔNIO DÂMASO recomendou a TOBE que conversasse com ROCINE:

Índice 235662, telefone 6499811564 (Fazenda Quinta da Bicuda), 09/03/2005, 10:07:00 - TOBE X ANTONIO: Antonio atende - TOBE oi meu amigão, como tem passado ? tudo joia ?, tudo bem ? - Antonio diz que não está tudo bem, mas a gente faz por isso - TOBE está muito calor por aí ? - Antonio diz que está muito chateado com o VELHO(ROCINE), não sei qua é a atitude que... é uma situação que nois dois temos que tomar, eu não gosto de gente que não pode confiar, está a entender ? - TOBE a é tá certo - Antonio é porque... aquela conversa que nos tivemos, ele foi falar tudo para o CAMISOLA AMARELA(MARCIO JUNQUEIRA) - TOBE a é ? - Antonio é muito chato - TOBE daí não dá né - Antonio eu não sou nenhuma criança né... inaudível... TOBE é complicado heim - Antonio é complicado, está a entender - TOBE é brincadeira isso né - Antonio é uma situação muito chata - TOBE é verdade não tinha necessidade - Antonio é melhor você falar com ele isso porque não sei a situação que isso tá- TOBE ele não deveria ter falado isso tudo né só para complicar mais né - Antonio nós somos homens ou que somos ? - TOBE exatamente, a partir do momento que deu a palavra tem que cumprir - Antonio com certeza - TOBE é brincadeira, as coisas tão difíceis e as pessoas complicando mais - Antonio a vida está complicada, depois ele falou comigo sobre essa situação e que não seria bom o CAMISOLA... pausa... sair da EMPRESA, eu falei tudo bem, pronto, a responsabilidade é sua se você fala isso tudo bem, se você fala isso tudo bem, então ficou por aí eu não tenho que conquistar a conversa inicial - TOBE você tem previsão para a gente se falar, ou não ? - Antonio em princípio deve estar indo no final da próxima semana, se tiver LUZ VERDE eu vou né, eu confirmo para você, pode ficar tranquilo - TOBE eu aguardo então - Antonio se você quiser falar com ele essa tituação que está muito ingrata para mim - TOBE tá certo...”

A conversa continuou:

Índice 235663, telefone 6499811564 (Fazenda Quinta da Bicuda), 09/03/2005, 10:12:22 - TOBE X ANTONIO: TOBE caiu a ligação aqui, então eu vou ver se eu converso com ele essa semana agora, mas ele(ROCINE) ficou falando tudo aquilo que agente conversou ? - Antonio é - TOBE é complicado né rapaz... e você pediu tanto nem avisa que eu estou aqui e ele vai e fala - Antonio o outro(MARCIO) nem falou comigo, eu nem cheguei a atendê-lo, mas já falou para outra pessoa(JORGE MONTEIRO) - TOBE que já te falou ? - Antonio é - TOBE é duro - Antonio não há necessidade né - TOBE as coisas estão tão difícil e ainda fica complicando mais, eu vou falar com ele... e você não tem... Antonio assim que eu tiver, me derem a LUZ VERDE eu ligo para você tá - TOBE de vez em quando é só dar uma ligadinha você pode falar - Antonio estou preocupado também - TOBE certo então vamos ver se resolve logo qualquer coisa se precisar liga aí.



Os fatos relacionados aos diálogos acima, a par de evidenciarem o relacionamento próximo entre os referidos co-réus, foram objeto da conversa entre ANTÔNIO DÂMASO e Jorge Monteiro dois dias após, na qual fica clara a preocupação com a possível desestabilização do grupo criminoso em razão do comportamento, não apenas de ROCINE, como também de MÁRCIO:

ÍNDICE 236337, telefone 645541521 (ANTONIO DÂMASO), 11/03/2005, 22:05:23 – ANTONIO DÂMASO X JORGE MONTEIRO: - DÂMASO pergunta do CHEVAL(MÁRCIO) se tá mais calmo ... / - JORGE MONTEIRO diz que falou com ele e ele foi para a terra mexer com os bois.. - DÂMASO diz que esteve pensando... esse filha da puta do VELHO (ROCINE) está querendo desestabilizar essa situação... essa semana falei com o BETINHO (CARLOS ROBERTO DA ROCHA) ele me ligou... o Velho teve uma conversa comigo e nem vale a pena... e eu tive que dizer ao BETO... pois essa conversa foi na frente do BETO... o VELHO disse que o seu sócio(JORGE MONTEIRO) faz umas compras e manda o dinheiro por fora (tráfico paralelo)... depois dessa conversa ...sugere que ele está querendo desestabilizar a situação. / - JORGE MONTEIRO diz que isso não tem fundamento, mas vai perguntar na frente dele./ - DÂMASO diz que não falou para JORGE MONTEIRO, pois isso não tem nem pé nem cabeça, que o OUTRO está na situação lá que está... o IRMÃO LÁ DO OUTRO (PALINHOS), e as preces dele estão sempre com empecilhos... / - JORGE MONTEIRO diz que o OUTRO falou.... mas eu só vou acreditar quando DÂMASO falar para mim / - DÂMASO diz que essa conversa foi feita, eu não nego que não, mas é derivada do comportamento da companhia limitado depois do OUTRO virar as costas, o VELHO virou e falou, não sei o que, é melhor não o Gajo (MÁRCIO) pode arrumar algum problema... e eu falei... a conversa foi mesmo assim... fica sob a sua responsabilidade eu não quero saber disso... / - JORGE MONTEIRO diz que ele (Velho) virou para o CHEVAL (MÁRCIO) e disse que se eles (DÂMASO e JORGE MONTEIRO) tirarem você eu também saio fora da EMPRESA (MÁRCIO Junqueira) eu sai fora da EMPRESA (QUADRILHA). / - DÂMASO diz que ele (Velho) não falou nada disso para mim, eles são duas putas, eu já ví... / - DÂMASO diz que depois dessa conversa eu passei a achar que o VELHO está querendo desestabilizar, como sabe que os HOMENS (Palinhos) estão desestabilizados, ele dá entender isso, falando que é melhor ficar quietinho, é que ele dá entender isso... esse comportamento dele é que está querendo desestabilizar... / - JORGE MONTEIRO diz que o outro não está fazendo nada/ - DÂMASO: quem? /- JORGE MONTEIRO: o CAMISOLA AMARELA (MÁRCIO Junqueira) /- DÂMASO diz que não acha./ - JORGE MONTEIRO diz que ele falou que nunca faz mal a niguém... / -DÂMASO diz que o comportamento do VELHO é estranho, pois falou para o BETO, pois essa conversa foi a frente dele. / - JORGE MONTEIRO diz que essas merdas não é para brincar... JORGE MONTEIRO diz que ele falou que não fez mal nenhum para o DÂMASO, não sabe porque ele não fala comigo... / JORGE MONTEIRO diz que os dois(ROCINE e MÁRCIO) estão sempre juntos eles são coniventes...ele falou que você (DÂMASO) está aqui e pediu para não falar nada.../ Jorge que saber como é que vai resolver - Antonio diz que falou com o outro essa semana e ele falou que é uma TRADING... a TRADING É do tipo daquele Gajo RAUL que e representante de várias empresas - Jorge diz que e bom... e quando vem - Antonio diZ que vai ver se é isso mesmo, diz que lá para o final da semana que vem e vou deixar já orientado... o pessoal já está fartado (da fazenda).... despedem.”

Em 24/03/2005, ANTÔNIO DÂMASO conversou, de novo, com Jorge Monteiro, sobre o mesmo tema, fazendo referência ao desentendimento entre MÁRCIO JUNQUEIRA e JOSÉ ANTÔNIO DE PALINHOS. No extenso diálogo, cifrado, há menção ainda à ultimação das providências para o embarque do bucho com destino à Europa, atribuição dos irmãos Palinhos, e ao doleiro João:

Índice 242461, telefone 645541521 (Fazenda Quinta da Bicuda), 24/03/2005, 21:09:20 - ANTONIO X JORGE: (...) - Antonio pergunta se tem falado com esse Gajo - Jorge diz que esteve com ele ontem, que ele chamou e ele(George Cohen) foi passar o final de semana prolongado em Buzios, que está a organizar as coisas, está a espera, para já que tu chegues para falar esses pontos mas ele já está a trabalhar, já vai adiantando, pois esteve muito tempo parado e tem que organizar, era para ele ir lá em baixo(Portugal) falar com o outro(Antonio Palinhos), mas disse que não pode, mas a gente conversa qui(Rio) e um de Vocês (Jorge Monteiro ou Damaso) vai e vem porque não dá para sair daqui(Rio), mas tá RECEPTIVO AO RETORNO para tudo funcionar que está FINO, está tudo normal - Antonio pergunta por CHEVAL(Marcio Junqueira)- Jorge diz que ele está calmo, que ele(GEORGE COHEN) vai precisar dele(Marcio) há um trabalho que vai precisar dele, tem que ser ele(COHEN) vai precisar dele, ele tambem falou dele, falou do VELHO(ROCINE), mas é coisa que somos nós que vamos resolver, que o CHEVAL esteve para a TERRA (Campestre/MG) e ele falou com o VELHO, agora é só tu vires e a gente conversar aqui - Antonio diz que está admirado que esse aí não bate certo com o outro lá de baixo(Antonio Palinhos) - Jorge diz que(COHEN) falou com ele agora, diz que o Jão já falou também - Antonio não entende - Jorge diz que o João do Carrefour(NON STOP) - Antonio entende e diz que falou com ele e fechou (dólares) para os dois.”

Por outro lado, o acusado sabia que sua posição na "empresa" estava ameaçada, tendo ciência que a possibilidade foi discutida por ANTÔNIO DÂMASO. É o que se visualiza em esclarecedor diálogo entre MÁRCIO JUNQUEIRA e Jorge Monteiro já em fevereiro de 2005. No telefonema, datado de 15/02/2005, há referências expressas à desavença com PALHAS ou JOSÉ ANTÔNIO DE PALINHOS, em razão do depoimento prestado por MÁRCIO na Polícia Federal, e à postura de BETO ou CARLOS ROBERTO e do VELHO ou ROCINE, quanto a sua saída:



"Índice 1467580, telefone 2198893772 (MARCIO JUNQUEIRA), 15/02/2005, 08:18:06 - JORGE X MÁRCIO - JORGE pergunta quando encontrou com ANTÔNIO. MÁRCIO diz que ia encontrar com o doutor OSVALDO. MÁRCIO diz que está uma situação meio desagradável pois o homem ANTÔNIO DÂMASO esteve no Rio de Janeiro e não quis falar com ele e disse para o velho(ROCINE) que não é para falar que ele está aqui, que é para arrumar um jeito de MÁRCIO deixar de trabalhar para a empresa. JORGE MONTEIRO diz que essa ele não sabia. MÁRCIO diz que já tinha visto DAMASO no Rio, pois a casa dele é na frente, que passa e olha. JORGE diz que as pessoas tem uma postura do caralho. JORGE diz que MÁRCIO tem fazer aquilo que disse, que faz um outro lado, que ele não tem que saber de nada. MÁRCIO diz que o velho não aceitou o BETO parace que também foi a favor, disse que falou com e que quem deve querer isso é PALHAS (COHEN). MÁRCIO disse que falou com LECO e este disse que a gente botou no cu dele agora, que jogou aquele processo para cima dele, mandou tudo tomar no cu, arrumou advogado e ele deve estar fodido que vai conversar com LECO falar qual argumento que ele usou pra falar que ele tem que deixar a empresa. JORGE diz que também está fodido também com essa merda, que depois fala tudo com ele. Diz que nada de ligações para casa, que está tudo no mesmo barco, todos no mesmo barco, que o filho da puta apareceu na porta da casa de JORGE, como é que é possível uma coisa dessas, que estava saindo de carro e o filho da puta estava na frente da casa e aí JORGE disse que o mandou pro caralho e foi embora e já viu que está tudo uma merda, disse que ligou para o número e atendeu ela. Diz que logo estará de volta ao Brasil. MÁRCIO pede o número de MONTEIRO : 00352021195708. MONTEIRO diz que nesse número pode ligar sempre, reclama que não tem notícias, que ninguém liga. MÁRCIO diz que não ligou pois achava por dentro da situação que os dois estavam armando contra ele. MONTEIRO diz que o que que falou com ele. MÁRCIO diz que ficou na dúvida, que o homem chega aqui... MONTEIRO acha que DAMASO já tinha conversado com MÁRCIO, este diz que no sábado DAMASO foi pra cima(Goiás) na fazenda e que viu DAMASO e que este volta na semana que vem no Rio. Pede para MONTEIRO não ligue para DAMASO, senão fica sabendo que contou. MONTEIRO diz que vai fazer de conta que não sabe de nada, mas acha que devia falar com ele e que quando DAMASO voltar conversam melhor com ele para este não saber que quando DAMASO volta. MÁRCIO pergunta se DAMASO falou com ele. MONTEIRO diz que não e que não sabe de nada. MÁRCIO comenta que salário nada, não pagou, não trouxe. MONTEIRO diz que sobre isso conversou com ele quando chegou em Portugal e DAMASO diz que tem que ser ele, que ter que fazer contas com ele, que MÁRCIO tem que ligar para DAMASO e perguntar se ele esqueceu-se dele. MÁRCIO diz que sai, que não precisam mandá-lo embora, que falou pro LECO e este disse que MÁRCIO vai prá lá, faz tudo sozinho, ajuda dá o nome pra fazer tudo e agora..que isso é sacanagem, que se MÁRCIO sair também sai. MONTEIRO diz que não é assim e pergunta com estão as coisas, se estão em ordem. MÁRCIO diz que está parado, que vai pelajando pois não tem perspectiva nenhuma, o preço está muito ruim, o cafe não deu produção este ano e há previsão de geada. MÁRCIO pergunta até quando MONTEIRO fica em Portugal. Este diz que logo volta ao Brasil. MONTEIRO pergunta quando MÁRCIO vai estar com o doutor(JOÃO LUIZ). Esste diz que vai arrumar uns papéis pro imposto de renda. MONEIRO diz que logo está aí; MÁRCIO diz que lá pela semana santa conversa. Conversam sobre a gravidez de SABRINA. MÁRCIO diz que não vendeu nada na loja."

No mês de março de 2005, o acusado MÁRCIO JUNQUEIRA manteve, pelo menos, dois contatos telefônicos com Jorge Monteiro, ao quais se coadunam com a situação crítica:

Índice 1473449, telefone 2199640249 (JORGE MONTEIRO), 01/03/2005 18:53, JORGE X MÁRCIO: JORGE reclama que MÁRCIO não dá notícias. MÁRCIO diz que está com muitos afazeres. JORGE diz para não esquecer de quinta-feira, do jantar pergunta se falou com o outro(DAMASO). MÁRCIO diz que não, falar o quê? JORGE pergunta se MÁRCIO falou com o velho (ROCINE). MÁRCIO diz que não, não falou com ninguém. JORGE recomenda para que não diga que esteve com ele, pois senão ROCINE fala com ele (DAMASO) e ele sabe logo. MÁRCIO diz que não falou nada com o velho não. MÁRCIO pergunta o horário da janta.

Índice 1510050, telefone 2182216917 (MÁRCIO), 29/03/2005, 17:01, JORGE X MÁRCIO - MÁRCIO - tudo bem? JORGE - tas bom pá? MÁRCIO - tudo. Já tô cá embaixo, tá? JORGE - já falaste com alguém, com o velho (ROCINE) aí? MÁRCIO - não, cheguei hoje. JORGE - ...já chegou, né? Ele disse e chegava terça feira ou segunda a noite, de madrugada, ver se ele (DAMASO) vem pra gente conversar, entretanto eu queria saber se já falaste com o velho(ROCINE) para saber de alguma novidade. MÁRCIO - não, até agora tá tudo na mesma. Qualquer coisa liga. JORGE - tá bom, tchau”

Em 11/04/2005, ANTÔNIO DÂMASO, novamente, comentou com Jorge Monteiro sobre a fidelidade dos réus MÁRCIO e ROCINE, citando as declarações prestadas por MÁRCIO no inquérito relativo à empresa Eurofish:

Índice 1532866, JORGE MONTEIRO 2188989029, 11/04/2005, 14:39:23, JORGE X DAMASO:JORGE - eu amanhã vou estar com ele (MÁRCIO JUNQUEIRA), porque eu pedi-lhe o processo, que "eu quero ver o processo, me faz uma fotocópia disso" e ele "fotocópia eu não faço". JORGE - não faz porque? "não faço, é o meu nome e eu não vou fazer fotocópia, se quiser ler, eu trago pra você ler. "Então traz pra eu ler, eu tenho umas coisas aí, eu quero ver como é que é", então ele já me ligou a me dizer que quer se encontrar comigo hoje, mas como eu tô aqui em cima em Petrópolis, disse que hoje não dá porque estou na FÁBRICA, mas amanhã a gente se encontra, amanhã eu vou ter com ele para ver o tal processo, que ele disse que vai me mostrar, né? mas ele me falou algumas coisas, mas depois que eu tiver aí contigo eu falo. Eu falei logo do que ele fez, das coisas que ele fez e ele falou umas coisas também "eu vou falar com o Antônio sobre isso" e depois a gente vê, tá assim. DAMASO - deve estar ligado à gente??? JORGE - é complicado. ANTÔNIO - é complicadíssimo. JORGE - É complicado porque o gajo já não tem confiança mais nessa gente. DAMASO - não tem nada. JORGE - é o mais complicado que existe. .."comigo não". MÁRCIO diz que não fez nada "o que estou a dizer é aquilo que eu sei. MÁRCIO diz que é mentira, é tudo mentira do VELHO (ROCINE), vocês acreditam no VELHO, vocês têm que acreditar em mim, o VELHO, o BETO(TOBE). DAMASO - não acredito nem num nem noutro. JORGE - exatamente e olha, isso não pode ser assim não. DAMASO - e há por aí razões para não acreditar, né? JORGE - claro. DAMASO - o gajo lida com lealdade pra depois pra depois?? DAMASO - porque ele foi dizer pra ti que tinha estado com o BETO (CARLOS ROBERTO DA ROCHA) Como é que acredita num gajo desse? JORGE - que é pra proteger o VELHO(ROCINE), né? Os dois tão no??? DAMASO - eu não entendo qual é essa do VELHO..???A contar histórias, não entendo JORGE - não dá pra entender não. A gente tem que ter calma e resolver isso tudo, a gente tem sé que definir o que tem que fazer e acabou, a gente resolve. Isso não é problema pra gente, com certeza toda. DAMASO - as pessoas dizem e depois se contradizem, esse é o problema. JORGE - precisa por o ponto final nessa gente e resolve o problema e a gente passa pra frente, não dá né? E aí, tas a organizar aí, ou como é que é? DAMASO - cheio de papéis. O dia hoje já está melhor, na sexta feira tava um frio do caralho...JORGE - depois qualquer coisa a gente se fala.”

Entre os mesmos acusados, em 20/04/2005, outra conversa ainda mais esclarecedora da posição MÁRCIO JUNQUEIRA na organização, na qual ficou evidente que o acusado retirava o seu sustento da participação na associação criminosa, tendo inclusive recebido um apartamento de ANTÔNIO DÂMASO e Jorge Monteiro:



Índice 1550582, JORGE MONTEIRO 2188989029, 20/04/2005, 08:02:30, DAMASO X JORGE: DAMASO diz que está resolvendo as coisas e já mandou três gajos embora pois acabaram os contratos. Pergunta se JORGE falou com esse gajo (JOSÉ PALINHOS). JORGE diz que falou por telefone. DAMASO diz que o engenheiro(ANTONIO PALINHOS) não apareceu. JORGE diz que PALINHOS não sabia de nada e que perguntou a ele se o homem lá embaixo havia dito alguma coisa e que PALINHOS disse que não sabia de nada, ninguém havia dito nada. JORGE diz que o nosso amigo disse que está tudo a andar. DAMASO diz que ele esteve lá e que iria resolver o assunto e até agora não disse nada, que DAMASO ligou várias vezes mas ele não dá notícias. JORGE diz que vai ligar pra este (JOSÉ PALINHOS). DAMASO recomenda que JORGE não diga nada. JORGE diz que vai ligar e perguntar como estão as coisas pra ver se ele diz alguma coisa, diz que ele queria ver se pra semana já ia aí pra baixo(Portugal). JORGE pergunta se está difícil resolver. DAMASO diz que não, que o gajo apresentou umas merdas mas DAMASO diz que só por escrito. Que o gajo já fechou o coiso do fiambre (drogas), já aprovou, mas isso só com contratos, quantidade sabe que o outro não faz, portanto...JORGE diz que fecha, fecha e não fecha merda nenhuma. DAMASO diz que já falou que é só com contratos e quantidade. DAMASO diz que enquanto conversam vai resolvendo, que vai mandar mais um embora, que o único a gastar é o gajo da salsicha, que tem pena do homem que encomendou 500 quilos de hambúrguer de vaca. JORGE diz que arranja uma maneira de alguém fornecer o homem, que é o único que tem ajudado, que o resto é tudo conversa pra boi dormir. DAMASO diz que JOÃO ligou e ele disse que não conseguem vender. DAMASO diz que ele vai ter que pagar. DAMASO diz que o outro nem atende mais o telefone. JORGE diz que é o primeiro que vai conversar quando chegar. DAMASO pergunta se CHEVAL (MÁRCIO JUNQUEIRA) está calmo. JORGE diz que ele foi pra terra (Campestre/MG) e fica lá até o final de mês. JORGE diz que vai embora para a Europa até o final do mês e que Márcio pediu para que ele não fosse. JORGE diz que pediu a MÁRCIO parar com as fofoquices, que são malucos. Segundo JORGE, MÁRCIO disse que não vai falar mais nada com ninguém. DAMASO diz que ele devia ter feito isso a muito mais tempo, que devia ter ligado a eles e não ao velho (ROCINE). JORGE diz que o Velho é uma puta do caralho, que fica fazendo chantagem com MÁRCIO, está cobrando contas de MÁRCIO. DAMASO diz que não é obrigado a pagar as contas de MÁRCIO. JORGE diz que isso tem que ser dividido por todos. DAMASO diz que ele tem que se agarrar àquilo que é dele. JORGE diz que o apartamento está no nome de MÁRCIO e foi ele e DAMASO que deram e daqui a pouco já não tem mais nada. DAMASO diz que só tem as dívidas dele. JORGE diz que MÁRCIO reclama que ROCINE não fala com mais ninguém. DAMASO diz que é bom que MÁRCIO comece a trabalhar, orientar-se e que o processo é tudo treta. JORGE diz que é tudo treta para tirar dinheiro, que a única coisa que fizeram ali foi tirar dinheiro, que tiraram ele pois o outro (ROCINE) já não estava, que apareceu com documentos sem carimbo. DAMASO diz que tem que pagar contas de CARLOS MARQUES de Luxemburgo. JORGE diz que vai falar com o outro (JOSÉ PALINHOS) e depois liga.”

De fato, conforme Relatório de Análise de fls. 413/414 foi arrecadada documentação no apartamento do domicílio do réu no Rio de Janeiro (Av. Lúcio Costa, 4.600, Bloco 4, aptº 904, edifício “Northwest”, “Waterways Residencial”, Barra da Tijuca / RJ) que atesta que MÁRCIO JUNQUEIRA era proprietário de bens de valor considerável, sem que possua renda compatível. A documentação menciona o de R$ 972.007,98, pelo apartamento, sendo pago no ato R$ 376.760,98, mais 71 parcelas de R$ 5.742,01, mais doze parcelas de R$ 35.059,57; menciona ainda um Certificado de Registro de Veículos, com autorização para transferência relativo ao automóvel Caeté / Xsara Picasso Exa / 2005, placa GVG-9877, em nome de Sabrina de Oliveira Portugal; e um Certificado de Registro de Veículo, do automóvel Fiat Brava HGT / 2002, placas GVG-5375, declarados com sendo o acusado.

Convém registrar, na espécie, que contabilidade relativa ao ano de 2004, dirigida a ANTÔNIO DÂMASO por JOSÉ ANTÔNIO DE PALINHOS e intitulada “CONTAS referentes a: 1ª OP – DPL 2004”, de 26/04/2004, no item “RECEITA BRUTA”, consta como “Encargos a pagar” expressa referência aos “encargos” com CAMISOLA AMARELA, apelido confessado do denunciado MÁRCIO JUNQUEIRA, com vinculação a este da quantia de 850.000,00 euros (fls. 316/317).

Tais elementos de convicção não divergem de outras duas conversas do acusado MÁRCIO JUNQUEIRA, uma com ROCINE e a outra com Jorge Monteiro, mantidas, igualmente, em abril de 2005:

Índice 1525381, telefone 2182119226 (ROCINE), 07/04/2005, 15:43:05 - ROCINE X MÁRCIO: ROCINE - amanhã tu vem no primeiro vôo, né? MÁRCIO - só logo a tarde que eu vou decidir que não sei se vai querer falar comigo que o GORDO (DAMASO) tá aqui né? ROCINE - eu sei que ele tá aí, mas diz que eu não tô aí, tô aqui (São Paulo), aí tu vem hoje, amanhã, ou sábado de manhã. MÁRCIO - se ele me chamar amanhã, aí eu vou sábado de manhã. ROCINE - ele tá indo embora, né? MÁRCIO - não sei. ROCINE - tá indo. MÁRCIO - tá legal, se eu não for amanhã, aí sábado de manhã eu tô aí. ROCINE - direto em Interlagos, onde é o Kart. MÁRCIO - que horas vai ser a corrida? ROCINE - sábado. MÁRCIO - que horas? ROCINE - meio dia mais ou menos. MÁRCIO - se eu for sábado eu vou pra ver a corrida. ROCINE - se ele quiser deixar alguma coisa pra mim contigo , tu segura. MÁRCIO - nem pra mim ele vai deixar o caramba. ROCINE - não, a gente conversa aqui porque o teu tá comigo. MÁRCIO - tá bom.

Índice 1525477, telefone 2182216917 (MÁRCIO JUNQUEIRA), 07/04/2005, 16:29:27 - JORGE MONTEIRO X MARCIO: MÁRCIO - hoje à noite não dá pra gente falar não, é? JORGE - não porque eu vou chegar tarde, porque, não está cá amanhã? MÁRCIO - A não e ele (DAMASO) tá indo embora, né? JORGE - vai. MÁRCIO - não vai falar comigo e eu tô precisando de grana. JORGE - eu vou falar contigo, quer falar comigo? Não queres falar comigo amanhã. Se eu quero falar contigo, alguma coisa eu tenho pra te dizer. MÁRCIO - nem que eu tenha que ir em cima. JORGE - em cima aonde? MÁRCIO - em Petrópolis. JORGE - eu vou pra baixo cá um bocadinho, mas tu não tas aqui amanhã? MÁRCIO - tou. JORGE - então, amanhã fala meu, não é nada de outro mundo, ele falou com o velho, foi? MÁRCIO - não sei .JORGE: como é que tu sabes que ele tá indo embora. MÁRCIO - falei com o Beto (TOBE). JORGE não falastes com o velho(ROCINE), não? MÁRCIO - Não . JORGE - vê lá o que tens falado com esse gajo, porque falam tudo pra ele, então ter que ter cuidado. MÁRCIO - eu não falei nada. JORGE - tá bem, a gente depois amanhã fala, depois a gente vai ver se falaste ou não falaste, eu não falo nada, eu só tou ouvindo. MÁRCIO - Tá bom. JORGE - amanhã eu ligo mais ou menos hora que a gente tá em ordem pra conversar um com o outro.”

No dia seguinte, MÁRCIO JUNQUEIRA e Jorge Monteiro se encontraram no Supermercado Carrefour, na Barra da Tijuca, quando foram acompanhados por policiais federais da hora da chegada, por volta das 14:00 horas, até as 16:20 horas, quando o réu adentrou ao Supermercado enquanto Jorge Monteiro foi embora utilizando-se de um veículo Cherokee, Placa KNJ-5490, Petrópolis-RJ, conforme Relatório de Inteligência Policial nº 14/2005 (fls 526/527) e filmagem realizada.

Apenas em 06/06/2005 a posição do acusado é tratada diretamente com ANTÔNIO DÂMASO, quando MÁRCIO, após mencionar um jeep negociado e ainda não transferido, reclama que está sendo excluído dos “negócios”, o que provoca irritação em ANTÔNIO DÂMASO. Também aqui é nítida a posição de subordinação do acusado MÁRCIO JUNQUEIRA:

Índice 19683, Fone 6499811564, 06/06/2005, 22:16:50, ANTONIO X MARCIO: ANTONIO COBRA DE MARCIO SOBRO O CARRO É PARA RESOLVER OU NÃO É PARA RESOLVER - MARCIO DIZ QUE JÁ ESTÁ TRATANDO DISSO - ANTONIO FALA QUE MARCIO NAO PAGOU A MULTA - MARCIO DIZ QUE O DR. FALOU QUE NÃO PRECISAVA PAGAR A MULTA, E QUE A CITROEN DEU SINAL VERDE PARA FAZER O RECIBO E JÁ VAI ENTREGAR PARA O DR. - MARCIO PERGUNTA QUANDO PODE CONVERSAR - ANTONIO PERGUNTA FALAR SOBRE O QUE - MARCIO DIZ QUE É SOBRE A GENTE - ANTONIO DIZ QUE SOBRE A GENTE JÁ NÃO TEM NADA A FALAR - MARCIO DIZ O QUE EU FIZ DE ERRADO ? - ANTONIO DIZ QUE MARCIO TEM A BOCA MUITO LARGA, MUITO GRANDE ESTÁ A PERCEBER, É SÓ ISSO NÉ - MARCIO DIZ QUE QUER SABER O QUE FEZ DE ERRADO PARA PEDIR DESCULPAS - ANTONIO DIZ QUE MARCIO NÃO SABE RESPEITAR QUEM FOI SEU CALABORADOR, SEU AMIGO E VOCÊ NÃO SABE RESPEITAR, FICA AI DE CONVERSA AÍ PARA O SEU JORGE(MONTEIRO), PARA O VELHO(ROCINE), SÃO CONVERSAS QUE EU TENHO 56 ANOS JÁ SOU AVÔ, A GENTE QUANDO FALA DOS OUTROS PRIMEIRO TEM QUE PENSAR NAQUILO QUE VAI FALAR - MARCIO DIZ O QUE EU FALEI DE ERRADO, SE FIZERAM FOFOCA DE MIM, ACHA QUE EU IA FAZER ALGUMA COISA PARA TE MAGOAR TANTO, AINDA FICOU CULTIVANDO PENSAMENTO - ANTONIO EU NUNCA ME METI NA TUA VIDA E PORTANTO NAO ADMITO QUE ALGUEM SE META NA MINHA VIDA - MARCIO DIZ QUE NÃO TEM NADA HAVER, E QUER SABER O QUE FEZ - ANTONIO DIZ QUE NÃO QUER SABER DE NADA E QUER ESTABILIDADE - MARCIO DIZ QUE TAMBÉM QUER E TE CONSIDERO DEMAIS - ANTONIO DIZ QUE QUANDO ESTÁ COMIGO FALA UMA COISA E QUANDO CHEGA OUTRO VOCÊ FALA OUTRA ENTÃO EU QUERO ME AFASTAR, OS MEUS AMIGOS EU ESCOLHO SÃO VERDADEIROS - MARCIO MAS EU TE CONSIDERO DEMAIS PARA VOCÊ PENSAR ISSO DE MIM, PELO QUE VOCÊ JÁ FEZ POR MIM -ANTONIO DIZ QUE NÃO FEZ NADA DE ESPECIAL O QUE FEZ.... EU SEMPRE DEFENDÍ A SUA POSIÇÃO, AO CONTRÁRIO DE MUITA GENTE QUE TU PENSAS QUE SÃO AMIGOS, EU SEMPRE DEFENDI OS SEUS INTERESSES - MARCIO EU NUNCA PUS ISSO EM CAUSA, QUALQUER CONSELHO QUE FUI PEDIR EU IA PARA QUEM ?OU NA COMPRA OU NA VENDA, ESSA COISA, ESSA CASA AQUI, AQUELA CASA LÁ, QUEM É QUE ME DISSE FAÇA ISSO PODE FAZER, NÃO FAÇA QUE NÃO É BOM - ANTONIO DIZ QUE FOCOU MUITO CHATEADO - MARCIO PERGUNTA O QUE EU FIZ O QUE EU FALEI, EU VOU TER O PRAZER DE SABER O QUE EU DISSE - ANTONIO UM DIA DESSES A GENTE CONVERSA, EU NÃO VOU ALIMENTAR CONVERSA EU ESTOU NA FAZENDA, E NÃO VOU ALIMENTAR CONVERSA DEPOIS VOCÊ VAI PARA O OUTRO DIZ, VAI PARA OUTRO DIZ - MARCIO DIZ QUE EU PRECISA MUITO MAIS DE VOCÊ DO QUE VOCÊ DE MIM, PORQUE EU VOU TE TRATAR MAL OU SEJA LÁ O QUE FOR - ANTONIO NÃO É NADA DISSO TEM QUE HAVER É RESPEITO .... FICAM DE CONVERSAR”

A par de revelar a posição do acusado no grupo criminoso naquele instante, o diálogo acima é convergente com outros contatos mantidos pelo acusado, já no ano de 2004, que comprovam a íntima relação entre ANTÔNIO DÂMASO e MÁRCIO JUNQUEIRA, discrepante da versão de ambos os réus em Juízo:

Índice 1168845, MÁRCIO JUNQUEIRA, 3599777010, 15/07/2004, 07:33:36 - DAMASO X MARCIO JUNQUEIRA: DAMASO pede um nº de fax, pois quer mandar um doc feito a mão. para Marcio entregar ao Dr. João, pois houve uma empresa francesa que é credora de DAMASO e abriu falência ... Marcio diz o fax. 21-2511-1212 resid. de Marcio), explica que lá em Portugal procuração tem que ser a mão e da o fax de sua empresa em Portugal 21-4267768.



Índice 1328156, MARCIO JUNQUEIRA 2198397523, 19/10/2004, 19:30:12 - DAMASO X MÁRCIO: DAMASO diz que já chegou ao Rio, MARCIO pergunta se ele vai ficar aqui muito tempo, DAMASO responde que está indo no final de semana, MÁRCIO diz que vai para a "terrinha" na quinta feira. DAMASO pergunta se ele esteve no "JOÃO", MÁRCIO responde que esteve, mas lá estava devagar, e convida DAMASO para tomarem café juntos, DAMASO diz que liga para marcarem o horário do café.

Índice 1328449, DAMASO 2197923174, 20/10/2004, 10:17:09 - DAMASO X MARCIO: DAMASO pergunta onde ele está, MARCIO responde que está no centro, DAMASO pergunta a que horas eles vão poder se ver, MARCIO reponde que as 11:30h está bom. DAMASO diz que precisa ver aquele "GAJO" do computador, porque o computador portátil dele está com problemas. MARCIO diz que também preisa ir lá hoje, e as 11:30h vai estar lá. DAMASO fala que é lá no "computador".

Índice 1328526, MARCIO JUNQUEIRA 2198397523, 20/10/2004, 11:30:01 - MARCIO X DAMASO: MÁRCIO diz que está vendo DAMASO, e que o casaco de couro é legal.

Índice 1329805, telefone 2198397523 (MARCIO JUNQUEIRA), 21/10/2004, 13:32:47 - DAMASO X MÁRCIO - DAMASO diz que está no aeroporto, tirando o passaporte para a mulher dele, que venceu ontem.”

Emblemático que, em 19/11/2004, ANTÔNIO DÂMASO tenha telefonado de Portugal para MÁRCIO JUNQUEIRA, em diálogo que faz referência a Luís Carlos da Rocha ou Loirinho que disse ter conhecido como irmão do acusado CARLOS ROBERTO DA ROCHA em encontro em São Paulo/SP:

Índice 1383938, MARCIO JUNQUEIRA 2198397523, 19/11/2004, 17:30:04 - DAMASO X MARCIO - DAMASO (PORTUGAL) liga e pede o número de FÁTIMA FALCÃO, ele comenta que as coisas não estão muito boas, MARCIO pergunta se ele ligou para o PEQUENO, o LOIRINHO, DAMASO fala que já conversou com ele. MÁRCIO passa os número do telefone celular de FÁTIMA - 9964-5653, e o do trabalho dela 2431-1600. MARCIO pergunta se ele vai demorar a voltar, DAMASO responde que vai ver, porque está ficando complicado, que por ele já estaria aqui. MARCIO pergunta se ele deixou aquele negócio do carro para o doutor resolver, para transferir, DAMASO fala que o doutor é que tem que resolver agora. MÁRCIO avisa que essa semana estará lá embaixo. (vai se casar em POÇOS DE CALDAS).”

Também muito próxima a relação entre o acusado e os réus CARLOS ROBERTO e ROCINE, uma vez que os contatos entres este dois acusados, em São Paulo ou no Rio de Janeiro, foram objeto de assíduas conversas dos três réus, sendo que, não raro, MÁRCIO JUNQUEIRA também participava de tais reuniões. A propósito, quando do estremecimento da relação entre ANTÔNIO DÂMASO e MÁRCIO JUNQUEIRA fica clara a posição de ambos os denunciados minimizando o comportamento do réu, inclusive combinando encontro na cidade de São Paulo, com a participação dos irmãos Rocha, CARLOS ROBERTO e Luís Carlos, embora MÁRCIO não tenha, em Juízo, “recordado” do local do encontro:



"Índice 1354433, telefone 2199810133 (ROCINE), 05/11/2004, 11:34:42 - MARCIO X ROCINE: MARCIO (dizendo ser o MARCO), pede para falar com ROCINE, quando ele atende, diz que está com o endereço para passar para MÁRCIO lá no KART, MARCIO fala que amanhã ele não pode, que teria que ser na terça feira. ROCINE fala que está com o endereço para que MARCIO vá se encontrar com os "amigos" , MARCIO fala que pode marcar na terça feira, ROCINE se "os amigos" ligaram para ele, MARCIO responde que ainda não. ROCINE fala que ontem esteve com eles, e perguntaram se ele havia passado o endereço para MARCIO, e ele falou que não o havia encontrado ainda, ROCINE diz que na terça feira eles conversam.

Índice 1361300, telefone 2198397523 (MARCIO JUNQUEIRA), 09/11/2004, 18:34:15 - TOBE X MARCIO: 0HNI liga para MARCIO e o chama de "AMIGÃO", ele pergunta se podem se ver amanhã, MÁRCIO fala que sim e que poderia ser entre onze e duas horas da tarde.(cai a ligação).

Índice 1361313, telefone 2198397523 (MARCIO JUNQUEIRA), 09/11/2004, 18:36:11 - TOBE X MÁRCIO - HNI volta a ligar e fala que o cartão acabou, MÁRCIO pergunta se é onze ou duas horas, HNI fala que as 13:30h está bom, ele pergunta se MARCIO pegou o endereço com o velho, MÁRCIO responde que não, HNI fala que é para ele pegar o endereço com o "VELHO" (ROCINE). HNI pergunta se ele se lembra onde eles se encontraram daquela outra vez com os dois juntos, naquele hotel que ele os encontrou lá, MARCIO fala que não, HNI pergunta se ele está na mesma cidade do VELHO, MARCIO responde que sim (RIO), HNI fala para ele procurar o velho e pegar o cartão do hotel com o endereço, MARCIO pergunta se poderia ficar para depois de amanhã esse encontro, HNI fala que de maneira nenhuma, tem que ser amanhã. HNI pergunta novamente se MARCIO está na cidade do VELHO, dessa vez ele responde que não (mentindo), HNI fala que é pra ele tentar estar lá amanhã, MARCIO diz que vai ver se consegue, mas está difícil, HNI diz que pra não ficar muito corrido, é pra marcar para as 15:00h, que é para MARCIO pegar o endereço direitinho, porque a hora que ele ligar é só MARCIO falar o número da casa (apartamento do hotel), que ele vai lá, e deixar esse número ligado porque é nesse que ele vai ligar. HNI fala que é para ele ir preparado para assinar os documentos, e levar os documentos dele também.

Índice 1361628, telefone 2199810133 (ROCINE GALDINO DE SOUZA), 09/11/2004, 20:42:52 - MARCIO X ROCINE: MARCIO e fala que amnhã pela manhã ele vai ao escritório, ROCINE diz que ele tem que ir sem falta.

Índice 1364597, telefone 2198397523 (MARCIO JUNQUEIRA), 11/11/2004, 12:02:12 - ROCINE X MÁRCIO - : (...) MÁRCIO recebe a ligação de ROCINE, perguntando se ele fez boa viagem, MÁRCIO responde que sim, e que amanhã pela manhã vai ao escritório dele, ROCINE pergunta se ele vai "lá pra cima amanhã" , MÁRCIO responde que não, ROCINE fala que ele deveria ir, MÁRCIO fala que amanhã é complicado e que amanhã eles conversam.

Índice 1366759, telefone 2198397523 (MARCIO JUNQUEIRA), 12/11/2004, 08:03:10 - MARCIO X ROCINE: MARCIO fala que está muito atrasado e pede para adiar o encontro para o kartódromo, amanhã pela manhã.

Índice 1428780, telefone 2199810133 (ROCINE GALDINO DE SOUZA), 14/12/2004, 07:19:24 - ROCINE X MARCIO: ROCINE pgta se o MARCIO já voltou. MÁRCIO diz que sim, mas está saindo de novo (GRAMADO/RS) e retorna dia 26 (RETORNO RESERVADO PELA TAM, NO DIA 21/12/04, COM CHEGADA ÀS 20: 45, NO AIRJ). ROCINE diz que amanhã o BETO estará aqui. MÁRCIO diz para mandar um abraço para o BETO e dizer para ele QUE O RAPAZ, LÁ, NÃO ESTÁ CONCORDANDO MUITO.

Índice 1488452, telefone 2182216917 (MÁRCIO JUNQUEIRA), 15/03/2005, 18:12:09 - MARCIO X ROCINE: Marcio pergunta se tá tudo bem. Rocine responde tudo bem e aí? Marcio diz que tá tudo tranquilo. Rocine diz : eu tô aqui em São Paulo, eu tive com o(BETO ROCHA) irmão do meu amigo(CABEÇA BRANCA-LORINHO), ele tá indo praí, ele quer falar contigo. Marcio diz: tá bom, mas amanhã ele tá aqui, não, não sabe. Rocine diz que ele tá indo praí amanhã. Agora era bom tu vir aqui quinta feira quer encontrar contigo, que ele vai encontrar comigo aqui quinta feira ele quer te dar aquele cinquenta(U$ 50.000). Marcio : Ah tá bom. Rocine diz tu me liga amanhã. Se ele chegar aqui e falar comigo e não encontrou contigo ai eu ligo pra tu vir quinta feira encontrar com ele. Marcio diz que tá bom. Rocine repete que ele quer te dar aquele cinquenta. Marcio diz que tá bom e um abraço. Rocine pergunta: E o gordo (DAMASO) Marcio responde: Não sei. Rocine diz: é, deixa pra lá, eu só tô no Rio sábado.

Índice 1510890, telefone 2182216917 MÁRCIO JUNQUEIRA, 30/03/2005, 11:44:11 - ROCINE X MARCIO: ROCINE: Escuta, ele (TOB) te ligou? MARCIO: Não. ROCINE: Eu passei no número da nota fiscal pra ele ainda agora. MARCIO: Ah, tá bom, ele tá por aqui? ROCINE: Não, num sei, mas diz que tá vindo que o gordo (DAMASO) deve estar aqui esta semana. MARCIO: Ah, então tá bom, deve ficar mais tranquilo. ROCINE: deve te ligar. MARCIO: Falou, um abraço

Índice 1522214, telefone 2182216917 (MÁRCIO JUNQUEIRA), 05/04/2005, 21:26:35 - ROCINE X MÁRCIO: ROCINE - alguma notícia? MÁRCIO - não. ROCINE - também não sei de nada, até agora não encontrei com eles (TOB E CABEÇA BRANCA) não, mas eles tão aqui, se eu te ligar e se disser vem é porque tá comigo, entendeu? MÁRCIO - tá bom. ROCINE - não, porque aí ele aceitou botar mais. MÁRCIO - então tá, qualquer coisa ele liga.”

Convém registrar, na espécie, que foi apreendidas na residência de MÁRCIO JUNQUEIRA a intimação referente ao IPL Nº 764/03-Delefaz/SR/DPF/RJ, em nome do acusado ROCINE GALDINO DE SOUZA, com endereço na Rua Tamiarana, 120, apto 402, Higienópolis, datada de 08/03/2004, bem como cópias da alteração contratual da empresa Igros Importação e Exportação de Produtos Alimentícios Ltda – Me, CNPJ Nº 01.601.881/0001-69, também de 2004, na qual consta retirada do quadro societário MÁRCIO JUNQUEIRA DE MIRANDA, brasileiro, solteiro, comerciante, residente e domiciliado na mesma Rua Tamiarana, 120, apto 102, Higienópolis/RJ (fls. 413/422).

A prova documental, portanto, também serve à comprovação do estreito vínculo entre os acusados na organização criminosa.

Nesse contexto, em 07/07/2005, ROCINE ligou para empresa fictícia Canal Mais, pessoa jurídica aberta para confeccionar as etiquetas utilizadas nas caixas de papelão que acondicionavam o bucho contendo cocaína, quando o mencionado réu comenta com MARCIO JUNQUEIRA que os empregados nunca o tinham visto. MÁRCIO JUNQUEIRA, a sua vez, conversa com o funcionário de nome Moacir, repassando a pesagem que deveria constar nas etiquetas:

Índice 1691023, telefone 2138896500 (ROCINE), telefone de contato 34153344, 07/07/2005, 10: 24: 10 - ROCINE X MOACIR (CANAL MAIS): ROCINE liga para a EMPRESA CANALMAIS e pede para falar com o MOACIR (IN OFF, DIZ PARA MÁRCIO JUNQUEIRA QUE SEUS EMPREGADOS DA CANALMAIS NUNCA O VIRAM, POIS FOI LÁ UMA VEZ); diz que AQUELAS ESTIQUETAS TÊM DEFEITO, POIS NÃO PODEM SER TODAS COM O MESMO PESO. MOACIR diz que havia perguntado. ROCINE pgta se MOACIR faz as etiquetas. MOACIR diz que faz. ROCINE passa o telefone para MÁRCIO JUNQUEIRA. MÁRCIO diz que ESTAVAM VENDO OS PESOS E É PRECISO DE: / -100 ETIQUETAS DE VINTE E MEIO (20.5), / -100 ETIQUETAS DE VINTE E UM PONTO SEIS (20.6), / -100 DE VINTE E TRÊS PONTO UM (23.1), / -100 DE VINTE PONTO OITO (20.8), / -100 DE DEZENOVE PONTO TRÊS (19.3), / -100 DE DEZENOVE PONTO NOVE (19.9) E / -100 DE VINTE PONTO UM (20.1); diz que deram 8, com as 100 que MOACIR irá tirar da que vieram, serão 900 / (NOVECENTAS ETIQUETAS, "DE CARNE", QUE TOTALIZARÃO APROXIMADAMENTE 18 TONELADAS). ROCINE pgta se MOACIR entregará isso amanhã. MOACIR diz que sim.

O conteúdo da interceptação, por si, contraria a versão apresentada pelo acusado de que a troca se realizou apenas por um favor ao denunciado ROCINE. Em 13/07/2005, o acusado noticia a Jorge Monteiro que o serviço havia sido finalizado:

Índice 1700132, telefone 3599777010 (MÁRCIO), 13/07/2005, 19:59, JORGE MONTEIRO X MÁRCIO: MARCIO - ALÔ..., JORGE - OI ZECA...MARCIO - ENTÃO... TUDO BEM...? JORGE - TAIS BOM E TU ?... MARCIO -TUDO BEM... JORGE - NUNCA MAIS DISSESTE MAIS NADA... MARCIO - NÃO... JORGE - ENTÃO... MARCIO - UAI... ENTÃO... NINGUÉM FALOU NADA... JORGE - NÃO...? MARCIO - HUM... HUM..., JORGE - ENTÃO... E O OUTRO (DAMASO) JÁ ESTA AÍ... OU NÃO...? MARCIO - RAPAZ... EU ACREDITO QUE SIM... JORGE - HÃM...? MARCIO - EU TENHO VISTO UM MOVIMENTO MAS NÃO SEI SE É SÓ A MULHER DELE... JORGE - HUM... MARCIO - MAS EU NÃO SEI SE ELE ESTÁ JUNTO... JORGE - ELE NÃO FALOU NADA...? MARCIO - NÃO... O RAPAZ VAI CORRER LÁ... EM CAMPO GRANDE E O AVÔ DELE TÁ PRA LÁ... (ROCINE) JORGE - É...? MARCIO - É... JORGE - HUM... MARCIO - QUER DIZER QUE... POR ENQUANTO... EU MANDEI... EU MANDEI FAZER LÁ UMAS ETIQUETAS E TROQUEI LÁ... JORGE - HUM... MARCIO - PRA FICAR DENTRO DA... PRAZO... (PRAZO DE VALIDADE-RUÍDOS)... COMO ELES QUEREM... JORGE - HUM... MARCIO - POR ENQUANTO, TÁ TUDO BEM... JORGE - TÁ... BOM ENTÃO... MARCIO - NÃO SABE NADA...NÃO FALOU COM ELE (DAMASO)...? JORGE - NÃO... NÃO... COMIGO NÃO... É ZERO... É ZERO... MARCIO - PUTA QUE O PARIU... JORGE - VÊ LÁ COMO É QUE É... SE ... ALGUMA COISA... MARCIO - HUM... HUM... JORGE - TÁ...? MARCIO - VOU VER LÁ DEPOIS... SE EU SOUBER QUALQUER NOVIDADE EU TE LIGO... JORGE - TÁ BOM ENTÃO... MARCIO -TÁ...? JORGE - TÁ... UM ABRAÇO... MARCIO - TÁ TCHAU... “

Note-se que o denunciado ROCINE, em razão de uma viagem, encarregou MÁRCIO de esperar o caminhão e manobrá-lo. Sintomático que, na mesma época, o acusado tenha sido chamado por ANTÔNIO DÂMASO em diálogo com JOSÉ ANTÔNIO DE PALINHOS (Índice 1705853) de “motorista”:

Índice 1717010, telefone de ROCINE (2182119226), 28/07/2005, 10:12:59 - MÁRCIO X ROCINE: ROCINE - alô / MARCIO - então companheiro / ROCINE - e aí rapaz / MARCIO - tudo bem. Não chegou nada? / ROCINE - NADA. Escuta, dá para tu vim segunda-feira de manhã mais cedo porque eu tô viajando, porque se a carreta chegar, tu sabe manobrar. / MARCIO - ah / ROCINE - não. Sabe dizer como é que tem que fazer, porque vai entra pela RUA DO ARROZ, né / MÁRCIO - lá pelo outro lado / ROCINE - é, e tu providenciar o trabalho. Eu deixei até dinheiro para pagar a estiva. / MARCIO - ah, ha! / ROCINE - tu vem amanhã, aqui, rapaz, dá um pulinho de manhã / MARCIO - amanhã você tá aí? / ROCINE - não. Vou viajar, cara / MARCIO - uh, hum, mas eu vou aí então / ROCINE - tá. Tu vem amanhã e vem segunda / MARCIO - ah, ha! Tá bom então / ROCINE - aí tu resolve / MARCIO - certinho. Qualquer coisa você me liga, heim / ROCINE - tá legal, na hora pintar eu ligo. Eu, se o TROÇO VIM PARA SÃO PAULO, eu não vou para o norte, mas se não for eu tenho que ir para o norte / MARCIO - ah, ha / ROCINE - não pode passar / MARCIO - tá bom então, qualquer coisa você me liga / ROCINE - tá, mas amanhã cedo tu vem, né, porque eu não tô aqui / MARCIO - eu tô aí. Um abraço / ROCINE - falou meu amigo / MARICO - tchau / ROCINE - (in off: é o PINTADO = MÁRCIO)”

Em 01/08/2005, ROCINE e MÁRCIO voltam a falar da chegada do caminhão:

Índice 1721056, telefone 2125842580 (ROCINE), 01/08/2005, 10:17:56, ROCINE X MÁRCIO - ROCINE - nada da carreta, né!?/ MÁRCIO – nada / ROCINE - é, aquilo é história rapaz. ELE não, não te ligou não, né./ MÁRCIO - não! / ROCINE - também, para mim não. Quando for umas 11:00h, vão embora...”

Em 03/08/2005, os acusados combinam encontro:

Índice 1723480, telefone de ROCINE (2182119226), 03/08/2005, 09: 02: 13 - MARCIO X ROCINE: MARCIO liga e pede para ROCINE ir para o "MERCADINHO" (BARRASHOPING), para conversarem.”

Consoante documento de fls. 544/545, outro encontro foi realizado em 22/08/2005, quando foi filmado por policiais federais. Na ocasião, MÁRCIO JUNQUEIRA chegou por volta das 15:02 h, utilizando-se do veículo X-Sara Picasso placa GVG-9877 e ROCINE chegou por volta das 15:20 h, em seu veículo Astra placas KVD 1281. Encontraram-se no saguão do Shopping, onde permaneceram conversando aproximadamente 1 hora.

Em setembro de 2005, após o descarregamento do caminhão no dia 09, o acusado MÁRCIO JUNQUEIRA, do galpão-frigorífico, manteve contatos telefônicos com ROCINE:

Índice 1796639, telefone 2125842580 (ROCINE), 12/09/2005, 09:36:23 - MÁRCIO X ROCINE: ROCINE - EU QUERO FALAR CONTIGO, RAPAZ!!!!!!. / Marcam encontro às 11:00h, no BARRA SHOPPING, no andar de cima.



Índice 1797938, telefone 2181148367 (ROCINE), 12/09/2005, 18:15:48 - MARCIO X ROCINE: MARCIO - como é que ficou (encontro com o DAMASO) / ROCINE - tudo bem. Encontrar comigo, amanhã / MARCIO - nove horas, eu vou lá (provavelmente GALPÃO)

Índice 1798769, telefone 2125842580 (ROCINE), 13/09/2005, 09:18:48 - MÁRCIO X WILSON: MARCIO QUER SABER SE ROCINE ESTÁ - WISON DIZ QUE ELE SAIU PEDE PARA LIGAR DENTRO DE 10 MINUTOS.

Índice 1798799, telefone 2181148367 (ROCINE), 13/09/2005, 09:37:57 - MARCIO X ROCINE: MARCIO ESTÁ NO GALPÃO DE ROCINE - ROCINE DIZ QUE VAI AO ENCONTRO DE MARCIO.

Sobre a participação do réu, as testemunhas explicitaram as peculiaridades de seu envolvimento, desde a função por ele desempenhada até a sua relação com os demais denunciados:




1   ...   21   22   23   24   25   26   27   28   ...   32


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal