Aula 2 Conhecimento linguístico, conhecimento enciclopédico ou conhecimento de mundo, conhecimento interacional – Comunicação e Expressão – Profª. Denise Duarte



Baixar 148,37 Kb.
Encontro03.02.2019
Tamanho148,37 Kb.

Aula 2 - Conhecimento linguístico, conhecimento enciclopédico ou

conhecimento de mundo, conhecimento interacional –

Comunicação e Expressão – Profª. Denise Duarte


  1. Conhecimento linguístico – Abrange o conhecimento gramatical e lexical, ou seja, a língua escrita e suas regras e língua em uso, o autor faz seleção e combinação lexical, mas procura obedecer às regras já restabelecidas no sistema gramatical de sua língua.


(Conhecimento linguístico: a ideia de “mais”, na perspectiva de Hagar, era de completude/totalidade; na de Helga, de falta de muitos elementos, representados pela longa lista que não se lê, mas que se deduz).


O conhecimento prévio é o nosso repertório, os nossos conhecimentos adquiridos e que fazem parte de nossa memória e inteligência e que utilizamos quando necessários na leitura. O conhecimento linguístico é o básico dos conhecimentos prévios de leitura, é o falar uma língua desde nascença, é o conhecimento de uso da língua nativa que cada indivíduo tem. Se falamos melhor o português do que outra língua, leremos melhor em português do que em outra língua. No conhecimento linguístico é que entra o saber uma língua estrangeira, e este conhecimento será graduado conforme a extensão do entendimento que o individuo tem desta outra língua. Quando mais souber esta outra língua, melhor funcionará o seu conhecimento quando da leitura.



  1. Conhecimento enciclopédico ou conhecimento de mundo – refere-se a conhecimentos gerais sobre o mundo, bem como a conhecimentos alusivos a vivências pessoais e eventos espaço-temporal situados, permitindo a produção de sentidos: episódios sobre a juventude, TV, história, música, cultura, etc.


O PACOTE DE SERRA PARA CORTAR E CONTER GASTOS.”
(Conhecimento enciclopédico ou conhecimento do mundo. Serra como nome do governador e como nome de ferramenta.)

(Conhecimento enciclopédico ou conhecimento do mundo. Reality show – associação com BBB e outros do gênero.)



(Conhecimento enciclopédico ou conhecimento do mundo. Discussão atual sobre redução da maioridade penal no Brasil; falta de critérios para avaliar crimes cometidos por menores, trazendo como consequência – exagerada – aprisionamento de bebês.)



  1. Conhecimento interacional – Refere-se às formas de interação por meio da linguagem e engloba os conhecimentos:

- ILOCUCIONAL: permite-nos reconhecer os objetivos ou propósitos pretendidos pelo produtor do texto, em uma dada situação interacional.


Na sua apresentação ao dossiê "Famílias em movimento", Claudia Fonseca aponta algumas questões cruciais para a análise da família – famílias – nesse início do século 21: as janelas teóricas que os artigos representam mostram que a discussão sobre um tema tão antigo nas ciências sociais tem repercussões contemporâneas extremamente instigantes. A mobilidade das famílias, nos contextos nacional e internacional, sugere que tanto a reprodução como o parentesco, velhos conhecidos das pesquisas sociológicas e antropológicas, retornam, assumindo outros valores, à cena discursiva e podem render uma discussão estimulante. (Caderno Pagu)

- COMUNICACIONAL: diz respeito à:

  • Quantidade de informação necessária, numa situação comunicativa concreta, para que o parceiro seja capaz de reconstruir o objetivo da produção do texto;

  • Seleção da variante linguística adequada a cada situação de interação;

  • Adequação do gênero textual à situação comunicativa.

  • Reflexão sobre o que e como escrever para os interlocutores do texto.

“E Dona Benta começou a ler: Num lugar da Mancha, de cujo nome não quero lembrar-me, vivia, não há muito, um fidalgo dos da lança em cabido, adarga antiga e galgo corredor”.

– Ché! – exclamou Emília. – Se o livro inteiro é nessa perfeição de língua, até logo! Vou brincar de esconder com o Quindim. Lança em cabido, adarga antiga, galgo corredor... Não entendo essas viscondadas, não....

– Pois eu entendo – disse Pedrinho. – Lança em cabido quer dizer lança pendurada em cabido; galgo corredor é cachorro magro que corre e adarga antiga é... é...

– Engasgou! – disse Emília. Eu confesso que não entendo nada.

(Monteiro Lobato, D. Quixote para crianças)

- METACOMUNICATIVO: É aquele que permite ao locutor assegurar a compreensão do texto e conseguir a aceitação pelo parceiro dos objetivos com que é produzido. Para tanto, utiliza-se de vários tipos de ações linguísticas configuradas no texto por meio da introdução de sinais de articulação ou apoios textuais, atividades de formulação ou construção textual.
Um advogado de Nova Iguaçu, formado em faculdade de fim de semana, disse no Foro de Teresópolis que não fazia citações em Latim, em suas defesas, por se tratar de idioma "estrangeiro". Nada a estranhar: advogados não sabem mais redigir petições, médicos escrevem com-pre-mi-dus nas receitas.

(“Formado em faculdade de fim de semana” para explicar falta de conhecimento; “com-pre-mi-dus”.)



- SUPERESTRUTURAL ou conhecimento sobre gêneros textuais: permite a identificação de textos como exemplares adequados aos diversos eventos da vida social.
As decisões do dia não dependerão exclusivamente de sua vontade hoje. Com a lua em Peixes, outras pessoas estão interferindo e até mesmo determinando o que você deve fazer neste dia. (Gênero textual: Horóscopo)
Num belo dia de verão, um cervo chegou até junto a um regato, para beber. Quando inclinou a cabeça, viu na água a própria imagem e exclamou orgulhoso:

Oh, como eu sou bonito e que bonitos são meus chifres!



Aproximou-se mais e viu o reflexo das próprias pernas dentro da água:

Mas como são finas as minhas pernas. . . observou com tristeza. 



Nesse momento surgiu um leão que saltou sobre o cervo.

 O cervo disparou pela campina, com tanta velocidade que o leão não podia pegá-lo.



Aí, o cervo entrou por dentro da floresta e logo os seus chifres se embaraçaram nos galhos das árvores. Em poucos instantes o leão saltava sobre o prisioneiro.

Ai de mim! - gemeu o cervo. Senti orgulho de meus chifres e desprezei minhas pernas. . . no entanto, estas me salvariam e esses causaram minha perda . . .

(Gênero textual: Fábula)
Um cara engravatado entra na lojinha do Salim, na Rua 25 de Março, e olha com desprezo para o balcão escuro, as roupas penduradas em ganchos e o chão de tacos de madeira sem polimento.

O Salim se irrita com o desprezo do sujeito e resmunga:

– Está olhando feio bro lodjínia de Salim burquê? Com este lodjínia, Salim tem abartamento na Guarujá, tem casa na Búzios, casa na Cambos da Jordão, tem casa no Riviera da Zão Lorenço, tem abartamento no Beirute, tem filho estuda medicina no Estados Unidos, tem filha estuda moda na Baris, tudo só com lodjínia!

O sujeito vira e diz:

– O senhor sabe quem eu sou?

Eu sou fiscal do Imposto de Renda!

– Muito brazer!  Eu Salim, maior mentiroso do 25 de Março!  

(Gênero textual: Piada)



KOCH, Ingedore e ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender. “Leitura, sistemas de conhecimentos e processamento textual”.




Aula 2 - Conhecimento linguístico, enciclopédico ou de mundo, interacional





©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal