Atualizado em 9 de março de 2017



Baixar 8,28 Kb.
Encontro11.09.2017
Tamanho8,28 Kb.

Ayr Frasson

Atualizado em 9 de março de 2017.

Descendente dos italianos Angelo Frasson e Irene Lorenzoni, Ayr Frasson nasceu no dia 23 de novembro de 1917 em Alto Sapucaia (hoje Alto Paraju), no município de Domingos Martins (ES). Ainda criança, o procurador de Justiça aposentado lascava lenha e vendia leite nas ruas para ajudar no sustento dos oito irmãos.

Iniciou os estudos no Grupo Escolar Graciano Neves, em Garrido, Vila Velha. Depois, foi para o Ginásio do Espírito Santo e para o Ginásio Salesiano, ambos em Vitória. Após quatro anos no Salesiano, voltou para o Ginásio do Espírito Santo para fazer o Científico (Segundo Grau). Fez o curso superior na Faculdade de Direito do Espírito Santo, na Capital.

Trabalhou muitos anos na Prefeitura Municipal de Vila Velha até ingressar no Ministério Público do Espírito Santo. No dia 16 de fevereiro de 1956, foi nomeado para exercer o cargo de promotor substituto interino, durante o Governo de Francisco Lacerda de Aguiar (Chiquinho). Um mês depois, assumiu a comarca de Santa Leopoldina. Em 16 de setembro de 1957, tornou-se efetivo no Ministério Público em virtude da aprovação no concurso.

Em 1964, foi promovido por antiguidade da comarca de Santa Leopoldina, de 1ª entrância, para a de Ecoporanga, de 2ª entrância.

A partir de 14 de novembro de 1967, foi designado para ter função no gabinete do procurador-geral Geraldo Correia Lima.

Foi promovido novamente por antiguidade da comarca de Afonso Cláudio, de 2ª entrância, para a 1ª Vara do município de Vila Velha, de 3ª entrância, no dia 19 de junho de 1969.

No dia 8 de agosto de 1985, foi promovido por antiguidade para o cargo de procurador de Justiça.

Durante a carreira, atuou também nas comarcas de Itaguaçu, Baixo Guandu, Guaçuí, Iúna, Ibiraçu, São Mateus, Conceição da Barra, Alegre, Muniz Freire, Afonso Cláudio e Itaguaçu.

Em 21 de fevereiro de 1989, foi designado para integrar o Conselho Deliberativo do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado do Espírito Santo. Nesse mesmo ano, também foi designado, a partir de 27 de março, para exercer a função de suplente do corregedor-geral do Ministério Público.

Ayr Frasson fez pós-graduação em Direito Civil e Criminal e Medicina Legal, em Vitória. Estudou medicina legal em função da necessidade que tinha de fazer pareceres técnicos sobre acidentes na época em que atuava como promotor.



Após aposentar-se, no dia 2 de maio de 1990, Ayr Frasson dedicou todo seu tempo à fazenda que construiu com a esposa, Judith Ferreira Frasson, com quem teve três filhos – Fabíola, Fernanda e Antônio Manoel. Acordava todos os dias às 2 horas, porque, conforme ele sempre dizia, era de madrugada que passavam os melhores noticiários na televisão.

Faleceu no dia 8 de março de 2017 aos 99 anos.



©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal