Atos dos Apóstolos



Baixar 386,57 Kb.
Página8/9
Encontro17.07.2017
Tamanho386,57 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9
PROVAS-INFALÍVEIS" (sinais seguros, provas com absoluta certeza, sem nenhuma possibilidade de falhar), para meramente "PROVAS INDISCUTÍVEIS" (uma prova com falha pode ser "não discutível", seja por sermos proibidos de, ou não querermos, ou não sabermos discutí-la; ou por outros motivos).



2 At 1:13 Estes irmãos TIAGO E JUDAS são 2 dos irmãos de Jesus por parte de mãe (diferencie dos apóstolos de mesmos nomes), convertidos somente após a aparição, mencionada em 1Co 15:7, do Cristo, após Sua ressurreição. Ver notas Mt 4:21 e 10:4.



3 At 2:4 “LÍNGUAS DIFERENTES” são idiomas de nações [isto é, de grandes agrupamentos humanos identificados por mesma origem, cultura e idioma] estrangeiras, diferentes dos idiomas que cada habitante típico, de Jerusalém, havia aprendido naturalmente. (Isto é, são idiomas diferentes do Hebraico- Aramaico, do Grego, e do Latim.) Este milagroso dom, a capacidade dada por Deus aos apóstolos e discípulos, deles falarem instantânea e perfeitamente idiomas estrangeiros sem os terem aprendido, foi parte dos dons de sinais dados (e exercidos) ANTES da Diáspora [de 70 d.C.; sinais para ISRAEL Is 28:11], sinais dados exclusivamente aos 83 APÓSTOLOS + DISCÍPULOS (JUDEUS convertidos, de sexo MASCULINO, e DIRETAMENTE comissionados por Cristo presente em carne e osso). Estes sinais foram exclusivos e identificadores daqueles 83 apóstolos + discípulos (nota 2Co 12:12): mesmo que, raramente, tenham sido exercidos por gentios ou mulheres, sempre o foram na presença (ou como representantes diretamente enviados) e constituindo milagres feitos através desses 83; e somente foram exercidos antes da Diáspora de 70 d.C. e na presença de e para convencer JUDEUS, judeus DESCRENTES, judeus descrentes fisicamente PRESENTES. O contexto faz com que essas línguas sejam IDIOMAS USUAIS, de HOMENS em carne que formavam nações estrangeiras (isto é, nações outras que a da assembléia local), idiomas humanos miraculosamente falados perfeitamente pelos 83, sem terem sido previamente aprendidos. Vital: note que todos estes 16 idiomas foram perfeitamente falados E perfeitamente entendidos.



4 At 2:17 “ÚLTIMOS DIAS”: Os “últimos dias” tratam dos eventos que precedem o segundo advento de Cristo e o estabelecimento do Seu reino (Gn 49:1; Dt 4:30; Is 2:2; Dn 10:14; Mq 4:1; At 2:17; 2Ti 3:1; He 1:1; Tg 5:3; 2Pe 3:3). São conectados com ISRAEL, não com as igrejas locais, pois, para tais dias serem “os últimos”, devem ser parte de alguma operação de Deus que tenha um término, e o lidar de Deus corrigindo e preparando Israel tem tal determinação (Dn 9:24 - 27), mas nada do Seu lidar com a igreja a tem (Ef 3:21). No dia de Pentecostes, Pedro pregou à casa de Israel e citou o profeta Joel, como se os judeus estivessem nos “últimos dias” (At 2:17). Nos anos seguintes, os crentes estavam preparando-se para “o dia do Senhor” e para a restauração do reino (1: 6-7), esperavam para logo a volta do Cristo (João 14:1-2; At 1:11), e pregavam oferecendo o reino a Israel. Se esta nação, então, tivesse se arrependido de ter assassinado seu Messias, e se nEle tivesse crido, e se O tivesse recebido, então o Senhor imediatamente teria retornado e estabelecido o Seu reino. Mas, em At 7, Israel, oh coisa espantosa, mais uma vez rejeitou a oferta do reino, assassinando Estevão, por isso tal nação foi provisoriamente posta de lado: o relógio dos “últimos dias” foi provisoriamente pausado dando lugar à dispensação das igrejas locais, após a qual tal relógio será reacionado para vir a se passar a 70ª. semana de Daniel, que começará com o arrebatamento daqueles que foram verdadeiramente salvos nesta dispensação das igrejas, com a revelação do Anticristo e com assinatura do pacto de 7 anos, e terminará com o segundo advento do Cristo para inaugurar Seu reino milenar. Nós, os crentes das igrejas, não estamos esperando o reino, nós estamos esperando o arrebatamento que precede o reino pelo menos por sete anos.



5 At 2:27 “não deixarás a Minha alma para o INFERNO”: Em Sl 16:10 (citado em At 2:27) as palavras do salmistas se aplicam profeticamente ao Cristo e expressam Sua gratidão ao Pai porque sua alma não ficará no Inferno (Sheol, Hades). Ora, alma não morre, portanto Sheol ou Hades não devem ser aqui traduzidos por morte; alma também não fica aprisionada em sepultura, portanto Sheol ou Hades também não devem aqui ser traduzidos por sepultura; e Sheol ou Hades também não devem aqui ser entendidas como o Paraíso, a metade feliz dentro do Sheol ou Hades, porque não iríamos agradecer a Deus por nos retirar do Paraíso. O único entendimento satisfatório é que Sheol e Hades, aqui, se referem ao Inferno, a sua metade infeliz. Portanto, depois da Sua morte e antes de Sua ressurreição, Cristo foi ao Paraíso (que estava próximo mas separado do Inferno somente por um abismo intransponível) anunciar Sua vitória aos salvos e que logo depois da Sua ressurreição transladaria o Paraíso para o terceiro céu (Sl 68:18; Ef 4:8), e foi ao Inferno anunciar aos perdidos Sua vitória e que eles continuarão perdidos para sempre.



6 At 2:30 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) “HAVER DE LEVANTAR O CRISTO” e “(SEGUNDO A CARNE)", portanto roubam dEle o título "O CRISTO" (O Messias, O prometido Ungido de Deus); e que era "SEGUNDO A CARNE" (isto é, através de Maria) que Ele era fruto dos lombos de Davi; e que Deus o LEVANTARIA [isto significa “exaltaria” e também significa a Sua ressurreição])!



7 At 2:38 “DOM”, singular, não “donS”, plural. Isto se refere à dádiva de o Espírito Santo passar a habitar neles, ao crerem.



8 At 2:41 "ADICIONADAS" implica que a 1a assembléia local começou ANTES de Pentecostes. Comp. v. 47.



9 At 2:47 “Tendo graça PARA COM todo o povo”: Verdadeiros cristãos demonstram graça em benefício, dirigida PARA todo o povo, mesmo que sempre recebendo ódio e perseguição DE muitos.



10 At 3:13 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle o título “O SEU FILHO” (adulterado para "SERVO").



11 At 3:26 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle o significativo nome "JESUS" (O Salvador) e o título “O FILHO” (adulterado para "SERVO").



12 At 4:4 “PALAVRA”: Rm 10:17 justifica capitalização de "PALAVRA". Ela refere-se às palavras que são totalmente de Deus, não a palavras meramente humanas, de qualquer pessoa, mesmo de Pedro e de João.



13 At 4:13 Os apóstolos eram “SEM INSTRUÇÃO” apenas no sentido de instrução formal, obtida no sistema religioso OFICIAL. Mas liam e escreviam perfeitamente, inclusive em grego. E. o mais importante de tudo: eram instruídos pelo Mestre dos mestres, e recebiam poder do Paracleto!



14 At 4:25 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas adicionam, e fica “És Aquele havendo dito POR INTERMÉDIO DO ESPÍRITO SANTO, por boca de Davi ...”, deliciando quem ensina que “o Espírito Santo é uma mera força/ influência/ instrumento/ intermediário/ manifestação de Deus Pai, e não tem existência nem personalidade próprias”. Note que as Bíblias TT nunca dizem que Deus falou através de/ por meio de/ por intermédio de/ mediante o Espírito Santo: elas sempre dizem “Deus falou”, ou “o Espírito Santo falou”, ou “o Espírito falou”, etc., porque o Espírito Santo é Deus, é uma pessoa da Trindade.



15 At 4:27 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle o título “O SANTO FILHO” (adulterado para "SANTO SERVO").



16 At 5:1-11 CONDENAÇÃO DE ANANIAS E SAFIRA: À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembléias, quanto à segurança da salvação, e há 2 soluções para esta passagem:
1) Este livro de Atos não foi dirigido nem se refere somente aos crentes da dispensação das assembléias (ver nota preambular de Hebreus), e esta passagem se aplica ao grupo de JUDEUS de antes da Diáspora do ano 70 (tendo alguns membros já salvos e pertencentes à dispensação das assembléias, e tendo outros membros ainda no vestíbulo da salvação, em parte crendo à maneira do Velho Testamento, já sendo atraídos para Cristo, mas ainda NÃO realmente estando nEle!).
2) SE tivesse sido escrita e se aplicasse aos salvos da dispensação das assembléias, a passagem se referiria ao pecado para a morte FÍSICA, a salvação continuando incapaz de ser perdida.



17 At 5:32 "ELE", gênero masculino, refere-se ao Cristo, que tem gênero masculino, não ao Espírito, que aqui está com gênero neutro (mas isto é comum, não é nenhum problema).



18 At 5:38-39 CONSELHO DE GAMALIEL: Ver notas nos outros versos usual e erroneamente usados pelos ecumênicos e anti-separatistas: 1Sm 24:4-10; Mt 7:1-2; Mt 18:15-17; Mr 9:38-40; Jo 13:35; Jo 17:21; At 5:38-39; Rm 14:4; Ef 4:3-6; Fp 1:27.
- Ver http://solascriptura-tt.org/separacao/



19 At 7:15-16 não contradiz Gn 23:17; Gn 33:19; Gn 49:30; Gn 50:13: ABRAÃO COMPROU DOIS SEPULCROS:
- O primeiro, em MACPELA perto de HEBRÓM, comprou-o juntamente com o campo ao redor, de EFROM o heteu, na presença dos filhos de Hete (Gn 23:17;49:30; 50:13). ABRAÃO FOI AÍ SEPULTADO (Sara, Isaque e Rebeca, Jacó e Lia, também) (Gn 49:31, 50:13).
- O segundo, perto de SIQUÉM, comprou-o por dinheiro dos FILHOS DE HAMOR (At 7:16). Depois, Jacó comprou, também por dinheiro, uma “parte do campo ... dos filhos de Hamor, pai de Siquém” (Gn 33:18-19), deve ter sido o campo ao redor da cova que Abrão comprara antes. JOSÉ FOI AÍ SEPULTADO (Js 24:32) (seus familiares, também).
- Em At 7:15, “E Jacó ... morreu, ele e NOSSOS PAIS” claramente se refere a José e aos demais patriarcas, não a Abraão nem a Isaque.
- Portanto o sepultamento referido no v. 16, em Siquém, não contradiz nada.



20 At 7:20 “era belo MEDIANTE (o operar de) Deus”: mesma construção de "são poderosas {adj. ...nominativo} mediante {preposição implícita} o {art. ... dativo} Deus {subst. ... dativo}", de 2Co 10:4.



21 At 7:30 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle o título "O SENHOR" (O Deus Jeová, O total Dono E Controlador).
- E aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) que O anjo é "o Anjo DO SENHOR" (fica sendo UM anjo qualquer, não uma Cristofania, uma aparição do Cristo pré-encarnação!). Tradutores adulteram "CHAMA" {phlogi, substantivo, singular} para "chamaS" (plural) (contraste Ex 3:2,4)!



22 At 7:37 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) a profecia- ordem de ouvirmos- obedecermos a Cristo! "A ELE OUVIREIS".



23 At 7:55-60: 12ª aparição de Cristo após ressurreição, e 1ª após ascensão. A Estevão, no seu apedrejamento.



24 At 8:5-25 À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembléias, quanto à segurança da salvação, e há 2 soluções para esta passagem:
1) Este livro de Atos não foi dirigido nem se refere somente aos crentes da dispensação das assembléias (ver nota preambular de Hebreus), e esta passagem se aplica ao grupo de JUDEUS de antes da Diáspora do ano 70 (tendo alguns membros já salvos e pertencentes à dispensação das assembléias, e tendo outros membros ainda no vestíbulo da salvação, em parte crendo à maneira do Velho Testamento, já sendo atraídos para Cristo mas ainda NÃO realmente estando nEle!).
2) SE tivesse sido escrita e se aplicasse aos salvos da dispensação das assembléias, a passagem se referiria a salvo sendo influenciados por falsas doutrinas - carne - mundo - Diabo, sofrendo disciplina, mas sem perder a salvação. Ele não teve os dons exclusivos dos 83 apóstolos + discípulos (Ver http://solascriptura-tt.org/Seitas/Pentecostalismo/So83ApostEDiscTiveramDonsSinais-Helio.htm), mas não perdeu sua salvação.



25 At 8:14 “Samaria tinha recebido a PALAVRA DE DEUS”: A Palavra de Deus, aqui, inclui tanto a Palavra ESCRITA (a Bíblia) como a Palavra VIVA (Deus Filho).



26 At 8:37 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) o VERSO INTEIRO! E que só é lícito batizar quem já foi salvo (através de CRER em Cristo, em Sua divindade, crer em tudo que Ele disse a respeito de Si próprio) (isto exclui bebês e criancinhas e incapazes)!
- Roubam dEle o título "O CRISTO" (O Messias, O prometido Ungido de Deus).
- Também aqui roubam dEle o título "O FILHO DE O DEUS" (Cristo é O Deus, o DEUS Encarnado, com ênfase que incessantemente foi, é, e será, 100% O DEUS).
- O verso está em: Irineu (202 d.C.), Cipriano (248 d.C. segundo muitos, 285 d.C. segundo alguns), muitos outros "pais"; TODOS os manuscritos sobreviventes da Antiga Latina (157 d.C.), códices (como o E, 8** d.C.), minúsculos (como o 4), etc.
- Decisivo: a) O Cânon de quais as exatas PALAVRAS nas línguas originais foi [tacitamente] reconhecido e fechado pela adoção por todos os verdadeiros crentes, na Reforma! b) Deus não falhou ao preservar o texto em TODAS [ou praticamente todas?] as Bíblias dos salvos fiéis, de 1522 a 1881 = 359 anos! (Para agora Deus ser salvo (!) e ter o texto restaurado pelo gênio do homem!)



27 At 9:3-7: 13ª aparição de Cristo após ressurreição (e 2ª após ascensão). A Paulo, na sua conversão; [=9:17; 22:6-11,14-15; 1Co 9:1; 15:8]; At 16:12-19.



28 At 9:5b-6a "5... DURO É PARA TI ESCOICEAR CONTRA OS AGUILHÕES. 6 E ELE (SAULO), TREMENDO E ESTANDO- ATÔNITO, DISSE: SENHOR, QUE DESEJAS QUE EU FAZER? E O SENHOR LHE DISSE ..." Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle (2 vezes) o título "O SENHOR" (O Deus Jeová, O total Dono E Controlador).
- A passagem, uma das mais fortes sobre o senhorio e divindade de Cristo, está contida no ms grego/629 (13** d.C.), em textos sobreviventes (séculos VII e XIII) da Velha Latina (traduzida em cerca de 157 d.C.); nos mss Latim/629, Velha Latina (it/ar,c,h,l,p,ph,t), Vulgata (c,l), Siríaca (h), é citado por Lúcifer (370 d.C.), Ephraem (373 d.C.), Ambrósio (397 d.C.), e Teofilato/b (1077 d.C.).
- Decisivo: a) O Cânon de quais as exatas PALAVRAS nas línguas originais foi [tacitamente] reconhecido e fechado pela adoção por todos os verdadeiros crentes, na Reforma! b) Deus não falhou ao preservar o texto em TODAS [ou praticamente todas?] as Bíblias dos salvos fiéis, de 1522 a 1881 = 359 anos! (Para agora Deus ser salvo (!) e ter o texto restaurado pelo gênio do homem!)



29 At 9:7 não contradiz At 22:9: Em At 9:7, o genitivo em “akouontev men thv fwnhv” = “OUVINDO O [?] DA VOZ” implica que ouviram só o barulho, o SOM INDISTINGUÍVEL das palavras, sem distinguí-las. Em At 22:9, o acusativo em “de fwnhn ouk hkousan” = “MAS A VOZ NÃO OUVIRAM” [daquele que falava a mim] implica que os acompanhantes de Saulo não ouviram (no sentido de que entenderam) a “voz” [isto é, as “PALAVRAS”], mas Paulo as entendeu.



30 At 9:18 “Havendo-se LEVANTADO (e saído), foi submerso”: Passagens paralelas sobre a submersão nos mostram que este “havendo-se levantado” de modo nenhum implica que Paulo foi submerso naquele mesmo segundo em que se levantou. “Havendo-se levantado” deve ser entendido como significando apenas “havendo-se levantado de seu leito ou cadeira de enfermidade, uma vez curado”, nada mais que isso, não havendo necessidade da ordenança ter sido realizada naquele mesmo segundo, no mesmo aposento. O bom senso lê a frase e aponta para a plena possibilidade de Paulo ter andado retirando-se do aposento e até saído da casa. Leiamos Gill: “Paulo foi submerso somente depois que Ananias lhe ensinou que tinha esta ordem [proveniente da parte do Senhor], e o exortou a obedecer-lha, At 22:16. E tudo isto mostra que foi feita uma submersão, pois, se tivesse sido feito qualquer outra coisa, quer derramamento- efusão [mas, neste caso, a palavra grega teria sido ‘katacheo’, como em Mr 14:3] ou borrifo- gotejamento- aspersão [mas, neste caso, a palavra grega teria sido ‘rhantizo’, como em He 9:13], Saulo poderia ter permanecido sentado/ deitado, e água poderia ter sido trazida até ele, de modo que a ordenança ali fosse realizada, mas ele se levantou (no sentido de sair de seu leito ou cadeira de enfermidade) quer para se dirigir a uma banheira que poderia haver na casa de Judas, adequada para submersão (porque os judeus tinham suas banheiras para completamente banhar seus corpos em certas ocasiões, submergindo-o) ou ele foi para algum lugar de muitas águas, fora de casa, conveniente para a administração da submersão, onde ela foi-lhe administrado por Ananias. E tudo isto também nos mostra que somente pessoas suficientemente instruídas [sobre o assunto], somente pessoas que tiveram removidas as suas escamas das trevas e da ignorância e da descrença, e que têm uma espiritual visão e um espiritual senso das coisas divinas, são os recebedores adequados desta ordenança; é por isso que os antigos costumavam chamar a submersão de ‘fwtismov’, que quer dizer ‘iluminação’, e chamar as pessoas [que iam ser] submersas de ‘[já] iluminadas’ “.



31 At 9:29 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui roubam dEle o significativo nome "JESUS" (O Salvador).



32 At 9:29 “(JUDEUS) GREGOS”, aqui, não são gregos gentios, nem gregos convertidos ao judaísmo: São os judeus nascidos e/ou criados na Grécia, ou, pelo menos, aqueles cujo principal idioma era o grego. Provavelmente aqueles das sinagogas dos libertados, e dos cireneus, e dos alexandrinos, e daqueles que são da Cilícia e da Ásia (anteriormente, Saulo havia se juntado a todos eles, pelo menos com vistas ao apedrejamento de Estêvão, At 6:9,58).



33 At 10:6 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) "ELE (SIMÃO) TE DIRÁ O QUE TE É NECESSÁRIO FAZER", assim anulam dependência e obediência a Deus!



34 At 10:30 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) "JEJUANDO ... E", extirpam as necessidade e eficácia da arma oração + jejum, contra os demônios. Quem teria interesse nisto, senão ...? (Ef 6:12).



35 At 10:44 “Aqueles que estão ouvindo- aceitando a PALAVRA”: A Palavra inclui tanto a Palavra ESCRITA (a Bíblia) como a Palavra VIVA (Deus Filho).



36 At 11:15 “DESDE O PRINCÍPIO” refere-se ao início do ministério dos apóstolos depois de já revestidos com poder do Alto, no dia do Pentecostes, quando todos os crentes (passados, de hoje, e futuros) da dispensação das igrejas foram corporativamente submersos dentro do Espírito Santo.



37 At 11:30 “PRESBÍTEROS”: Aborrecemos transliterações (geralmente são usadas para obscurecer verdade), poderíamos ter usado a tradução "ancião"; mas reservamos a transliteração "presbítero" para se referir a um OFICIAL da assembléia LOCAL, um ancião em sabedoria, em experiência espiritual, a quem a assembléia local deu o OFÍCIO de ser um dos pastores do rebanho ou um dos seus diáconos, serviçais dos pastores e da assembléia.



38 At 12:4 Verso 3 mostra que estamos dentro dos dias dos ázimos, que vêm depois do dia páscoa. Portanto, esta PÁSCOA de que o rei fala, no v. 4, como ainda estando para se realizar, talvez seja alguma coisa do paganismo ao invés de ser a páscoa judaica, ou talvez Herodes Agripa I chamava de páscoa o conjunto páscoa + todos os dias dos ázimos, que ainda estavam para se completar.



39 At 13:15 De modo nenhum se convidava para falar na sinagoga aquele que fosse desconhecido ou sobre quem pairasse alguma restrição. Portanto, de algum modo os líderes da sinagoga já conheciam ou tinham ouvido falar ou tinham Paulo e Barnabé em boa reputação; ou os admiraram em conversa prévia; ou reconheceram que eram mestres, pois tomaram assento (o costume era somente os mestres se assentarem); ou simplesmente foram levados por Deus a fazerem tal convite.



40 At 13:42 “ELES” está apenas implícito e pode se referir: (1) a Paulo e Barnabé e seus companheiros (pensamos que isto é o mais plausível, eles formam o sujeito mais próximo e anterior à citação, ver versos 15,16.); ou (2) à palavra “judeus” (sujeito anterior que está fisicamente mais próximo, mas fica dentro da citação...); (3) ou à palavra “gentios” (improvável: mesmo sendo o único nominativo deste verso, a palavra vem depois do verbo “havendo partido”).



41 At 13:42 Mss Alex / TC / bíblias moderninhas aqui extirpam / destroem (por nota / [colchetes]) "DA SINAGOGA DOS JUDEUS". Ademais, alguns traídutores (como da NVI) acrescentam "Paulo e Barnabé" (isto não está em NENHUM ms!), sem itálicas! Parafraseiam. Combinando mss e traídutores , temos algo bem diferente: "Quando Paulo e Barnabé estavam saindo, o povo os convidou ..." Ver Pickering 7.2.4.



42 At 13:43 OS PERSUADIAM A CONTINUAREM NA GRAÇA DE DEUS”: À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembléias, quanto à segurança da salvação: a passagem se refere ao salvo FRUTIFICAR, testemunhar, ter maturidade cristã.



43 At 13:48 Claramente “GENTIOS”, aqui, estes são gentios propriamente ditos, e não prosélitos do judaísmo. Ademais, não há registro de psidianos, particularmente antioquinos, tendo-se tornado prosélitos do judaísmo.



44 At 13:48 “Creram todos quantos estavam TENDO- SIDO ORDENADOS para a vida eterna”:
1) "Tendo- sido- ordenados" pode estar na voz passiva (Deus, ativo, ordenou, e o homens, passivos, foram ordenados, receberam o comando) ou pode estar na voz middle (os homens, em resposta ao chamado e habilitação provenientes de Deus, ativamente agiram sobre si mesmos, no sentido de se bem disporem/ se bem posicionarem a si mesmos para ouvirem e receberem). Repetindo, "tendo- sido- ordenados" pode ter o sentido de receberem uma ordem (comando) ou pode ter o sentido de terem se disposto em boa ordem (bem arranjados, bem posicionados, corretamente dispostos) para ouvirem e receberem.
2) De qualquer modo, aqui, "ordenação" pode ter ocorrido em um tempo desde antes da criação do mundo, até ao instante em que as pessoas ouviram o Evangelho.
3) Aqui não é dito se sempre, em todas as outras ocasiões, somente os "ordenados" creram.
4) Os versos que inequivocamente são sobre pré-ordenação PODEM ser vistos tanto com sentido individual, como com sentido somente corporativo, não individual.
5) Portanto, não é At 13:48 que definitivamente resolve todas as questões sobre predestinação, preordenação, preeleição, etc.
6) Afora a questão da ordenação, note a seqüência: 1º OUVIRAM, 2º ENTENDERAM, 3º ALEGRARAM-SE E GLORIFICARAM, 4º CRERAM. Para o nosso praticar, isto é o que importa: pregarmos a todos que pudermos pregar, pregarmos fiel e simplesmente, esforçarmos-nos por fazer entender, orarmos a Deus (para que entendam e creiam), mas também exortarmos (a que creiam e recebam Cristo como o Salvador e o Senhor).



45 At 14:1 “GREGOS”, aqui, são gentios que falavam grego. Não eram prosélitos, não tinham aderido ao judaísmo.



46 At 14:22 “PERMANECEREM NA FÉ ... ATRAVÉS DE MUITAS AFLIÇÕES NOS IMPORTA ENTRAR PARA O REINAR DE DEUS.”: À luz do contexto local (e de toda a Bíblia), nada afeta o verdadeiro salvo, da dispensação das assembléias, quanto à segurança da salvação, e há 2 soluções para esta passagem:
1) Este livro de Atos não foi dirigido nem se refere somente aos crentes da dispensação das assembléias (ver nota preambular de Hebreus), e esta passagem se aplica ao grupo de JUDEUS de antes da Diáspora do ano 70 (tendo alguns membros já salvos e pertencentes à dispensação das assembléias, e tendo outros membros ainda no vestíbulo da salvação, em parte crendo à maneira do Velho Testamento, já sendo atraídos para Cristo mas ainda NÃO realmente estando nEle!).
2) SE tivesse sido escrita e se aplicasse aos salvos da dispensação das assembléias, a passagem se referiria ao salvo FRUTIFICAR, testemunhar, ter maturidade cristã.



47 At 14:23 “HAVENDO ELEITO- EM- VOTAÇÃO- POR- ERGUER- DE- MÃOS” é uma palavra só, muito específica, o verbo "5500 cheirotoneo" (que veio de “cheir” (mãos, originou o português quiropata, etc.) e de “teino” (estirar, estender))


1   2   3   4   5   6   7   8   9


©livred.info 2019
enviar mensagem

    Página principal