Aos onze dias do mês de fevereiro de 2004, no Auditório da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, reali



Baixar 11,58 Kb.
Encontro10.07.2018
Tamanho11,58 Kb.

Aos vinte e nove dias do mês de julho de dois mil e treze, no auditório da SESAP/RN, décimo segundo andar, sito à Av. Marechal Deodoro da Fonseca, setecentos e trinta, Cidade Alta, na cidade do Natal, Rio Grande do Norte, realizou-se a Centésima terceira Reunião Extraordinária-RE, do Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte - CES/RN. Às quatorze horas e trinta minutos, o Presidente em exercício Denilson Anchieta Rodrigues iniciou a reunião após ter coferindo quorum. Justificativa de Ausências, Rosana Alves Vilar por motivo de estar participando de outro evento em Recife. Informes: Devido coincidência das nossas reuniões com a do Conselho Nacional de Saúde propôs-se que seja mudado as datas das reuniões do CES/RN, nos meses de agosto e novembro para o dia treze. Todos concordaram com a mudança. Francinete Melo dos Santos informou que juntamente com João Evangelista atualizou o SARGSUS e sugeriu que seja feito uma oficina juntamente com a Comissão de visita aos municípios para poder acompanhar toda política que esteja disponibilizado no SAGSUS. E que terá um momento rico no dia quinze de agosto, o qual esta sendo bastante procurado. Chegou um convite para o CES/RN participar do “Movimento Saúde mais Dez” em Brasília, no dia cinco de agosto. Foi definido que participarão três conselheiros, quais sejam, Francinete Melo que esta a frente do Movimento, Heloisa Helena e Denílson Anchieta. Dando sequência a reunião Terezinha Rego foi convidada a fazer sua apresentação. Terezinha Rego fez sua explanação sobre o Plano Estadual de Saúde do RN, a qual se encontra na integra na SETEX/CES/RN. Luiz Roberto Leite Fonseca falou que é sempre uma satisfação estar presente nas reuniões do CES/RN. Sei o quanto todos vocês tem a colaborar; Que de oitenta e oito para hoje vem sendo feita a construção do SUS e particularmente essa situação que vivemos hoje está em todo pais e não é só nossa gestão. O nosso povo é bom e é comprometido. Tem vontade de fazer acontecer e nesse momento que a saúde não tem finanças que o controle social tem que despertar na assembleia legislativa para que tenhamos autonomia financeira e não apenas administrativa; Que estava negociando o custeio para insumos dos hospitais que iria ser suspenso a partir do dia seguinte; Que a receita e ICMS já superam duzentos bilhões de reais. O secretario continuou sua explanação a qual esta disponível na SETEX/CES/RN. Denílson Anchieta Rodrigues em nome do CES/RN agradeceu a presença do secretario e já informou que no próximo dia treze de agosto será a próxima reunião ordinária para que essa apresentação seja agendada o secretario prometeu estar presente neste ponto de pauta. Parabenizou-se a quem se dedicou ao plano que foi apresentado. Para Francinete Melo dos Santos foi bastante gratificante ter se debruçado, pois foi um grande aprendizado e propôs que cada conselheiro faça a leitura do plano para que de fato entenda a saúde do RN. Sugeriu também que sejam feitas oficinas para ler e entender esse planejamento em cada uma das suas metas. Geolípia Jacinto da Silva parabenizou Terezinha Rego e agradeceu tanto pela sua fala, como a do secretario. Questionou se era moral um medico ganhar por um plantão o valor de um mil novecentos e sessenta reais, enquanto um técnico de enfermagem receber por mês oitocentos e noventa reais; Será que a prioridade do governo são as propagandas, enquanto as mulheres estão parindo no chão dos corredores das maternidades. Afirmou que são muitos os questionamentos, e que é preciso termos coragem e fazer propostas; Que reconhece que houve uma evolução na programação das ações, porém, não temos condições de desenvolver as ações. Parabenizou o secretário pela coragem de vir aqui e dizer o que disse, e, que não desista, pois precisamos de pessoas assim. Vandercí José Borges Maciel enfatizou sua expectativa de que o discurso do secretário não seja de despedida, pois quando outros secretários vieram aqui e falaram o que o que foi dito, foi discurso de despedida; Que a saúde hoje é secundaria e não primaria; Que é refém da limitação de recursos não conseguindo gerir suas demandas; Que se busque meios para que o secretario possa gerir a questão do financeiro. Finalizou destacando que o plano estadual de saúde está muito bem elaborado, e que parabeniza a todos. Francisco de Assis fez um desabafo de que neste país as duas ações que deveriam ser prioridade deveriam ser saúde e educação; Que os prefeitos vão para Brasília só para se promover já se aproveitando para a campanha de dois mil e quatorze; Que foram liberados dezessete unidades do programa saúde da família para o Seridó, porém nesses municípios os prefeitos alegam não ter verba para exames de alta complexidade. Que não ver Nenhuma, pois não adianta se tem o plano mais não é executa-lo. Que os conselhos municipais de saúde estão abandonados e que os presidentes dos conselhos na sua maioria só fazem balançar a cabeça, e não tem nenhum posicionamento crítico. Edineuza Jones afirmou que o PPA deveria ser a primeira peça a ser elaborada no entanto é a ultima. Que era para os movimentos sociais estarem participando e elaborando junto esse plano; Que a Loa diz no que deve ser gasto; Que os hospitais não estão cumprindo seus planos e metas; Que gostaria de saber o que os hospitais estão fazendo para atingir essas metas. Denilson Anchieta Rodrigues colocou em votação a aprovação ou não do Plano Estadual de Saúde, que teve treze votos favoráveis e foi aprovado por unanimidade. Encerramento: Nada mais havendo a tratar o Presidente do CES/RN, Denilson Anchieta Rodrigues encerrou a reunião que contou com a presença dos seguintes conselheiro titulares Aldenísia Alves Albuquerque Barbosa; Salefe Lucia Varela Santos, representante do CRESS/RN, Antonio Barbosa dos Santos Junior, representante do Sind. dos Trab. em Serviços Publico federal do RN; Thamiris dos Santos Paiva, representante do SINDAP/RN; Vanderci José Borges Maciel, representante da ADEFERN; Edineuza Jones da Silva, representante da FECEB/RN; Eulálio Luiz da Silva, representante da CUT; Francinete Melo dos Santos, representante da pastoral da Criança. Conselheiros (as) Suplentes: Camila de Medeiros Costa, representante da SESAP/RN; Marcos Aurélio Marques da Silva, representante do Sind. Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior; Heloisa Helena Lima Barroca, representante do Conselho Regional de Farmácia; Cristino Ananias Alves, representante da APREC; Eugenio Dantas de Almeida, representante do Sind. Nacional dos Aposentados Pensionistas e Idoso da Força Sindical do RN; Francisco de Assis de Araújo, representante da FETARN; Erasmo da Gama Paes Neto, representante da Pastoral da AIDS. Presentes ainda na reunião a Coordenadora de Plenárias Marli de Medeiros Nóbrega; e, Erivan Oliveira da Silva, Solane Maria Costa – SESAP/DAI/MS, Severino Junior – CPS/SESAP, Ana Clara Araújo Guedes – Auditora/SESAP, Terezinha Guedes Rego Oliveira – CPCS/SESAP, Maria Jaqueline Sampaio Lucena – VI URSAP, Nerialba Nobre M. de Souza – CPCS/SESAP, Antonely Mateus Nunes – ACS/BAO SAÚDE, Luiz Roberto Leite Fonseca – Secretario de Saúde, Maristela de Almeida Cardoso – SEA/SESAP/RN. Além dos membros da Secretaria Executiva do CES/RN: Vaniluce Ramos Moreira Carujo, Gilva Rocha, Nilsomar Dias da Silva, Ozelita Medeiros, Rossilvam e Clara de Assis Tavares de Lima.




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal