A têmpera do caráter



Baixar 163,02 Kb.
Encontro23.02.2019
Tamanho163,02 Kb.


a têmpera1 do caráter


26/08/2006
1 Sm 20-22

introdução


  1. Às vezes imaginamos que o forjar de Deus da têmpera da nossa fé, será um tapete de vitórias .

  2. Desde que Davi foi escolhido Rei, o Senhor e a sua unção estavam sobre ele .

  3. Mas isto não impedia que grandes lutas ocorressem em sua vida

  4. Estas eram instrumentos de Deus para forjar o caráter do seu servo.

  5. Nos cap 20-22 encontramos Davi sendo forjado na fornalha das aflições

  6. A têmpera do caráter do servo de Deus é forjada na fornalha das aflições

  7. Ilustração da têmpera do aço

  8. Nestes textos encontraremos os aspectos em que o caráter de Davi estava sendo forjado. Que aspectos são estes ?

i a têmpera dos valores


  1. Pessoas  Amizade
1 Sm 20
17 E Jônatas fez Davi reafirmar seu juramento de amizade, pois era seu amigo leal.



  1. Palavra  Lealdade , compromisso
8 Mas seja leal a seu servo, porque fizemos um acordo perante o SENHOR. Se sou culpado, mate-me você mesmo! Por que entregar-me a seu pai?
14 Se eu continuar vivo, seja leal comigo, com a lealdade do SENHOR; mas se eu morrer,
15 jamais deixe de ser leal com a minha família, mesmo quando o SENHOR eliminar da face da terra todos os inimigos de Davi”.
16 Assim Jônatas fez uma aliança com a família de Davi, dizendo: “Que o SENHOR chame os inimigos de Davi para prestarem contas”.
42 E ele disse a Davi: “Vá em paz, pois temos jurado um ao outro, em nome do SENHOR, quando dissemos: O SENHOR para sempre é testemunha entre nós e entre os nossos descendentes”.

  1. Deus  Não havia mais ninguém em quem ele pudesse confiar ou depender, somente o Senhor que o chamara e o ungira.

ii A têmpera da confiança no socorro divino


  1. O suprimento que procede da mesa de Deus
1Sm 21. 6 Então, o sacerdote lhe deu os pães consagrados, visto que não havia outro além do pão da Presença, que era retirado de diante do SENHOR e substituído por pão quente no dia em que era tirado.

  1. Até as armas do inimigo são colocadas em nossas mãos
9 O sacerdote respondeu: “A espada de Golias, o filisteu que você matou no vale de Elá, está enrolada num pano atrás do colete sacerdotal. Se quiser, pegue-a; não há nenhuma outra espada”. Davi disse: “Não há outra melhor; dê-me essa espada”.



  1. A
    10/09/2006n
    casa do inimigo se transforma em refúgio e segurança.
10 Naquele dia, Davi fugiu de Saul e foi procurar Aquis, rei de Gate.

iii a têmpera da atitude de alma que é forjada pelo Senhor

1Sm 21
12 Davi levou a sério aquelas palavras e ficou com muito medo de Aquis, rei de Gate.
13 Por isso, na presença deles fingiu que estava louco; enquanto esteve com eles, agiu como um louco, riscando as portas da cidade e deixando escorrer saliva pela barba.
14 Aquis disse a seus conselheiros: “Vejam este homem! Ele está louco! Por que trazê-lo aqui?
15 Será que me faltam loucos para que vocês o tragam para agir como doido na minha frente? O que ele veio fazer no meu palácio?”

introdução


  1. Quando olhamos para a maneira como o Senhor estava forjando o caráter de Davi aprendemos que havia uma lição a mais na experiência dele em Gate.

  2. Aquele não foi um momento fácil

  3. Aos olhos de todos os homens e dele mesmo, a maneira que ele pode perceber a segurança na casa do inimigo, envolvia algo que foi descrito por Ken Blanchard nos seguintes termos :

O Sucesso não é eterno e o fracasso não é fatal
Ken Blanchard e Don Shula

  1. Aos olhos humanos Davi:

    1. Era o vencedor derrotado

    2. O enlouquecido pelas suas tragédias pessoais

    3. Ou no mínimo o mais humilhado de todos os homens.

  2. Mas, e aos olhos de Deus ?

    1. O senhor queria ensinar a Davi que o sucesso não é eterno!

    2. Na verdade ele é tremendamente passageiro.

    3. Nossas vitórias duram muito pouco 

      1. Aquele que havia sido aplaudido ao entrar na cidade agora não tinha lugar em sua terra

      2. Aquele que era o herói da nação agora era um fugitivo com a cabeça a prêmio

    4. Por isso, o verdadeiro sentido do sucesso e do fracasso não se encontram no aplauso humano, mas no que Deus pensa de nós.

    5. A aprovação divina é o único sucesso que interessa.

  3. Mas aos olhos de Deus o aparente fracasso também não é fatal, na verdade ele é parte do treinamento de valores.

  4. Sucesso e fracasso precisam desenvolver em nós humildade, dependência de Deus e gratidão.

  5. Estar em Gate levou a perceber que só o Senhor é o seu verdadeiro protetor  ninguém mais com ele

  6. Estar em Gate levou-o a compreender que o seu valor não depende do que os outros pensam sobre ele  mas sim do plano que Deus tem para a sua vida  Mesmo que parecesse a loucura do insano ele seria o rei , simplesmente porque este era o plano do seu Deus .

  7. Estar em Gate levou-o a compreender o poder da humildade

    1. Quando nos humilhamos debaixo da potente mão de Deus ele a seu tempo nos exalta.

    2. Quando aprendemos a ser humildes, obtemos o respeito e a admiração dos nossos liderados

    3. Nos tornamos agentes da glória de Deus na terra

  8. Na verdade este era o pecado de Saul  desejar tão ardentemente ser honrado que se tornou um louco obcecado pelo seu próprio valor , mas aquele que voluntariamente se fez louco diante dos homens foi honrado por eles e pelo seu Deus .

  9. Deus nos coloca em situações difíceis para que possamos aprender que o sucesso não é eterno, nem o fracasso é fatal, eles são , simplesmente etapas da nossa jornada.

  10. Mas o andar em submissão e humildade com o Senhor, no tempo certo, revelará o seu poder .

  11. Aprenda hoje 

    1. A honrar aquele que é a razão do seu sucesso  O Senhor da sua vida

    2. A reconhecê-lo como o seu protetor

    3. A
      17/09/2006
      perceber que o seu valor não está naquilo que as pessoas pensam de você, mas no que Deus vê em seu coração

    4. A viver em submissão e humildade diante do nosso Senhor

iv a Têmpera dos valores de liderança na vida do servo de Deus

1 Sm 22
1 Davi fugiu da cidade de Gate e foi para a caverna de Adulão. Quando seus irmãos e a família de seu pai souberam disso, foram até lá para encontrá-lo.
2 Também juntaram-se a ele todos os que estavam em dificuldades, os endividados e os descontentes; e ele se tornou o líder deles. Havia cerca de quatrocentos homens com ele.

  1. Liderança é pastoreio  É cuidar, antes de tudo, do coração das pessoas.

    1. As vezes imaginamos que o bom líder é o que produz mais.

    2. Mas o que Deus queria ensinar a Davi era que ele nunca seria um bom rei se ele não compreendesse que a sua função de liderança o fazia ser pastor do coração do seu povo.

    3. Aquelas pessoas na caverna de Adulão , eram os excluídos da sociedade

      1. Endividados  que perderam suas terras e logo perderiam a sua liberdade, pois naqueles dias se pagava uma dívida com a escravidão.

      2. Alguns amarguravam-se porque talvez seus filhos e esposas fossem escravos de seus credores.

      3. O nível de descontentamento era imenso

      4. E o tipo de dificuldades eram as mais variadas ( inclusive políticas)

    4. Por isso para poder liderá-los ele precisava pastorear os seus corações, olhar para os seus sentimentos, compreender as suas necessidades, dividir com eles suas dores, a ponto de se sentirem um só povo.

    5. Deus nos colocou na caverna de Adulão , e a nossa volta estão pessoas feridas e machucadas pela vida,

      1. O seu chamado foi para que completássemos a sua obra que foi assim descrita na palavra :
Lc 4
18 “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos
19 e proclamar o ano da graça do Senhor”.

    1. Deus nos fez, a cada um de nós, seus sacerdotes .

    2. Ele deseja que olhemos para as necessidades dos nossos semelhantes e sejamos os agentes do seu amor.

    3. Co-pastores do seu rebanho

      1. Quais são as necessidades das pessoas que Deus colocou ao seu lado?

      2. O que vai no coração delas ?

        1. Olhe para os de dentro da sua casa

          1. Esposa / esposo

          2. Filho /filha

          3. Pai/mãe

        2. Olhe para os que convivem com você

          1. Vizinhos

          2. Funcionários

          3. Colegas de trabalho

          4. Amigos

          5. Parentes

    4. Todos eles estão na caverna com você, mas você foi ungido pelo Senhor para ser o co-pastor de Jesus .

    5. A sua célula

    6. Os que buscam oração e mudança

  1. Liderança é implantar a semente de um futuro melhor nos que não vêem esperança

    1. Não adiantava pastorear o coração de toda esta gente sem que eles almejassem um futuro melhor

    2. Por isso o papel do líder é plantar uma semente de esperança.

    3. Um desejo ardente de que um futuro melhor seja construído

    4. Mesmo que isto represente muito esforço e , as vezes , novas perdas.

    5. Mas é a antevisão de algo que se vai construir e que representará mudança é o que nos motiva a continuar na jornada.

    6. Davi era o novo ungido de Deus .

    7. Talvez muito pouca gente pudesse crer naqueles dias da caverna que esta profecia se cumpriria, mas os 400 na caverna de Adulão já se viam como sendo a guarda pessoal do novo rei.

    8. Era a semente de um futuro melhor que os fazia marchar, lutar e vencer

    9. A vida e o esforço deles tinha valor e significado

    10. Quando somos pastores de pessoas e não apenas generais, construímos não apenas uma utopia , mas a um futuro melhor, possível pelo poder e pela graça de Deus .

    11. Não somos ministros da auto-ajuda somos profetas da esperança e do poder de Deus .

    12. Quando dizemos :

      1. Que Deus pode e quer intervir nos seu casamento

      2. Que ele pode libertar você das paixões que destroem o seu caráter e as vezes família

      3. Que as drogas podem e serão vencidas

      4. Que as marcas do seu abuso não precisam ser uma sina eterna

    13. O futuro melhor é a superabundante graça Deus reconstruindo a nossa história.

    14. Por isso o líder é o que semeia fé ! O que viu o invisível ! E por isso ajuda os seus companheiros a ver e buscar o que a fé anteviu.

    15. Um exercício de fé 

      1. Eu vejo o templo contruído

      2. Eu vejo mares de gente se achegando ao Senhor

      3. A glória do Senhor brilhando entre nós

      4. O poder de ‘Deus libertanto oprimidos do diabo

      5. Curando enfermos

      6. Contruindo o caráter dos nossos jovens e crianças

      7. Líderes da nação saindo destas fileiras

      8. Uma Curitiba aos pés de Jesus por causa do Senhor em suas vidas

      9. Milhares de células espalhadas pela cidade

      10. Missionários treinados e enviados por esta igreja

      11. Um grande movimento de liberalidade no espírito Santo

      12. Um exército de fé marchando para glória do Senhor.

  2. L

    iderança é integridade mesmo quando o meio não é íntegro.


    1. Outra Lição que a caverna de Adulão tinha a oferecer era a lição da integridade

    2. Aqueles homens estavam prontos a viver qualquer tipo de ética

    3. Já haviam sido espoliados, mal tratados, suas famílias estavam separadas deles, as instituições de justiça se mostravam falidas , por isso havia muita pressão no meio do grupo para que se tornassem no grupo de bandoleiros da terra.

    4. Roubar mentir, matar, oprimir pareciam ser as suas opções.

    5. Não havia lugar para a justiça e a ética em um grupo assim.

    6. Mas a lição da integridade, nos ensina que nossos valores não dependem de lugar ou das instituições que representamos. Coloque o Slide a cima

    7. Só depende do que carregamos dentro do nosso coração

    8. Por isso Davi foi capaz de fazer de um bando de ladrões, soldados destemidos da sua pátria a proteger as cidades e vilas das incursões dos inimigos.

    9. Os valores que precisam de patrulhamento para serem vividos nunca foram valores do nosso coração, mas mera expressão da nossa hipocrisia.

    10. Por isso o líder que Deus aprova é aquele que é o que é em qualquer lugar

  3. Liderança é reconhecer a importância da família

    1. Liderança não pode e não deve ser uma missão solitária  pois a nosso primeira tarefa como líderes é liderar a nossa casa

    2. Nosso amor e cuidado são as ferramentas da nossa liderança

    3. A parada em Moabe foi um a lição de prioridades  Família em primeiro lugar .
1 Sm 22
3 De lá Davi foi para Mispá, em Moabe, e disse ao rei de Moabe: “Posso deixar meu pai e minha mãe virem para cá e ficarem contigo até que eu saiba o que Deus fará comigo?”
4 E assim ele os deixou com o rei de Moabe, e lá eles ficaram enquanto Davi permaneceu na fortaleza.
5 Contudo, o profeta Gade disse a Davi: “Não fique na fortaleza. Vá para Judá”. Então Davi foi para a floresta de Herete.

1 O conjunto de operações de aquecimento do aço sob controladas temperaturas, tempo, atmosfera e velocidade de resfriamento é chamado de tratamento térmico. Os diferentes tipos de tratamento têm como objetivo alterar as propriedades do aço ou conferir determinadas características ao metal. Enquanto os aços de baixo e médio carbono, geralmente, são utilizados após serem forjados ou laminados, os aços de alto carbono e com elementos de liga necessitam ser submetidos a tratamentos térmicos antes da respectiva aplicação. Recozimento, normalização, têmpera, revenimento e coalescimento são os tipos de tratamento térmico mais comuns. O processo de têmpera será o foco dessa edição. O objetivo da têmpera está na obtenção de uma microestrutura que proporcione ao aço propriedades elevadas de dureza e resistência mecânica. O processo consiste no aquecimento até a temperatura de austenitização, ou seja, entre 815 °C e 870 °C. O controle da temperatura durante o aquecimento, nos fornos, é feito por pirômetros. Nas forjas o mecânico identifica a temperatura pela cor do material aquecido (ver quadro). É importante ressaltar que o aquecimento deve ser lento no início, a fim de não provocar defeitos no metal. A manutenção da temperatura varia de acordo com a forma da peça e o tempo nessa fase deve ser bem controlado. Em seguida, o aço é submetido a um resfriamento rápido, provocando a obtenção de uma estrutura martensítica. O processo provoca algumas deficiências no aço, como a redução da ductilidade e da tenacidade, além de tensões internas que podem ocasionar deformação, empenamento e fissuração. Por conta disso, é recomendável que o aço temperado seja submetido ao revenimento. http://www.inda.org.br/por_dentro_tempera.php data de acesso 26/08/2006

Paschoal Piragine Jr - - 23/2/2019




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal