A mensagem do Islam



Baixar 0,72 Mb.
Página1/13
Encontro19.07.2018
Tamanho0,72 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13



A

Mensagem do Islam

Por:

Dr.Abdurrahman al-Sheha
Tradução: Ninevah Barreiros

Revisão: Sheikh Rodrigo Oliveira

Índice


  1. Introdução

  2. Monoteísmo no Islam

  3. Os Principais Objetivos do Islam

  4. Qualidades Distintas do Islam

  5. O Aspecto Espiritual do Islam

  6. Crença em Allah

  7. Crença nos Anjos

  8. Os Méritos da Crença nos Anjos

  9. Crença nos Livros de Allah

  10. Os Méritos da Crença nos Livros de Allah

  11. Crença nos Mensageiros

  12. Quem é Muhammad?

  13. Os Méritos da Crença nos Mensageiros

  14. Crença do Último Dia

  15. Os Méritos da Crença no Último Dia

  16. Crença em Qadaa & Qadar

  17. Os Méritos da Crença em Qadaa & Qadar

  18. Os Pilares do Islam

1° Pilar do Islam: Os Dois Testemunhos de Fé

O Significado de Laa ilaaha il’laa Allah

As Condições da Shahadah

O Significado do segundo Testemunho

2° Pilar do Islam: Salaah

3° Pilar do Islam: Zakaah

4° Pilar do Islam: Jejum

5° Pilar do Islam: Hajj




  1. O Aspecto Político do Islam

  2. O Aspecto Econômico do Islam

  3. O Aspecto Social do Islam

  4. Direitos do Governante

  5. Direitos do Governado

  6. Direitos dos Pais

  7. Direitos do Marido

  8. A Obrigação do Marido com a Esposa

  9. Direitos dos Parentes

  10. Direitos dos Filhos

  11. Direitos do Vizinho

  12. Direitos dos Amigos e Companheiros

  13. Direitos dos Convidados

  14. Direitos relacionados ao Emprego

  15. Direitos do Empregador

  16. Direitos do Empregado

  17. Direitos e Obrigações Gerais

  18. O Aspecto Moral do Islam

  19. Proibição quanto à Comida, Bebida e Vestimenta

  20. Os Mandamentos do Islam

  21. Breve Apanhado das Etiquetas Islâmicas

  22. Etiquetas para as Refeições

  23. Etiquetas das Necessidades

  24. Etiquetas para pedir Permissão

  25. Etiquetas dos Cumprimentos

  26. Etiquetas para se referir ao assento

  27. Etiquetas das Reuniões

  28. Etiquetas de Conversação

  29. Etiquetas do Gracejo

  30. Etiquetas para se visitar um doente

  31. Etiquetas das Condolências

  32. Etiquetas para Dormir

  33. Etiquetas para se aproximar da Esposa

  34. Etiquetas da Viagem

  35. Etiquetas para lidar com a propriedade pública

  36. Etiquetas do Comércio

  37. Conclusão


Eu começo com o Nome de Allah, O Misericordioso, O Misericordiador
Todo o louvor é para Allah, o Senhor dos mundos, e que Allah envie louvores sobre Seu Profeta, e o mantenha e à sua família à salvo e protegidos do mal.
Allah SWT diz:
Dize: “Ó seguidores do Livro1! Vinde a uma palavra igual entre nós e vós: não adoremos senão a Allah, e nada Lhe associemos e não tomemos uns aos outros por senhores, além de Allah.” E, se voltarem as costas, dizei: “Testemunhai que somos moslimes. [3:64]
O Islam é a religião que concorda com as disposições naturais do homem. Ela encoraja os muçulmanos e os chama para que perguntem sobre as coisas que são incompreensíveis a eles, através da consultas às autoridades competentes e versadas. No Islam não há coisas obscuras ou misteriosas; ela nos permite perguntar sobre todas as coisas. Allah SWT diz:
Então, perguntai aos sapios da Mensagem, se não sabeis. [16:43]

Por natureza, os seres humanos têm muitas questões em suas mentes que necessitam de respostas claras e lógicas, e o Qur’an fornece tais respostas. Algumas dessas perguntas básicas são as seguintes:



  1. Qual é a origem da humanidade? A resposta para isso pode ser encontrada nas palavras de Allah:


E, com efeito, criamos o ser humano da quintessência de barro, em seguida, fizemo-lo gota seminal, em lugar estável, seguro. Depois, criamos, da gota seminal, uma aderência; e criamos, da aderência, embrião; e criamos, de embrião, ossos; e revestimos os ossos de carne; em seguida, fizemo-lo surgir em criatura outra. – Então, Bendito seja Allah, O Melhor dos criadores. [23:12-14]


  1. Qual é a posição do ser humano no universo? Allah SWT diz:


E, com efeito, honramos os filhos de Adão e levamo-los por terra e mar e demos-lhes por sustento das coisas benignas, e preferimo-los, nitidamente, a muitos dos que criamos. [17:70]


  1. Por que Allah criou o ser humano? Allah SWT diz:



E não criei os jinns e os humanos senão para Me adorarem. Não desejo deles sustento algum, e não desejo que Me alimentem. Por certo, Allah é O Sustentador, O Possuidor da força, O Fortíssimo. [51:56-58]
Ele SWT também diz:

E supusestes que vos criamos, em vão, e que não seríeis retornados a Nós? Então Sublimado seja Allah, O Reis, O Verdadeiro! Não existe deus senão Ele. Ele é O Senhor do nobre Trono! [23:115-6]


  1. Quem é o Criador? Ele é o Único que merece ser adorado. Allah SWT diz:

Ele é Allah. Não existe deus senão Ele, O Sabedor do Invisível e do visível, Ele é O Misericordioso, O Misericordiador. Ele é Allah. Não existe deus senão Ele, O Rei, O Puro, A Paz, O Confortador, O Predominante, O Todo-Poderoso, O Transcendente, O Orgulhoso. Glorificado seja Allah, acima do que idolatram. Ele é Allah, O Criador, O Iniciador da criação, O Configurador; dEle são os mais belos nomes. O que há nos céus e na terra glorifica-O. E Ele é O Todo-Poderoso, O Sábio. [59:22-24]


  1. Qual deve ser o comportamento para com as coisas que Allah criou no universo? Allah SWT diz:


Ó vós que credes! Comei das coisas benignas que vos damos por sustento, e agradecei a Allah, e só a Ele adorais. [2:172]


  1. Qual é a verdadeira religião que a pessoa deve adentrar e qual é o caminho que leva à felicidade na próxima vida? Allah SWT diz:


E quem busca outra religião que o Islam, ela não lhe será aceita, e ele, na Derradeira Vida, será dos perdedores. [3:85]


  1. Qual é o caminho que leva à paz interior e de coração e à estabilidade mental? Allah SWT diz:

Os que crêem e cujos corações se tranqüilizam com a lembrança de Allah.” – Ora, é com a lembrança de Allah que os corações se tranqüilizam – [13:28]



  1. E quanto àqueles que não acreditam em Allah e em Suas revelações?


E quem der de ombros a Minha Mensagem, por certo, ele terá uma vida atormentada e ressuscitá-lo-emos cego, no Dia da Ressurreição. [20:124]


  1. Qual é o nosso final nesta vida? Allah SWT diz:

Cada alma experimentará a morte. E, apenas, no Dia da Ressurreição, sereis compensados com vossos prêmios. Então, quem for distanciado do Fogo e introduzido no Paraíso, com efeito, triunfará. E a vida terrena não é senão gozo falaz. [3:185]


  1. É possível que nós sejamos recriados? Allah SWT diz:


E, esquecendo sua criação, propõe, para Nós, um exemplo. Diz: “Quem dará a vida aos ossos, enquanto resquícios?” Dize: “Quem os fez surgir, da vez primeira, dar-lhe-á a vida – e Ele, de todas as criaturas, é Onisciente. [36:78-79]
Ele SWT também diz:
Ó homens! Se estais em dúvida acerca da Ressurreição, por certo, Nós os criamos de pó; em seguida, de gota seminal; depois, de uma aderência; em seguida, de embrião configurado e não configurado, para tornar evidente, para vós, Nosso poder. E fazemos permanecer, nas matrizes, o que queremos, até um termo designado. Em seguida, fazemo-vos sair crianças. [22:5]


  1. O que acontece após a morte? Allah SWT diz:


Por certo, os que renegam a fé, dentre os seguidores do Livro, e os idólatras estarão no Fogo do Inferno; nele, serão eternos. Esses são os piores da criação. Por certo, os que crêem e fazem as boas obras, esses são os melhores de toda a criação. Sua recompensa, junto de seu Senhor, são os jardins do Éden, abaixo dos quais correm os rios; nesses, serão eternos, para todo o sempre. Allah se agradará deles, e eles se agradarão dEle. Isso para quem receia a seu Senhor. [98:6-8]
Querido leitor eu reafirmo a você que o Islam possui todas as soluções para os problemas que o mundo enfrenta hoje. O mundo tem aplicado muitas doutrinas para solucionar alguns de seus maiores problemas, mas vez após vez essas doutrinas provam serem impróprias e incapazes de resolvê-los. Então por que as pessoas não aplicam as leis dos Islam em suas vidas para buscarem uma melhoria na vida humana?
C.E.Abdullah Archibald W. Hamilton disse:
Eu sinto que devo escrever e expressar meus agradecimentos de coração a todos os irmãos muçulmanos que, quando eu entrei no Islam, foram tão gentis em escrever ou enviar telegramas para mim. Eu aprecio seus bons votos mais do que as palavras podem transmitir. Depois da última guerra, quando o mundo atravessava rios de sangue, eu pensei que toda a paz e boa vontade iriam acabar, mas o fato de os meus irmãos muçulmanos à sete mares de distância estarem tão prontos para estender uma mão de amizade traz uma mensagem de esperança e boa vibração para mim. Isso provou para mim mais do qualquer outra coisa, que somente o Islam pode trazer paz a este mundo.
Querido leitor, alguns muçulmanos hoje estão perdidos e não aplicam os ensinamentos do Islam em suas vidas; eles são muçulmanos apenas pelo nome. Um verdadeiro muçulmano aplica os mandamentos do Qur’an e da Sunnah em sua vida diária. Um verdadeiro muçulmano não é aquele que escolhe do Islam o que lhe convém e deixa o resto de lado!
Não é apropriado que o Islam seja associado com certos países ou raças. Além do mais, não é apropriado dizer que todos os muçulmanos vivem suas vidas em conformidade com a Lei Islâmica. Na realidade, muitos muçulmanos estão perdidos e não aplicam os verdadeiros ensinamentos do islam. O Islam não é como alguns pensam – meros ritos religiosos que são praticados em tempos pré-estabelecidos – mas engloba fé, lei, devoções, transações e procedimentos. É uma religião e também é um sistema governamental. Foi dito:
“Mas que grande religião, se ao menos houvesse homens que colocassem seus ensinamentos em prática, aderissem a seus mandamentos e se afastassem de suas proibições”.
Em seu livro “What is Islam?” W. Montgomery Watt disse:
O preconceito é só um das dificuldades a serem encontradas pelos Europeus e Americanos estudantes do Islam. Tão logo ele comece a descrever o Islam como ‘a religião do Qur’an’ ou ‘a religião de quatro milhões de muçulmanos hoje’, ele introduz uma categoria que não encaixa na categoria de “religião”. Porque, o que é “religião” hoje para os ocidentais? No máximo, para um homem comum, significa uma forma de passar uma hora ou mais do domingo em práticas que dão a ele algum apoio e força para lidar com os problemas de vida diária, e que o encoraja a ser amigável para com outras pessoas e a manter os padrões da propriedade sexual; ela tem pouco ou nada a ver com o comércio ou a economia ou a política ou relações industriais. No pior caso, ela promove uma atitude de complacência nos indivíduos mais prósperos e cria soberba. Os Europeus podem até mesmo olhar para a religião como um ópio desenvolvido pelos exploradores das pessoas comuns para mantê-los submissos. Quão diferente das conotações para os muçulmanos do versículo: “A verdadeira religião de Deus é o Islam”! A palavra traduzida como ‘religião’ é Deen, que em árabe comumente se refere a um modo inteiro de vida. Não é um assunto privado para os indivíduos, abrangendo apenas a periferia de suas vidas, mas algo que é tanto público como privado, algo que permeia o todo – dogma religioso, formas de adoração, teorias políticas, e um detalhado código de conduta, incluindo até mesmo assuntos que os Europeus classificariam como higiene ou etiqueta.
O Islam, em sua totalidade, foi revelado ao Profeta Muhammad s.a.w. e é imutável; os muçulmanos por outro lado, mudaram. Se um muçulmano erra, isso não significa que o Islam concorda com sua ação. Mais claramente: se uma pessoa sabe como construir um carro desmontado, e ela falha em seguir o manual e monta o carro incorretamente... isso significa que o manual está errado?
Eu peço ao leitor deste livro que leia-o sem noções pré concebidas sobre o Islam, e que seu objetivo seja alcançar a verdade, não buscar pelas faltas. Além disso, não seja mal guiado por suas emoções. Allah SWT diz:
E, quando se lhes diz: “Segui o que Allah fez descer”, dizem: “Não, mas seguiremos aquilo em que encontramos nossos pais”. E ainda que seus pais não razoassem nem se guiassem? 2:170
A razão para isto é que o homem lógico não aceitaria nada a menos que tenha pesquisado e examinado antes, e ele só disseminaria algo entre as pessoas e retificaria seus erros uma vez que houvesse atestado sua veracidade.
Finalmente, eu devo admitir que não abordei cada aspecto do Islam neste livro por causa de sua vastidão. O Islam governa a vida do homem neste mundo em todos os aspectos, e seria preciso escrever diversos livros para discutir todos os seus aspectos. Neste pequeno livro, eu destaquei alguns pontos principais relativos às morais básicas do islam. Menciono cada ponto, e então o justifico com uma prova do Qur’an e da Sunnah do Profeta s.a.w.
Alguns podem dizer, com o intuito de insinuar que a Lei Islâmica foi adotada a partir dos atuais sistemas de leis, que algumas das Leis Islâmicas podem ser encontradas e vistas aplicadas na sociedade moderna. Este ponto duvidoso pode ser facilmente colocado de lado quando nós sabemos que a Lei Islâmica já tem 14 séculos de idade. Em qualquer caso, as leis aplicadas por estas sociedades podem ser entendidas com tendo sido derivadas das Leis Islâmicas. Além do mais, muitos orientalistas estudaram a Lei Islâmica por razões e objetivos nefandas que não buscam clarificar e explicar a lei, mas sim minimizar a verdadeira fonte apontando para as possíveis fontes mundanas.

Dr.Abdurrahman b. Abdul-Kareem AL-Sheha

P.O. Box 59565 – Riyadh, K. S. A.

Email: alsheha2@gmail.com



http://www.islamland.org


Monoteísmo no Islam
O Islam, assim como as outras religiões divinamente reveladas, defende diversos preceitos e crenças que Allah ordena que seus seguidores acreditem e divulguem, mas a coerção não é um meio válido para alcançar esta finalidade. Allah SWT diz:
Não há compulsão na religião! Com efeito, distingue-se a retidão da depravação. [2:256]
O Islam ordena que seus seguidores divulguem a religião de uma forma boa e justa. Allah SWT diz:
Convoca ao caminho de teu Senhor, com a sabedoria e a bela exortação, e discute com eles, da melhor maneira. [16:125]
É um princípio fundamental de que uma pessoa deve estar convencida antes de declarar sua aceitação do islam; pois se eles fizerem isso devido à compulsão, seu discurso e suas ações serão incompatíveis com sua crença. E isso é definido no islam como hipocrisia. O Islam alertou severamente contra a hipocrisia e a considera um pecado maior do que a mera incredulidade. Allah SWT diz:
Por certo, os hipócritas estão nas camadas mais profundas do Fogo. [4:145]
Este é o papel dos Profetas: transmitir a mensagem para os humanos e guiá-los para a retidão sem compulsão ou força. Allah SWT diz:

E obedecei a Allah e obedecei ao Mensageiro. E, se voltais as costas, apenas, impende a Nosso Mensageiro a evidente transmissão da Mensagem. [64:12]
Os Principais Objetivos do Islam

O Profeta s.a.w. disse em Mina2 em sua Peregrinação de Despedida3:


Vocês sabem que dia é este?” Eles (i.e. seus companheiros) responderam, “Allah e Seu Mensageiro sabem melhor.” Ele disse, “Por certo este é um dia sagrado (o Dia de ‘Arafah no Hajj). Vocês sabem que lugar é este?” Eles (seus companheiros) responderam, “Allah e Seu Mensageiro sabem melhor.” Ele disse, “Um lugar sagrado (Meca e seus arredores). Vocês sabem que mês é este?” Eles (seus companheiros) responderam, “Allah e Seu Mensageiro sabem melhor.” Ele disse, “Um mês sagrado (O mês de Dhul-Hijjah, o 12° mês do Calendário Islâmico). Por certo, Allah fez suas vidas, suas riquezas e sua honra invioláveis e sagradas, assim como a santidade desde dia (sagrado), neste mês (sagrado), neste lugar (sagrado).” [al-Bukhari]
Os objetivos mais importantes para os quais o Islam chama e preserva abertamente são a preservação da religião, da vida, da honra, da riqueza, da mente, da descendência, assim como a preservação dos direitos dos fracos e débeis. Em relação à inviolabilidade da vida, Allah SWT diz:
E não mateis o ser humano, que Allah proibiu matar, exceto se com justa razão. [17:33]
Sobre a inviolabilidade da riqueza, Allah SWT diz:

E não devoreis, ilicitamente, vossas riquezas, entre vós. [2:188]
Em referência à santidade da honra, Allah SWT diz:
E não vos aproximei do adultério. Por certo, ele é obscenidade; e que vil caminho. [17:32]
Ele SWT também diz:
E quem comete um erro ou pecado, em seguida, o atira sobre um inocente, com efeito, carregar-se-á de infâmia e evidente pecado. [4:112]
Em relação à proibição da transgressão contra a linhagem e os ancestrais, Allah SWT diz:
E, quando volta as costas esforça-se, na terra, em semear nela corrupção e em aniquilar os campos lavrados e os rebanhos. E Allah não ama a corrupção. [2:205]
O Islam toma muito cuidado para proteger os direitos dos fracos, pois eles estão mais sujeitos a serem oprimidos do que outros. Por esta razão, Allah menciona no Qur’an diversas categorias de fracos e algumas formas nas quais podem ser injustiçados. Em relação aos pais, Allah SWT diz:
E teu Senhor decretou que adoreis senão a Ele; e decretou benevolência para com os pais. Se um deles ou ambos atingem a velhice, junto de ti, não lhes digas: “Ufa!”, nem os maltrates, e dizei-lhes dito nobre. [17:23]
E sobre os órfãos, Allah SWT diz:
E, quanto ao órfão, não o oprimas. [93:9]
O Islam prescreve que suas riquezas devem ser protegidas e preservadas. Allah SWT diz:
E não vos aproximeis das riquezas do órfão, senão da melhor maneira. [17:34]

Em relação às crianças, Allah SWT diz:


E não mateis vossos filhos, com receio da indigência: Nós vos damos sustento, e a eles. [6:151]
Em relação ao doente, o Mensageiro de Allah s.a.w. disse:
Libertem o prisioneiro, alimentem os que têem fome e visitem o doente. [al-Bukhari]
Sobre os mais velhos, o Profeta s.a.w. disse:
Ele não é dos meus seguidores: aquele que não respeita os mais velhos, que não mostra misericórdia aos jovens, que não respeita os sábios. [at-Tirmidhi]
Sobre os necessitados, Allah SWT diz:

E quanto ao mendigo, não o maltrates. [93:10]
O Profeta s.a.w. disse:
Quem ajuda seu irmão quando ele tem necessidade, Allah estará lá por ele quando tiver necessidade. [Muslim]
Há muitas outras maneiras excelentes as quais a religião do Islam ordena os muçulmanos a adotarem, todas que refinam o caráter do indivíduo e ajuda a reformar a sociedade como um todo.

Qualidades Distintas do Islam
[1] Há textos explícitos no Qur’an assim como nos Hadeeths4 do Profeta s.a.w. que indicam que todas as religiões convocaram ao mesmo princípio básico, adorar somente Allah excluindo todos os outros. Allah enviou profetas à humanidade, a mensagem de cada um ab-rogou a mensagem anterior, desde o apostolado de Noé a.s. até o comissionamento de Muhammad s.a.w. O Mensageiro de Allah s.a.w. disse:
Por certo eu sou para os outros profetas o que é um homem que construiu uma casa bela e perfeitamente, exceto por um tijolo que não foi posto em seu devido local, As pessoas a circundam e a admiram, mas dizem, ‘Se ao menos um tijolo fosse posto nesse lugar!’ Eu sou esse tijolo e eu sou o último de todos os profetas” [al-Bukhari].
Nenhum profeta ou mensageiro de Allah aparecerá depois de Muhammad s.a.w. A única exceção a isso é Jesus a.s. Quando a Hora Final estiver próxima, ele descerá5 para a terra e a encherá de justiça e igualdade, pois ela foi preenchida com opressão e tirania. Ele não irá transmitir uma nova religião, mas irá governar com o Islam. O Mensageiro de Allah s.a.w. disse:
A Hora não será estabelecida até que o filho de Maria (Jesus) desça como governante justo julgando com a religião do Islam. Ele quebrará a cruz e matará o porco. Ele irá abolir a jiziya6 e vai haver um excedente de riqueza até que ninguém a aceitará.” [al-Bukhari].
Todos os Mensageiros convocaram para a unicidade de Allah s.w.t. e desaprovaram a associação de quaisquer parceiros a Ele em Seu domínio ou adoração. Eles também proclamaram Allah isento de qualquer imperfeição. Eles convocaram seus povos para adorar somente a Ele sem quaisquer intermediários. Eles reformaram as sociedades e guiaram-nas para o caminho através do qual elas alcançariam a verdadeira felicidade neste mundo e no próximo. Allah s.w.t. diz:
Da religião, Ele legislou, para vós, o que recomendara a Noé, e o que te revelamos, e o que recomendáramos a Abraão e a Moisés e a Jesus: “Observai a religião e, nela, não vos separeis.” É grave para os idólatras aquilo a que os convocas. Allah atrai, para Ele, quem Ele quer, e guia, para Ele, que se Lhe volta contrito. [42:13]
[2] O Islam ab-rogou todas as religiões anteriores e esta é a última religião que Allah escolheu para a humanidade. Allah não aceitará de Seus servos nada além dela. Allah s.w.t. diz:
E, para ti, fizemos descer o Livro, com a verdade, para confirmar os Livros que havia antes dele e para prevalecer sobre eles. [5:48]
Por esta ser a última religião, Allah prometeu preservá-la e guardá-la de toda distorção até o Dia do Julgamento, contrário às religiões anteriores que foram enviadas em épocas específicas para povos específicos. Allah s.w.t. diz:

Por certo, Nós fizemos descer a Lembrança e, por certo, dele somos Custódios. [15:9]

O Mensageiro do Islam, Muhammad s.a.w. é o último de todos os mensageiros. Nenhum mensageiro virá após ele. Allah s.w.t. disse:


Muhammad não é pai de nenhum de vossos homens, mas o Mensageiro de Allah e o selo dos Profetas. E Allah, de todas as coisas, é Onisciente. [33:40]
Isso não significa que o Islam não se refere ou não acredita nos mensageiros ou revelações anteriores; na verdade Jesus a.s. transmitiu para seu povo a mesma mensagem que Moisés a.s. transmitiu a seu povo; e Muhammad s.a.w. transmitiu a mesma mensagem que Jesus a.s. transmitiu a seu povo: adorar somente Allah, sem associar parceiros a Ele.
Muhammad s.a.w. era o último dos profetas e mensageiros. Os muçulmanos são ordenados a acreditar em todos os mensageiros e escrituras divinas. Quem rejeita qualquer um deles comete incredulidade e não é considerado um muçulmano. Allah s.w.t. disse:
Por certo, os que renegam a Allah e a Seus Mensageiros, e desejam fazer distinção entre Allah e Seus Mensageiros, e dizem: “Cremos em uns e renegamos a outros”, e desejam tomar, entre isso, um caminho intermediário. Esses são os renegadores da fé. [4:150-151]
[3] A religião do Islam completou e aperfeiçoou as legislações que vieram antes. Como estas religiões foram direcionadas para uma nação e época específicas, elas não são adequadas para o mundo e a época atuais. O Islam, uma religião eterna e universal, aperfeiçoou e completou aqueles aspectos que eram limitados para os povos e épocas do passado, afirmando aqueles aspectos apropriados para todas as épocas e povos. Allah s.w.t. disse:
Hoje, eu inteirei vossa religião, para vós, e completei Minha graça para convosco e agradei-Me do Islam como religião para vós. [5:3]
Por esta razão esta é a melhor religião. Allah s.w.t. disse:
Sois a melhor comunidade que se fez sair, para a humanidade: ordenais o conveniente e coibis o reprovável e credes em Allah. E, se os seguidores do Livro, cressem, ser-lhes-ia melhor. Dentre eles, há os crentes, mas sua maioria é perversa. [3:110]
[4] O Islam é uma religião global que se dirige a toda a humanidade. Ela não foi revelada para uma classe ou raça específica, mas sim para uma na qual todas as pessoas são consideradas iguais. Não existe segregação baseada em cor, idioma ou linhagem; mas sim, é baseada em crenças específicas as quais as pessoas compartilham, o que as mantém unidas. Quem acreditar em Allah como Único e verdadeiro Senhor, que o islam é a religião correta e que Muhammad s.a.w. é o último mensageiro, ele é considerado muçulmano, independente de raça, cor ou etnia. Allah s.w.t diz:
E não te enviamos (Muhammad) se não a toda a humanidade, por alvissareiro e admoestador. [34:28]
Quanto aos mensageiros anteriores, eles foram enviados para nações específicas. Allah s.w.t. diz sobre Noé a.s.:
Com efeito, enviamos Noé a seu povo. [7:59]
Sobre o Profeta Hud, Allah s.w.t. diz:


  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   13


©livred.info 2019
enviar mensagem

    Página principal