A arte e a habilidade da radiotelegrafia



Baixar 0,98 Mb.
Página1/21
Encontro19.08.2017
Tamanho0,98 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21

A ARTE E A HABILIDADE DA RADIOTELEGRAFIA


Um manual para aprender, usar, aperfeiçoar e gostar

do Código Morse Internacional, como um meio de comunicação

William G. Pierpont N0HFF

“What Hath God Wrought” *
*NT: Estas palavra em ingles antigo foram as primeiras transmitidas no codigo morse em telegrafo de fio e significam “Como disse o Senhor!”

TRADUÇÃO BRASILEIRA


O presente trabalho tem a intenção de tornar estas informações disponíveis para um maior numero de interessados. Este livro esta disponível na internet e portanto pode ser usado como divulgação do CW livremente. Não é uma obra nem técnica e nem literária e foi escrita como uma compilação de diversas fontes, textos e também tem até o depoimento pessoal de algumas pessoas. Por esta razão tem um estilo particular e é meramente informativo. Na tradução procurou-se ser o mais fiel possível(o que não é fácil!) e também foram adicionadas algumas explicações e comentários com dois objetivos. Primeiro como o livro sempre se refere aos Estados Unidos, procurou-se explicar certos pontos (siglas americanas,estados,etc) para que ele não perdesse o sentido de realidade, se distanciando muito do radioamadorismo brasileiro. O segundo objetivo dos comentários é tentar manter o livro atualizado. Este livro foi escrito há anos passados e também tem alguns aspectos históricos do CW. Está edição já tem algumas atualizações e os comentários procuram trazer a atualização para os dias atuais. Os comentários da tradução estão sempre em negrito/itálico e precedidos das letras NT.

Esperamos poder contribuir para que a prática da telegrafia continue sendo uma atividade dos radioamadores , mesmo que se torne simplesmente optativa, perdendo a obrigatoriedade para obtenção da licença, que é uma perspectiva próxima. Para nós a prática do CW sempre vai distinguir e categorizar o radioamador.



Rui C.Biscaia PY5BS

(veja um e-mail do autor no final do texto)

Curitiba, 10 de janeiro de 2002



A ARTE E A HABILIDADE DA RADIOTELEGRAFIA

William G.Pierpont N0HFF

- Terceira edição revisada -
PREFACIO
A primeira edição deste livro foi preparada sob pressão de um tempo muito curto para tentar reunir e organizar o resultados de diversos anos de leitura e pesquisa sobre os melhores meios de se iniciar no CW, de melhorar o nível - fazendo-o do jeito que os cobras disseram que fazem - em conjunto com diversos outros aspectos relacionados ao assunto. A pressa era pegar os princípios principais e macetes e organizá-los antes que se perdessem no meio de um monte de arquivos e papelada.

Os disquetes da primeira edição foram distribuídos a muito poucas pessoas. Foram logo substituídos pela segunda edição que saiu com a correção de diversos erros de impressão da primeira e melhorias para clarear o texto. Esta versão também foi feita com bastante pressa, o que ainda deixou muitos artigos de fora, apesar de serem bem interessantes.

Muitos disquetes da segunda edição foram distribuídos. Uma centena de disquetes foram feitos e distribuídos gratuitamente na Feira e Convenção de Radioamadores de Virginia Beach.

A mesma cópia foi impressa pelo FISTS CW CLUB dos USA e por alguns outros, inclusive meu amigo James(Jim) Farrior, W4FOK, que o reproduziu no seu programa de computador para aprender CW , chamado MILL.

Esta terceira edição revisada está com diversos novos itens, incluindo o apêndice de CW em Alta Velocidade. Espero que esta nova versão seja bem recebida por todos que apreciam o CW e que continue caindo no agrado daqueles que querem aprender ou aperfeiçoar esta grande habilidade que se estende por todo o mundo.

Eu espero que você, como leitor, ache interessante e útil ao mesmo tempo. Não acho que ainda esteja completo, perfeito ou seja um assunto encerrado, que contenha tudo que existe de valor ou interesse. Eu com certeza deixei de fora alguns itens bem interessantes, especialmente da história. Quem sabe alguns desses ou até talvez alguma contribuição de sua autoria possa ser incluída na próxima edição.



Este livro pode ser livremente reproduzido e publicado sempre com fins não lucrativos, para que seja um meio sempre facilmente acessível a todos aqueles que tenham interesse no assunto.(N0HFF).
INTRODUÇÃO
A pesquisa que resultou na publicação deste pequeno livro com certeza nunca teria sido feita se não fosse a minha vontade enorme de aprender o código Morse, e esta motivação é que foi a mola mestra. Eu aprendi o básico para obter uma licença no começo dos anos 1930, e por um longo período foi um cedablista fraco e que recebia com muita dificuldade, o que não me permitia saborear o CW. Como a grande maioria dos radioamadores eu memorizava "pontos e traços" impressos numa tabela.

Um bom professor até que poderia ajudar, mas... se somente eu tivesse em mãos a dica do parágrafo abaixo, que apareceu na revista QST de Julho de 1923, eu já teria começado a caminhada com passos certos :

"O primeiro passo no aprendizado do CW é memorizar os pontos e traços que representam as letras. Estas letras não devem ser visualizadas como pontos e traços, mas serem vistos como uma "aura" de sons. Não existe uma palavra que exprima esta "aura" , mas se existisse seria a expressão de como se deve entender as letras de CW. O som dit-dah (que é um ponto seguido do traço) que entra na sua cabeça deve chegar nos seu cérebro como sendo a letra A, por exemplo, o que exigem que os pontos e traços passem diante de seus olhos por um instante. Isto é uma questão que sempre preocupa os iniciantes, mas se você começar a aprender desde o inicio, a reconhecer os sons como letras, sem pensar nos pontos e traços, você vai progredir muito mais rápido. De modo mais sucinto e resumido : "Não tente ensinar os ouvidos usando os olhos " (Wireless Press, 1922).

Um segundo erro que ocorre mesmo quando se aprende com o ouvido, é escutar o CW numa velocidade muito baixa, de modo que o aprendiz é tentado a analisar cada caractere como pontos e traços, e até contando-os mentalmente. (É uma atitude muito correta que o iniciante NUNCA ouça o CW a menos que 13 ppm).

Estes erros também são responsáveis pelo encalhe de muita gente nas velocidades um pouco maiores -- isto mostra que a gente não aprendeu de verdade os caracteres.

Hoje existem muitos programas de computador e fitas de aprendizagem que procuram fugir destes erros básicos. Este livro procura mostrar resultados a respeito destas opiniões encontradas na literatura -- também incluem papos com operadores cobras -- para aqueles que queiram aprender e ensinar o CW, ou melhorar seu nível. Ele põe ênfase nos métodos que se mostram mais eficientes, mas também discute alguns métodos que devem ser evitados. Ele oferece uma guia para aqueles que estão começando, e ajuda aqueles que estão empacados e querem melhorar. Também mostra como os cobras e aqueles que já operam bem trabalham.

Alguns itens históricos estão incluídos nos capítulos finais para aqueles que tiverem interesse neste ponto. Minha esperança é que você ache isto não só interessante, mas também útil. Este é um livro de "Como Fazer ", e não é um tratado científico. Os créditos para as fontes de alguns itens individuais são raramente indicados. Muitas contribuições vieram de múltiplas fontes. A fontes mais utilizadas estão listadas no item FONTES.
"Eu nunca vi uma pessoa que soubesse CW de verdade que não gostasse dele; pelo contrário quanto mais cobra a pessoa era, mais ela gostava do CW. O CW é um meio de comunicação, uma nova maneira em que você poderá se expressar". N0HFF

A RADIOTELEGRAFIA ESTA OBSOLETA ?
Quem esta de fora e alguns que especulam sobre o Radioamadorismo muitas vezes colocam a pergunta: "O CW esta obsoleto ? As modernas tecnologias acabaram com ele ?"

Se voltarmos a 1912 ninguém questionava o aprendizado do CW e era uma questão muito simples : se você não fosse capaz de ouvir e entender CW simplesmente você não se comunicava através das ondas de rádio.

Mas hoje dizem que o CW morreu e esqueceu de deitar. Porque ? Não só os radioamadores dos velhos tempos, mas também os novos, descobriram que vale a pena desenvolver esta habilidade, que é um prazer como qualquer outra habilidade que desenvolvemos. Existe um prazer real e uma conquista quando se comunica por este meio. Muitos acham o CW um derivativo para fugir do stress diário e dos problemas, porque ele absorve toda nossa atenção.

Existe ainda um valor prático. O CW pode enviar uma mensagem quando os outros métodos falham por algum motivo. O operadores de CW sabem que o seu sinal é capaz de ir mais longe e de penetrar interferências e estáticos, que a modulação não consegue. Isto é o motivo que os entusiastas de QRP(baixa potencia) acham o CW muito superior a fonia. Além disso os equipamentos tanto para recepção como para transmissão, são muito mais simples, menores, usam menos potencia, podem até serem montados em situações de emergência com componente fáceis de encontrar.

Estes fatores impressionaram até os comunistas da Rússia. Eles ficaram muito intusiasmados com a confiabilidade, simplicidade e custo baixo dos equipamentos para comunicação em CW e com um custo de manutenção também baixo. (Seguindo este raciocínio seus rádios militares eram também todos a válvula para evitar possíveis danos causados por radiação) . Por estes motivos eles incentivaram por anos a fio o aprendizado do Cw e desenvolveram bons métodos de usa-lo. O CW foi até incluído em suas atividade esportivas "civis". Concursos e prêmios eram oferecidos aos operadores mais rápidos. Isto garantia para eles a manutenção de um grupo de bons operadores, rápidos, e que poderiam ser facilmente mobilizados em caso de guerra. Nos anos da guerra fria dois soldados americanos, que eram radioamadores, foram feitos prisioneiros em um navio que estava muito próximo da Costa da Korea do Norte. Eles ficaram admirados como o numero muito grande de russos que conhecia e compreendia o CW. Nos anos mais recentes os militares americanos parece que acordaram para estes fatos, e retomaram o treinamento de seu pessoal em CW. Também compreenderam que o CW é um meio de comunicação efetivo no meio de interferência proposital dos inimigos. Existem outras vantagens também. O CW usa uma largura de banda muito estreita ( o PSK31 usa uma largura menor ainda, mas requer um computador), o que para o radioamadorismo significa um número maior de canais disponíveis dentro da banda. Ele tem ainda uma taxa de sinal/ruído muito superior, e ainda por cima, um operador pode com facilidade aprender a separar os sinais ("filtro" mental), que estejam muito próximos pela diferencia de tom, velocidade e até do estilo do operador.(NT: Este comentário deve ser considerado à época anterior ao desenvolvimento e vulgarização dos computadores, mais ainda permanece válido, com esta ressalva).

APRENDENDO O CÓDIGO MORSE

Uma visão geral - Que caminho seguir ?
Se você procura por alguma mágica, algum segredo ou algum truque fantástico - alguma coisa como hipnotismo - aqui você não vai achar ! O que estamos oferecendo é somente um método prático, que foi testado inúmeras vezes, junto com a vantagem de tentar reunir tudo de bom que já foi dito em métodos de aprender CW bem e com facilidade.
George Hart, que é um cobra da ARRL em CW, coloca o seguinte : "O maior obstáculo para aprender CW é o método usado ".

Ted McElroy, professor e por um longo período campeã de velocidade em CW, disse que qualquer pessoa normal pode alcançar a velocidade de 25 ppm. Este patamar é facilmente alcançado e pode ser uma meta bem razoável. Qualquer um domine CW nesta velocidade é um bom operador.

O CW Americano original de 1845 foi desenvolvido para comunicações : passar pelos fios de telegrafo qualquer e todo tipo de mensagem escrita; ou qualquer informação apresentada em letras ou números e sinais de pontuação de forma legível. A mensagem era gravada em um papel como um linha que subia e descia, e que depois podia ser interpretada visualmente e novamente escrita em letras manualmente. Muito cedo os operadores descobriam que poderiam ler com muita exatidão, os "barulhos" gravados no papel, somente como o ouvido e a partir daí os sons começaram a substituir os rabiscos no papel.

Não muito depois disto os operadores ficaram tão habilidosos que logo começaram a bater papos pelos fios de telegrafo entre eles, mais ou menos como fazem os radioamadores de hoje, durante as famosas rodadas. Este tipo de familiaridade com o CW deve ser o nosso objetivo - o uso fácil e natural do CW para se comunicar, da mesma forma que podemos falar ou ler. Este é o rumo que vamos seguir.

O CW não é uma novo idioma. É um idioma que você já conhece, "escrito" em forma de sons em vez de desenhos no papel(letras escritas) - é a sua própria linguagem. Você vai aprender a ler de "ouvido" a linguagem que você já lê muito bem com a visão.
Lição numero um -- e é importantíssimo você pensar sempre desta forma : CADA LETRA, NUMERO OU SÍMBOLO DO CW É UMA ÚNICA UNIDADE DE SOM.
A psicologia nos ensina que quando começamos a aprender alguma coisa nova, se achamos que vai ser FÁCIL ela será fácil. O bons professores nunca enfatizam ou sugerem que exista alguma coisa difícil de aprender, conseguem que seus alunos aprendam rápido, em uma semana ou duas. Isto também torna o aprendizado GOSTOSO. Nós aprendemos muito mais rápido desta forma; portanto mentalize que aprender é divertido e agradável. Se você quer aprender - você é capaz de aprender.

Nosso ALICERCE é o alfabeto, números e sinais de pontuação. Aprenda estes SONS tão bem que quando você escutar "dahdahdit" você imediatamente reconhece um "G". Isto é o básico mas não pare ai ! O CW é comunicação: e a gente não se comunica só com letras, mas sim com palavras. As palavras são nossas unidades de pensamento. Mesmo enquanto nós estivermos ainda aprendendo o alfabeto em CW nos devemos começar a aprender a reconhecer palavras curtas e comuns como "ou" , "de" pelo som que elas tem.

Quando começamos a aprender a ler nós já sabíamos falar, mas a leitura era alguma coisa nova e sempre foi necessário um certo esforço para aprender a ler. No inicio você tinha que soletrar cada palavra, e depois ver como se pronunciava a palavra toda, e ainda você tinha que se lembrar do que já tinha decifrado anteriormente quando passava para a palavra seguinte que já vinha em seguida, e era uma tarefa difícil conseguir "ler" toda a frase. O estagio inicial de entender CW funciona da mesma forma, mas não deve ficar para sempre assim. Palavras são conjuntos de letras, uma letra após a outra. Mas quando nós lemos não fazemos assim - nós lemos a palavra. Se nos não sabemos soletrar, nós não saberemos ler ! - se não fosse assim nós poderíamos usar os hieróglifos ! As palavras precisam se tornar nossas unidades de pensamento no CW, porque palavras fazem sentido e são mais fáceis de serem lembradas.

Receber CW , como nós lemos um texto impresso, torna-se muito mais fácil e rápido quando aprendemos a reconhecer PALAVRAS em vez de soletra-las como um conjunto de letras. Um bom leitor sempre lê palavras e até consegue ler um conjunto de palavras de um só vez. Nós podemos aprender isto : quantos e quantos já aprenderam. Nos quase não nos apercebemos das letras que formam as palavras quando nos lemos um texto. Nossa atenção esta voltada toda para os PENSAMENTOS escritos nas palavras, e nossa reações acontecem para as idéias que são expressadas.

Quando nós começarmos a alcançar este estágio com o CW, nós estaremos chegando perto do objetivo. Desse modo nossos planos são:

. aprender os sons do alfabeto de modo que possamos reconhecer cada letra instantaneamente

. aprender a reconhecer a maioria das palavras como sons de palavras, e afinal

. aprender a ouvir uma transmissão de CW como se alguém estivesse nos falando em palavras e idéias.

Este domínio do CW deve existir em qualquer velocidade usada. Nós podemos aprender a fazer isto em qualquer velocidade. Nosso objetivo deve ser de aprender a usar o CW de modo que isto se torne fácil e natural, da mesma forma que falamos ou andamos.

PARTE I - APRENDENDO O CÓDIGO


CAPITULO 1

Como Fazer Isto com Eficiência
Este Capítulo é um resumo que prepara você para aprender o CW

Aprender CW é adquirir uma série de NOVOS HÁBITOS. É uma questão de habilidade que funciona pelos mesmos princípios que se usa quando se aprende tênis, futebol, digitação ou tocar um instrumento. A constancia coerente, e um conjunto de PRÁTICAS repetitivas é na verdade o que nós vamos fazer e como nos vamos fazer o aprendizado.

Algumas pessoas conseguem dominar o Morse sem ajuda de ninguém. Outras usam métodos ineficientes ou inadequados, e em qualquer caso a maioria desiste quando atinge um patamar ainda com pouca habilidade. Os métodos hoje disponíveis garantem o sucesso e um número grande de cursos oferecem estes diversos métodos.

Diversos destes métodos e princípios são mostrados abaixo e eles vão conduzir qualquer novato para o aprendizado e a eficiência. Se você é um destes que desistiram no meio do caminho use estas dicas para voltar ao rumo certo. Eles oferecem o meio mais rápido para o sucesso no aprendizado da telegrafia e para alcançar um bom nível de eficiência.

PREPARAÇÃO : Você deve estar preparado para tomar ATITUDES, e saber exatamente O QUE e COMO fazer as coisas. Isto pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso.


  1. Sua ATITUDE para com o aprendizado é de crucial importância : é a PREPARAÇÃO indispensável para o sucesso.

. Tenha uma atitude “EU POSSO APRENDER” , porque o aprendizado é realmente fácil. Se você não disser para alguém que aprender CW é difícil, não vai ser difícil. Se você realmente que aprender, você pode. Considere que é impossível falhar. Motive-se.

. Prepare uma ATMOSFERA RELAXADA, sem tensões, pressões e sem qualquer sentido de pressa ou ansiedade. (NT: no caso de se preparar para fazer provas isto é um pouco mais complicado, mas se prepare sempre com tempo para minimizar o problema).

. DIVIRTA-SE com o processo de aprendizado.

. FAÇA UMA IMAGEM DE SUCESSO DE VOCÊ MESMO.

Comentários : Sempre que a gente considera alguma coisa “difícil”, já criamos um bloqueio que tende a nos desencorajar. A maior parte das pessoas acha que competir nos primeiros estágios do aprendizado é um fator que atrasa o aprendizado. Na verdade quando você esta lendo e copiando CW, qualquer ansiedade ou medo de que você “precisa pegar tudo”, ou uma preocupação muito grande no que esta vindo pela frente ou em entender o sentido da mensagem, trás como conseqüência a perda de alguns caracteres. As pessoas que fazem as coisas bem feitas, não lutam contra elas. “Recepção relaxada” , sem stress funciona.


  1. Tome o primeiro contacto com os caracteres através do som, ouvindo – que vai ser o modo que realmente o CW é usado.

Jogue fora todo material impresso, tabela de caracteres e truques mnemônicos que as pessoas sempre apresentam – estas coisas escritas vão manter sua velocidade sempre baixa e vão desanimar você mais do que incentivar.

Comentário : A razão para aprender o CW olhando os caracteres ou por figuras mentais vai diminuir sua velocidade porque nossa capacidade auditiva e visual são completamente separadas no cérebro e não tem relação uma com a outra. Tentar aprender por sinais ou “sons parecidos” atrasa o aprendizado porque eles obrigam você a usar dois ou mais estágios de compreensão cada vez que você ouve um caractere. Nos dois casos sua mente precisa fazer uma análise consciente e uma interpretação para cada sinal. Isto volta a ser discutidos nos capítulos 4 e 13.


3)Desde a primeira vez, aprenda a ver cada caractere do código como uma UNIDADE DE SOM, um ritmo único.

No começo cada caractere deve ser ouvido em uma velocidade suficientemente alta, em torno de 18 a 25 ppm ou mais, para que nos acostumemos a ouvir uma unidade de som única, com um espaço grande antes e depois. Nunca analise um caractere por partes, NUNCA. Isto é o mais importante.



4)Cada Caractere é uma letra.

Por exemplo, quando você escuta “didah” e imediatamente você reconhece que é um “A” – você esta escutando a letra “A”. A associação do som do caractere com a letra impressa deve ser tão imediata de modo que , quando você pensa em uma, a outra deve imediatamente pular na sua mente. A equação mental deve ser instantânea, como isto:

“didah” “A” ou “A” “didah”

O desafio é o reconhecimento instantâneo.



Estes quatro princípios mostrados até aqui são absolutamente essências.
5)Concentre-se em um ponto de cada vez

Por exemplo : não tente aprender a escrever em letra de forma ou digitar no mesmo momento que você esta aprendendo a copiar o CW : use a sua letra normal para escrever.

(NT: Este item é muito interessante e se aplica aos programas de computadores que ensinam CW. Hoje muitos já sabem usar computadores mas considere se você não souber um mínimo de uso de PC : ter que aprender a usar o programa e aprender o CW ao mesmo tempo pode ser um problema e um atraso no aprendizado. Ouvir uma fita ou um cd de CW é só ligar !)

6)Aprenda a receber o CW com precisão – este é o seu primeiro objetivo.

Quando recebemos devemos esperar que cada caractere ou letra seja enviado por completo para que se possa reconhece-lo corretamente. Devemos desenvolver esta “paciência”, que é um estado mental de recepção, que vai permitir que a gente reconheça cada caractere instantaneamente e corretamente, no momento que ele foi completamente enviado.



7)Escute no inicio SOMENTE CW BEM BATIDO

Os caracteres bem formandos na transmissão – com ritmo – é indispensável para um aprendizado eficiente. Um espaço apropriado entre as letras e palavras é tão importante como a formação correta das palavras e se torna cada vez mais importante a medida que a velocidade aumenta. No começo é melhor escutar fitas bem gravadas, Morse gerado em computador ou outro dispositivo automático. Se você tiver um professor veja com ele o que pode ser melhor.

Se você escutar um CW ruim você vai ser prejudicado tentando entender o que esta sendo enviado, além de procurar entender a mensagem. É um esforço mental duplo para adivinhar o que esta sendo batido e ainda o que significa. Depois que você já tiver aprendido bastante não tem problema em escutar CW ruim e tentar entender. Da mesma forma no inicio do aprendizado é interessante evitar outros ruídos que distraem a atenção, como estática ou sinais sobrepostos. (NT: Aqui também um ponto relevante : muitas vezes não se tem alguém que bata bem. Neste caso o uso de material gravado de qualidade ou os programas de computador são muito importantes.)

A transmissão se torna relativamente mais simples e fácil depois que você tem um sentido do ritmo. Transmitir também é sempre mais fácil porque você já sabe de antemão o que vem em seguida. Mas escutar a sua própria transmissão nos estágios iniciais pode também atrapalhar o aprendizado porque você com certeza não estará transmitindo com perfeição.


8)Planeje períodos diários e regulares para PRATICAR

O aprendiz deve saber exatamente O QUE ele vai fazer e QUANDO. Faça os períodos de prática curtos suficientes para que não produzam cansaço, chateação e desanimo. Determine um INTERVALO entre as práticas que proporcione a sedimentação do que foi aprendido. Praticar é estabelecer um hábito por isto vamos praticar só o que é certo.

Todo nós temos altos e baixos . Alguns dias serão melhores que outros – isto é normal no aprendizado, portanto não desanime. As vezes é melhor transferir um prática para um dia melhor (se você esta gripado, abatido ou meio para baixo). Use materiais para praticar que sejam interessantes para você e sejam variados na forma e conteúdo(NR:Evite sempre a mesma coisa).

9)OUVINDO e COPIANDO

Se você estiver estudando sozinho, comece somente ouvindo sem escrever nada.(Veja a seção 2 abaixo). Escute o sinal e diga o nome da letra ou numero em voz alta imediatamente depois que você escutar. Depois que você se familiarizar com todas as letras e números e você se sentir confortável para reconhece-los, comece a praticar a escrita de cada letra logo em seguida de escutar e reconhecer (Isto é o que chamamos “copiar”).É comentado nos capítulos 7 e 8.

Os professores diferem um pouco em recomendar um modo de começar. Se o seu professor já mandar você ir escrevendo desde o começo cada caractere que você escuta, não tem problema. De qualquer forma você esta aprendendo a associar um som com uma letra ou número. Logo você poder faze-lo escrevendo ou não.

De qualquer forma, a medida que você reconhece os caracteres você vai ter que aprender a copiar. No início vai ser melhor letra por letra. Mas à medida que você vai aprendendo você vai ver que isto é muito lento. Para resolver isto devemos aprender a copiar a letra anterior : isto é escrever o que já foi ouvido ao mesmo tempo em que se ouve o que esta sendo enviado. Isto deve ser uma silaba ou duas atrás ou até uma palavra ou duas atrás, nas velocidade mais altas, e isto realmente facilita a cópia. Para muitas pessoas esta habilidade se desenvolve quase que automaticamente a medida que elas praticam e usam o CW, mas a maioria precisa aprender a fazer isto. Existem diversos exercícios que podem ajudar. Mostrado no capitulo 8.

Alguns começam a copiar (escrever) tudo e depois ficam tão “amarrados” na caneta que não conseguem entender nada de CW se não escreverem primeiro. Isto fica um jeito meio amarrado de conversar. “Jogue fora sua caneta!”, pode ser um bom conselho neste caso. Isto vai forçar a gente a aprender a entender ouvindo. (Eu conheci um radioamador com 60 anos de CW, que só podia receber copiando com caneta. Depois que ele ficou quase cego, ele teve que aprender a copiar de ouvido – e aprendeu depressa!!). Nos precisamos aprender dos dois modos – copiando e escutando. E se nos perdemos algumas palavras pelo caminho ? – Nós sempre poderemos tentar adivinhar e completar. Lembrem-se que até os melhores operadores perdem uma palavra ou duas.

10)Melhoramos a VELOCIDADE com práticas próprias para isto.

A velocidade depende sempre do reconhecimento instantâneo do caractere, em primeiro lugar e depois do reconhecimento instantâneo de palavras e finalmente de unidades inteiras de texto e idéias. Para aumentar sempre a velocidade de recepção devemos “forçar a barra”. Alguns trechos curtos em velocidades maiores funcionam melhor – começando com um minuto e em geral não indo alem de 3 ou 5 minutos (de velocidade forçada). Se você que aumentar a sua velocidade escute CW a uma velocidade acima daquela que você consegue copiar tudo, e vá tentando pegar as palavras que conseguir. Se você estiver copiando (escrevendo) sempre faça uma parte do exercício numa velocidade acima daquela que você esta acostumado. A velocidade que você deseja atingir depende de você. Estabeleça uma meta. Mas lembre-se : o importante é COMUNICAÇÃO inteligente e inteligível e a velocidade só pela velocidade não vale nada.



11)Nos melhoramos nosso desempenho depois de dominar as letras, números,etc, aprendendo a ESCUTAR PALAVRAS COMO PALAVRAS e não com um conjunto de letras.

Este é o segundo estágio de desenvolvimento no CW. Muitas pessoas acham que ele já começa enquanto ainda aprendemos as letras do alfabeto, a medida que se reconhece palavras curtas como “DE” ou “OU” ou “CQ”. Nos precisamos estender este conhecimento pelo menos para as palavras que usamos mais freqüentemente. Comece escutando estas palavras e praticando-as até elas se transformarem em unidades de som e reconhecimento – ouvidas e batidas como palavras. (NT: Aqui devemos fazer diferenças das palavras do inglês e do português. Mas num grupo comum aparecem o código Q e outras expressões comuns de CW).

Nossa lista das 100 palavras mais comuns é uma boa opção para começar a praticar isto

(no capitulo 4). Pratique ouvindo-as, e a medida que você bate estas palavras repetidamente – quando você pensar na palavra ela já vem automaticamente em CW como se você estivesse lendo ou escrevendo normalmente. Praticando estas palavras curtas e mais freqüentes parece ajudar o condicionamento de nosso cérebro para reconhecer trecho maiores da mesma forma. Uma outra maneira de desenvolver este habilidade é treinar os sufixos e prefixos, como por exemplo PRO-, PRE- , COM- , -ING, -TION, etc.(NT: Em português seriam PRO-, PRE- , -ÇÃO , -ÇÕES , -MENTE, e também SÃO, COM, QUE). Quanto maior as unidade que conseguimos entender pelo som, melhor vamos entender e enviar. Este treinamento, com muita atenção ao ritmo e espaçamento de transmissão, evita o mau hábito de alguns operadores que transmitem as letras de palavras curtas como se fossem um caractere único e complexo, e também diminui o vicio de eliminar espaço entre palavras. Estes vícios tornam o entendimento e cópia muito difíceis, e a medida que a velocidade aumenta fica impossível de entender.



12)SUPERTREINAMENTO é o segredo de altaeficiência.

Isto você alcança quando receber e enviar em CW se torna uma banalidade igual a falar, ler e escrever, de forma totalmente inconsciente. Um operador dos velhos tempos foi questionado por um outro sobre uma palavra que ele tinha enviado e respondeu que ele sabia o que ele queria dizer mas exatamente a palavra que ele transmitiu ele não lembrava. Poderia repetir mas não garantia que seriam as mesmas letras.... . Isto é a marca do especialista.

Das escolas de idiomas nos aprendemos como as pessoas ficam cobras em uma língua estrangeira. É pela R E P E T I Ç Ã O, dizendo as mesmas frases repetidas inúmeras vezes, variando alguma coisa ou não, até que elas se tornem automáticas. Em outras palavras, você SE TORNA TÃO FAMILIAR COM ISTO, que parece natural. Quando alcançamos este ponto, não importa em que velocidade nos queremos chegar, nos já dominamos o CW. Isto é um objetivo que vale o esforço.

Estas idéias são expandidas e explicadas em muitos detalhes no resto da Parte I. Se você já sabe um pouco de CW, passe de imediato para o Capítulo 3. Mas se você ainda acha o CW uma coisa chata, leia com atenção o Capítulo 2.

O Capítulo 2 vai ajudar você a entender os “porquês” de nossas recomendações e os capítulos seguintes oferecem mais aperfeiçoamentos a sua disposição.

A experiência mostra que em condições normais, como andar de bicicleta, quando você já for capaz de entender e transmitir em 13 palavras por minuto(ppm) ou mais você nunca mais esquece; você pode ficar meio “enferrujado”, mas facilmente recupera sua velha forma.



QUANTO TEMPO LEVA PARA EU APRENDER ?


Todos aqueles que foram ensinados usando-se estes princípios e métodos levaram um mínimo de uma semana e uma média de três a oito semanas para atingir uma velocidade de trabalho satisfatória entre 15 a 25 ppm. As pessoas tem diferentes experiências anteriores, diferentes atitudes no aprendizado e também diferentes níveis de interesse, entusiasmo e dedicação, e até de diferentes objetivos de uso do CW depois de aprender. Todos estes fatores são determinantes no tempo de aprendizado. O mais importante é QUERER aprender, independente do tempo que se leve; entender que é FÁCIL aprender e querer USAR depois que aprendeu. Aqueles que só querem aprender para passar na prova e não pretendem usar o CW, talvez não consigam atingir este nível em um ano ou dois. Neste caso talvez nunca achem o CW interessante , isto é, realmente interessante e que valha a pena. Alguns com certeza já pensaram assim. Mais comentários no capitulo 12.

O código Morse é um raro prazer quando a gente conhece bem.

Aí ele vale a pena.

É uma prazer a ser desfrutado
CAPÍTULO 2
PRINCÍPIOS PARA DESENVOLVER HABILIDADE

E ATITUDES PARA O SUCESSO


Dois fatores são de primordial importância para que você fique cobra:

  1. Ter a atitude mental certa

  2. Praticar – fazendo as coisas certas desde o primeiro dia.

Nenhum dos dois fatores sozinho pode maximizar o sucesso. Usando os dois você vai aprender CW.

Vamos construir um conjunto de hábitos.

Desenvolver uma habilidade é construir um conjunto de hábitos. Começa com o aprendizado consciente de cada letra, de cada numero, etc. Gradualmente suas habilidades vão se desenvolvendo – as vezes com saltos inesperados. A medida que o subconsciente vai controlando a situação e as ações vão ficando cada vez menos conscientes, os saltos acontecem. A medida que a automação vai crescendo, sua atenção total vai se dirigindo ao conteúdo, as idéias que são expressas enquanto você ouve, e quando você copia, você pode até estar pensando em uma coisa completamente diferente.

A telegrafia é algo assim como jogar golfe, tocar um instrumento, digitar, etc. É aprender um conjunto de hábitos, que podem ser ativados sempre que a gente queira e que funcionam automaticamente e sem um esforço consciente, sempre que se deseje. Tem um aspecto passivo e ativo. É ativo quando estamos transmitindo, e é passivo quando recebemos. O objetivo é ser capaz de receber e enviar tão facilmente como os cobrões fazem – confortavelmente – como se estivem conversando normalmente.

A habilidade é desenvolvida pela prática consistente e repetitiva de elementos que vão se tornando familiares(letras, números, palavras, pontuações,etc).Nunca pratique o erro ! Somente a prática correta pode ser benéfica. Isto constrói a confiança e a eficiência.

Nosso foco maior será em aprender a receber(que é escutar de ouvido ou escrevendo em um papel). Pensar conscientemente no código, em ultima análise, deve ser eliminado e nós devemos responder automaticamente. Quando isto acontece, transmitir fica fácil.

Qualquer coisa que : 1) produza tensão

2) exija que você pense

vai interferir tanto no aprendizado como no uso do CW.


RELAXE

No processo de aprendizado, procure eliminar as tensões pensando com clareza para onde você esta direcionado – o objetivo, o que você vai fazer e os passos que você vai dar para chegar lá. De um passo de cada vez – que sejam pequenos o suficiente para que você tenha certeza de que vai dar conta. Vá colocando novos elementos aos poucos, em acréscimos que não possam sobrecarregar – também aqui cuide para não ir tão devagar que fique chato. Escolha uma variedade de coisas para manter o interesse, e sempre vá adiante quando você estiver pronto.

Pegue leve. Principalmente nos primeiro dias de aprendizado vá devagar, de maneira confortável e sem pressões. Algumas pessoas vão aprender mais rápido do que outras, e por isto é interessante evitar uma competição(isto cria tensões) quando você estiver aprendendo o novo ABC sonoro – aprenda em seu próprio ritmo de aprendizado.

Evite qualquer tensão desnecessária porque elas tendem a distrair sua atenção. Isto significa que devemos nos livrar de todo tipo de distrações, preocupações, e deveres ou qualquer coisa que exija nossa atenção , de modo que nos concentremos somente no que vamos fazer. Isto torna o aprendizado mais fácil.

Relaxamento e confiança andam juntas. Uma promove a outra. Se você esta a vontade isto acontece. Quando você sabe que vai fazer a coisa certa, do modo certo, isto promove a confiança e o aprendizado fica mais fácil.

Existem muitas estratégias para aprender a relaxar. Eles em geral começam ensinando a você prestar atenção em cada parte de seu corpo, começando por exemplo no dedo do pé, o pé e subindo, pelas pernas, barriga, peito, braços, mãos, pescoço, cabeça, face, olhos ,etc. A medida que você se concentra em cada parte, você fica tenso para ver como é e em seguida deliberadamente tenta relaxar e consegue ver o que é o relaxamento. Com alguma prática isto pode ser feito em pouco tempo, e quase que em uma única ação. Também a respiração pode ser coordenada de modo que uma inspiração profunda, seguida de uma expiração lenta, produza um bom relaxamento. Tente.


Desenvolva uma Boa Atitude Mental

Antecipe o sucesso. “Nada substitui o sucesso”. Para atingir o sucesso você precisa primeiro acreditar que você é capaz de chegar lá. Tudo que for possível fazer para vencer uma etapa deve ser feito, e para evitar qualquer causa de desanimo ou falha possa aparecer. Nunca nem pense que o aprendizado pode ser difícil. Ignore os erros, a menos que eles sejam persistentes e mostrem algum ponto que precisa receber mais atenção. Com a abordagem certa e a prática correta você não vai falhar.

Uma atitude mental é crítica : devemos encarar cada aspecto do aprendizado com interesse, entusiasmo e com um positivo “eu posso”. Cada um que realmente quer aprender CW pode aprende-lo. Se você tem ambição de aprender você tem habilidade para aprender. Um sentimento de confiança é vital para chegar ao objetivo e deve ser cultivado cuidadosamente. “Se você acha que você pode, você pode”.

Não bata de frente com atitudes negativas, como ansiedade, medo, preocupação e dúvida. Mas se estas atitudes aparecem, admita o fato, e depois esqueça e a coisa morre por falta de atenção.

Faça o aprendizado divertido. Desfrute o aprendizado por ele mesmo. Quando estamos esperando a hora de estudar e começar o treinamento, estamos muito receptivos e com muita energia para aprender. Veja os jovens que tocam alguma coisa : aprendem tocando!! Estes são bons modelos: estão relaxados e se divertem. Não prestam atenção aos erros. E só imitar estes e se divertir aprendendo CW. Isto deixa tudo mais fácil e divertido.

Primeiro Estagio – Aprendendo o A-B-C


Nossa primeira impressão é sempre a mais forte e a que fica. Desse modo tenha certeza que seu primeiro contacto com o CW seja bem feito – só escute. Se não for assim você já cria um bloqueio --- um platô, que vai fazer você para no caminho e nos obrigar a retornar ao ponto inicial e começar tudo de novo, para poder prosseguir.

. CW é som – ouça com os ouvidos e não tente ler como os olhos.

. Escute desde o começo CW bem transmitido até que você complete seu aprendizado.

Para que você aprenda ligeiro sua mente deve escutar somente sons bem padronizados. Você ouvir o mesmo caractere sempre feito da mesma forma vai impregnar sua mente. O CW mal batido tende a confundir sua mente, distrair sua atenção e diminuir a velocidade de seu aprendizado.

Em um estudo recente o Dr. Henry Holcomb da Universidade Johns Hopkins, sobre modos de aprendizagem diz que depois de aprender “como fazer” uma coisa , isto deve ser treinado repetidamente e deve-se fazer outras atividades por um espaço de 5 horas, até vá se tentar aprender uma nova coisa ou atividade. Ele diz que experimentos mostram que leva mais ou menos 6 horas até que os conceitos sejam definitivamente transferidos da parte superficial do cérebro para suas camadas mais internas, onde se fixam permanentemente. Isto é uma coisa que pode se experimentar e ver se ajuda a aprender o CW mais rapidamente. Ele também diz uma coisa que em geral já sabemos : habilidades manuais exigem muita prática, para que sejam apreendidas de forma mais rápida.

Aprenda a manter a sua atenção ligada. Atenção é o que você precisa ter à mão sempre que você quer aprender alguma coisa.

. identifique onde sua atenção é necessária, e

. faça isto, se concentre neste ponto somente, e

. faça isto logo, no início, do período de aprendizado, quando sua energia é máxima.

Quanto mais interessante o objeto é , mais fácil será você se concentrar nele. Dirija sua mente para ir para onde você quer ,para que seu interesse seja estimulado.

Uma técnica de começar/parar vai ajudar a você ter controle dos intervalos e comprimentos de seus períodos de atenção alta. Funciona assim : Quando a atenção se dispersa, não tente lutar contra, mas pare de pensar em qualquer coisa e tente esvaziar sua mente, e em seguida deixe o interesse e o entusiasmo começar a crescer novamente, naturalmente e renovado. Se a causa da distração for identificada, resolva dando atenção a esta causa ou colocando definitivamente esta causa de lado, para ser considerada mais tarde.

A distração é uma coisa que precisa ser levada em contar, precisa ser atendida. Se não dermos atenção a distração, ela somente vai aumentar e prejudicar mais.

Já foi dito que nossa mente é mais ou menos como um microcomputador, mas é muito superior. Ela pode receber informação e processá-la em quantidade maior que os computadores comuns. Primeiro nós devemos fazer uma limpeza e jogar fora tudo de ruim e atitudes negativas com respeito ao CW e substituí-las com um positivo “eu posso” e “é divertido”. Em seguida carregamos uma “tabela” de sons que equivale a diversos caracteres e estamos aí : um identificador automático de sinais de áudio => ouvimos um ditdah e imediatamente vemos escrevemos um A . Nunca ponha um limite artificial na sua velocidade de compreensão.

ESTÁGIO DOIS --- PRATIQUE


Depois de aprender o fundamental e sua velocidade começar a aumentar, vamos precisar colocara um pouco de pressão para que consigamos progredir. Neste estágio comece com alguns minutos de aquecimento a uma velocidade que seja já do seu domínio, e depois com textos bem conhecidos tente fazer alguns trechos em velocidade maior, por um minuto ou dois, no inicio. Deixe estes intervalos curtos para que eles não irritem. Volte a velocidade normal e você vai ver que sua mente esta respondendo mais rápido.

Evite praticar quando você estiver cansado, gripado ou indisposto ou sem atenção – nesta condições você vai ganhar muito pouco ou ate não vai ganhar nada, e isto vai desencorajá-lo.

Sempre leva algum tempo para associações se desenvolverem. Seja paciente e ajuste sua velocidade de aprendizado. Alguns dias vão ser melhores que outros por várias razões. O progresso nunca vai ser uniforme, mas isto não te incomoda porque você sabe que acontece assim mesmo. Quando você se sente bem e pode desfrutar do aprendizado, a coisa vai melhor e mais rápido. Nos dias que você esta numa pior é melhor não forçar muito, fazer o treinamento numa velocidade que você maneja bem, o que vai lhe dar algum consolo.

A medida que este processo caminha, o modo consciente tende a ir se apagando, e precisamos manter o foco no que estamos fazendo para progredir. Mas no final das contas o processo consciente deve ser completamente eliminando e a resposta deve vir automaticamente(não devemos nem pensa no código). Isto é conhecer a fundo, ficar cobra.



MAIS SOBRE ATITUDES PARA O SUCESSO


Ficar cobra em qualquer atividade, inclusive em CW, é sempre uma questão pessoal. Nós precisamos: 1) observar como agimos e pensamos quando estamos no nosso “melhor”, e então 2)aprender a controlar estas atitudes de modo que possamos administrá-las e usa-las quando quisermos.

Ao mesmo tempo que cada um de nós é uma individualidade, existem princípios gerais que se aplicam a todos, e que vão aumentar muito a velocidade de nosso progresso e do sucesso, quando adaptamos estes princípios as nossas características. Num primeiro momento eles podem parecer esquisitos e improdutivos, mas quando nós nos apegamos a eles – o progresso aparece e começa a crescer muito mais rápido do que sem eles. Atitudes são críticas, e para os melhores resultados estas atitudes devem ser individuais, ajustadas as suas necessidades. Nós podemos estabelecer um alicerce de atitudes positivas fazendo o seguinte.



  • Sinta-se confiante, isto promove o aprendizado. Se você tiver oportunidade veja um bom operador trabalhando e observe como ele encara a coisa com calma e serenamente. Ele não tem pressa, não esta se preocupando se vai perder alguns caracteres. Ele age como se estive em um bate papo normal do dia a dia. Em vez de encher a mente com problemas, preocupações e ansiedades, simplesmente pense como as coisas deveriam ser feitas. No aprendizado exercite a autoconfiança dando um passo firme de cada vez, dizendo a si mesmo “eu posso fazer isto”.

  • Desenvolva um senso de missão cumprida, aquela sentimento bom de estar fazendo a coisa certa. Como uma defesa contra a frustração se organize para obter sucessos periódicos, com pequenas recompensas sempre que isto acontece. Vá tomando nota daquilo que você já conseguiu e de seu progresso : sempre que você pode ver o seu desenvolvimento, isto cria mais atitudes positivas. De a você mesmo pequenas recompensas após cada sessão de prática.


IDEALIZAR O SUCESSO É UMA FORTE PREPARAÇÃO PARA ÊLE


Mentalmente pratique os pensamentos, atitudes e ações necessárias para uma boa performance e o seu progresso virá mais rápido --- isto é uma ótima ferramenta para acelerar o aprendizado. Como pode ser fazer isto? De forma geral você pode se imaginar tranqüilo e sem stress escutando os sinais que chegam e com toda a facilidade reconhecendo a mensagem como um texto ou uma conversa que vai se desenrolando; e também enviando caracteres bem formados sem pressa ou aflição. Imagine você fazendo tudo isto e fazendo bem feito, como um cobra. Isto ajuda a elaborar um modelo real em sua mente. Olhe ou imagine um bom operador (algum telegrafista profissional que você conheça e se ainda existir um!) na sua mesa de trabalho. Ele nem tem pressa de nada. Ele não esta atazanado ou sobrecarregado, ele simplesmente faz o seu trabalho de forma agradável. Repita e realce sempre esta imagem na sua mente.

Existem pelo menos duas maneiras de usar esta ferramenta . Uma é se sentar confortavelmente na sua poltrona preferida e imaginar a cena. Para começar imagine um figura num plano geral, panorâmico. A medida que você vai praticando a figura mental vá acrescentando detalhes do que você quer fazer, deixando a cena cada vez mais realistica até que você tenha quase um quadro ao vivo em sua mente. Enxergue você mesmo fazendo aquilo, como você faria passo a passo. O mais vivo que você puder mentalizar, ouvir e sentir, a medida que você enriquece a figura, os melhores resultados apareceram, fazendo como eles realmente são e se apresentam. Isto não uma mera figura de linguagem ou um papo furado. É um modo de trabalhar um modelo até que ele ser torne uma realidade, a medida que você pratica o CW. Este tipo de figura mental pode funcionar com a mesma eficiência do que a prática real. Ela cria recordações, modela o comportamento como você quer que ele seja --- mas também é lógico que você não pode substituir totalmente a prática real, por esta prática mental .

Outro modo é você de vez em quando “ver” rápidos “flashs” de você mesmo fazendo CW enquanto você esta fazendo outras coisas(como dirigir, andar, no trabalho, etc), sem fazer muito esforço para enxergar os detalhes. Você pode tentar fazer isto logo após ter aprendido os sons do primeiro grupo de letras. Se coloque calmamente naquela boa poltrona, feche os olhos, relaxe e imagine que você esta escutando o som de cada letra(da forma que você as escutou), uma de cada vez, de imediato reconheça a letra ou escreva-a com a caneta. Imagine o quadro o mais realista e vivo que seja possível, imaginando até a caneta deslizando no papel. Tenha um sentimento de satisfação por estar acertando tudo. Três a cinco minutos de cada vez,praticando desta forma deve ser suficiente. Você pode então repetir esta mentalização com cada novo grupo de caracteres que você aprender, e isto vai reforçar bastante este novo hábito que você quer estabelecer.
Depois que você aprendeu todo o alfabeto e tem um figura mental bem clara do som de cada caractere, você pode praticar mentalmente a visualização de palavras curtas e depois imaginar o som destas palavras sendo soletradas em CW. Tenha em mente que isto é real -- prática de código Morse mental.

A prática de mentalização pode ser estendida para preparar você para minimizar as distrações, como a estática, interferências gerais, gente conversando alto em volta, ter um monte de “perus” ao seu redor, etc. Prepare-se para estes acontecimento imaginando-se operado CW calmamente, enquanto todo tipo de barulho acontece em sua volta – gente falando, gritos, batidas. Pense o que um operador no front de batalha tinha que encarar ! Isto pode ajudar também se você tiver que receber com outros meios , como um teclado(teletipo) por exemplo, ou outro abacaxis que você vai encontrar por ai !

Tudo isto é uma preparação e uma simulação para a prática real de CW e não substitui a prática real de ouvir e transmitir. O objetivo que buscamos é que o CW se torne tão natural e fácil como falar, ler e escrever. Estas imagens mentais vão exigir um esforço e um tempo gasto na sua prática. Não espere resultados imediatos e de um tempo para as coisas se desenvolverem.
CAPÍTULO 3

PARTE I : FAZENDO A BASE

Vamos começar com o ABC: Fazendo a base
Existem muitos métodos que foram desenvolvidos ao longo dos anos para se aprender telegrafia de modo fácil e eficiente. Nosso objetivo aqui é apresentar o melhor deles e aquele que leva o menor tempo. É uma pena que a maioria dos radioamadores aprendam de forma primária e incompleta e como resultado fica que estes colegas não podem desfrutar do CW como deveriam. O problema muitas vezes começa quando se imagina que o código Morse é muito difícil de ser aprendido, ou tenta se aprender por métodos ineficientes, ou o que é a mesma coisa, se aprende visualmente, por sinais, em vez de pelos sons ou também se cai na armadilha dos “sons parecidos” .
Tudo depende do modo que você aprende as coisas. É muito mais difícil voltar a traz e desaprender alguma coisa que foi aprendida errada, do que aprender tudo direito desde o começo. Tentar aprender por si só sem nenhuma orientação poder tornar as coisas mais difíceis mais tarde. A maior parte das dificuldades de aprendizado são devidas a atitude do aluno, ao método ou ao professor. Um entendido no assunto escreveu: A maior dificuldade dos estudantes de Harvard são aqueles que aprenderam o CW por si mesmos, praticando sozinhos sem orientação.
O código de telegrafia é um alfabeto de sons. A gente aprende ouvindo. Quando nos aprendemos a ler, isto começou ou devida ter começado, primeiro aprendendo o alfabeto escrito. O aprendizado de telegrafia começa-se escutando e reconhecendo o ABC pelo som. Esta diferença é fundamental. Se aprende CW escutando CW. O jogo é reconhecer os padrões de som. Por exemplo quando você escuta “didah” é um A, sem tradução, isto é pensar em CW. O som é a letra. Não existe razão nem para a gente ver alguma vez o CW escrito. POR ISTO JOGUE FORA QUALQUER TABELA DE CW --- TODAS ELAS. QUEIME TUDO !!!

Falar uma letra, ou escreve-la, imediatamente, cada vez que a gente ouve é uma maneira de adquirir o hábito do CW rapidamente. Nos precisamos um associação direta entre o som e a letra. Qualquer um que encalhe em um “platô” porque aprendeu visualmente ou por algum outro método ineficiente vai ter reaprender tudo novamente pelo som. É uma pena que alguns ainda estejam tentando aprender da forma errada. Ensinar do modo errado nos dias de hoje é inaceitável.

É muito mais fácil do que você pensa. Alguém escreveu : “ Ficar cobra no CW é muito mais fácil que desenvolver a habilidade de falar bem e direito --- e olhe que você aprendeu a falar quando tinha menos de dois anos de idade”. você não vai aprender uma nova linguagem, um dicionário inteiro de palavras esquisitas e frases onde as palavras parecem estar todas fora de ordem. você somente vai aprender a ler o seu idioma DE OUVIDO em vez de ser com os olhos. Não é o fim do mundo nem uma missão impossível !

Qualquer pessoa que sabe ler pode aprender CW. Não existe nenhuma pessoa normal que quis aprender o CW e não conseguiu. “Eu não consigo aprender CW” muitas vezes pode ser traduzido para “Eu nunca quis de verdade aprender e nunca me dediquei o mínimo necessário para isto”, ou aquela pessoa realmente não quer aprender ou mesmo nunca pensou nisto. A idade, se for um jovem ou um idoso, uma inteligência brilhante ou uma pessoa comum, não dificulta nada. Jovens de 4 ou 5 anos podem aprender rapidamente, e gente com até 90 anos também já conseguiu. você gostaria de admitir que alguém de 4 anos ou com 90 anos não pudesse aprender, não é ? Isto não exige nenhuma super inteligência, mas somente um pouco de dedicação.

Muitos deficientes visuais ou auditivos até, não estão impossibilitados de aprender CW. Alguns surdos são capazes de receber a 30 ppm colocando os dedos sobre o cone de alto-falantes ou encostando os dedos em chaves magnéticas (tipo sobe e desce) recebem até a 20 ppm. Tudo fica fácil se você realmente quer aprender e se você usa os métodos corretos. Qualquer pessoa de inteligência mediana pode aprender CW e se tornar um bom operador, capaz de receber copiando no papel a 25 ppm e transmitindo de forma clara, suave e legível.

Não existe justificativa real para o que se diz que “algumas pessoas não conseguem aprender CW”. Estas pessoas não querem aprender. É uma questão de motivação, que é o segredo de muitos aprendizados. Se você é um daqueles que já tentou e não conseguiu, ou ficou encalhado nos 8,10 ou 12 ppm, se reanime. Esqueça o que você já “aprendeu”, e comece tudo de novo desde o principio, com as propostas mostradas aqui, e você vai chegar lá.

Alguns naturalmente aprendem mais depressa que outros, como existem aqueles que tem uma queda para jogar golfe ou tênis e aprendem muito fácil, também existem aqueles com queda para o CW. Eles pegam tudo mais facilmente e logo, logo. A maioria demora um pouco mais. As crianças tendem a pegar mais fácil os sons, sem stress, e por isto ele aprendem muito facilmente.


MOTIVAÇÃO

Nada pode ser melhor que a vontade de aprender. Puxa a pessoa, levanta a moral ! Encare isto com garra e falhar vai sem impossível. Se você quer alguma coisa de verdade você pode sentir isto, você sabe que você consegue. Se você é um professor, tente despertar alguma fascinação latente no aluno, como a idéia de uma habilidade diferente, um modo secreto de se comunicar : muitos jovens tem são sensíveis a isto e as vezes os mais velhos também. Uma moça que depois se tornou professora de CW disse que sua motivação inicial foi que o CW tinha um “som alegre”. Um outro senhor achou que poder se comunicar por sons intermitentes era simplesmente fascinante.

O sentido de conquista e a intimidade da comunicação em CW torna o esforço de aprender divertido. O CW é divertido se você empenhar um tempo para aprender e depois usá-lo confortavelmente. Esteja motivado. Fixe na sua mente que você pode fazer isto. Então relaxe, mostre boa vontade de aprender no tempo que for bom para você, evitando de se comparar com outros aprendizes. Se divirta com o período de aprendizado. Deixe tudo alegre(Tentar muito ou com muita pressa sempre cria um tipo de tensão, que impede o progresso). Leve numa boa. Sem stress. Quanto mais você se expõe ao CW e menos você força a barra, tentando ir mais ligeiro, mais cedo a coisa vai ficar boa. Não há como não progredir. Entusiasmo e determinação vão remover todos os obstáculos.

O começo repentino da II Grande Guerra exigiu um monte de operadores de uma hora para outra. Muitos radioamadores se apresentaram como voluntários para servir como operadores de CW ou como instrutores de novos recrutas. Porem a atitude de alguns recrutas muitas vezes era indiferente ou até desinteressada : muitos dos convocados não tinham vontade ou desejo de aprender e alguns não queriam aprender mesmo. Mesmo com muito tempo de treinamento um grupo grande nunca aprendia. A telegrafia depende muito de você tomar a atitude certa.

Quando um professor fez uma demonstração de telegrafia, recebendo e enviando a classe toda ficou fascinada chegaram a aprendem em 14 ppm com muita facilidade. Não existia mais os estudantes de CW, não mais existia o compromisso para passar numa prova, para aqueles que “provaram o gostinho de como se fazia” vendo uma demonstração completa de CW. Muitos na hora da demonstração já aprendiam alguns caracteres e tinham o seu interesse despertado.

Até alguns radioamadores licenciados que não faziam CW depois que vem os colegas operado de verdade se despertam para mais uma possibilite de exercer o hobby : o CW deixa de ser uma coisa abstrata quando as pessoas vem operadores usando de modo real.


Aprender CW é como aprender a ler


Aprender o CW é muito parecido a aprender a ler com os olhos. Aprender a ler um texto tem diversos estágios de evolução.

  • Primeiro aprendemos a reconhecer as letras individualmente e começamos a lentamente soletrar e falar as palavras escritas.

  • Em seguida começamos a ler e reconhecer as palavras curtas mais usadas, sem ter que soletrar.

  • Depois passamos para palavras compridas ou pequenas frases que são lidas de uma só vez.

  • Finalmente um leitor adiantado pode ler linhas inteiras, frases e mesmo parágrafos como um elemento único e com uma olhada só.

Isto nos mostra o modo que temos que fazer para aprender o CW também. A essência do aprendizado do CW é a mesma da alfabetização, é se acostumar com a coisa --- isto significa saturar de aprender. Isto é aprender até que tudo se torne automático, sem ser preciso a gente pensar no que vai fazer : sem pensar nos dits e dahs e até mesmo sem pensar nas palavras. você fica bom no CW quando você simplesmente escuta as letras e palavras, mas só fica consciente das idéias que elas transmitem --- isto é comunicação : o objetivo mais valioso e gratificante. Mas isto não significa que você precisa se tornar um demônio da velocidade.
O ABC EM CÓDIGO MORSE SÃO PADRÕES DE SOM

O melhor é começar ouvindo. A Fase Um é aprender a reconhecer cada letra e cada numero no momento que a gente escuta o som : este ABC é um alfabeto de sons. Este é o objetivo do primeiro estágio do aprendizado do CW – é fazer uma boa base. Sempre se deve pensar no CW como padrões de som.

Se você teve dificuldades, no momento que você começar a pensar no CW somente em termos de padrões de sons, você já terá feito um grande progresso. Uma letra escrita é um conjunto de traços que formam um desenho. Mas as crianças não são ensinadas a reconhecer as letras do alfabeto mostrando para elas estes linhas que formam a letra, elas são ensinadas a reconhecer a letra como uma unidade, com uma olhada. O mesmo principio se aplica no aprendizado do CW : cada letra ou numero é uma unidade de som, e uma única unidade de som, um ritmo, diferente de qualquer outra letra ou numero. Cada caractere tem seu padrão de som exclusivo, da mesma forma que falamos as vogais e as consoantes.

O código Morse é um padrão de som, para ser ouvido pela orelha. Qualquer método de ensino que utilize os olhos(como tabelas escritas para “memorizar o código”, ou outro macete, como os sons parecidos,etc) vai se mostrar como um forma de atrasar seu aprendizado. Isto acontece porque todos estes truques exigem uma “tradução”, alguma coisa que é consciente. Se você anda pensando: “dit dah significa A”, você esta pensando em termos de “dits” e “dahs” separados. Isto torna as coisas mais difíceis. Por isso esqueças esta bobagens de dits e dahs e aprenda a pensar nos padrões de som do CW. Comece fazendo um treinamento assim: cada vez que seu ouvido escuta o som “ditdah”,você pensa A, e se você estiver copiando, sua mão escreve A . Com um pouco de prática, como os bons operadores, você vai ver que a letra aparece do nada. você tem que ir direto do som para a letra, sem nenhuma fase intermediária de qualquer tipo. As vezes pode ajudar você assobiar ou murmurar o padrão de som.


CAPÍTULO 3


  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal