2º parte – Informática básica



Baixar 6,78 Mb.
Página1/25
Encontro20.01.2019
Tamanho6,78 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   25

2º parte – Informática básica




  1. – INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA

Basicamente, o computador se divide em duas partes: "Hardware" e “Software”.


Hardware” - são os componentes eletrônicos, mecânicos, elétricos, fios, cabos, etc., estes componentes formam a parte física do computador.
Software” - É um conjunto de procedimentos que envolvem o controle das atividades do computador que são os aplicativos ou programas que fazem o computador funcionar.
São inúmeras as tarefas que um computador pode efetuar, assim sendo, existe um software apropriado para cada tipo de tarefa a ser executada. O Sistema Operacional é um software que coordena e supervisiona a ação do hardware e permite que todas as partes do microcomputador possam comunicar-se.
Para que um computador funcione, a primeira tarefa a ser executada é carregar o Sistema Operacional para a memória do computador. O Sistema Operacional fica gravado no disco rígido (HD) do computador e é automaticamente carregado para a memória no instante em que o computador é ligado.
Uma vez que o Sistema Operacional tenha sido carregado, o equipamento está pronto para ser utilizado, e o sistema permanecerá na memória até que o mesmo seja desligado.
Atualmente esses sistemas utilizam interface gráfica, de forma a facilitar sua utilização pelos usuários. Dentre eles podemos destacar o Windows, Sistema Operacional desenvolvido pela Microsoft, o qual será objeto de estudo.

1.1 - Conceitos Básicos



Memória: É a parte ativa de armazenamento do computador, utilizada quando este estiver executando um programa ou comando. É na memória que são armazenados todas as informações inseridas no computador

Disquete: Disco plástico recoberto por uma camada ferro-magnética, protegido por uma "jaqueta". Utilizado para armazenamento de Arquivos e Programas.

Unidade de Disco: É um dispositivo que aciona, controla, realiza leitura/gravação de um disco magnético. Os drives que utilizam disquetes são normalmente conhecidos por drive A ou drive B, e o HD (winchester) é normalmente identificado como drive C.

Winchester: Também chamado disco rígido(duro) ou disco fixo. Instalado dentro do computador, podendo armazenar muito mais informações do que no disco flexível e do qual o computador obterá informações com maior rapidez.

Default (Padrão): É a informação ou comando assumido automaticamente quando não se especifica previamente esta determinada informação.

Caracter: Uma letra, número ou símbolo digitado no teclado ou exibido na tela do monitor.

O Mouse. Normalmente os modelos de MOUSE são compostos por dois ou três botões, mas a grande maioria dos aplicativos utiliza apenas os dois botões externos. O botão da esquerda é o que executa a maioria das funções, o botão da direita, possui atribuições específicas.

As funções do MOUSE são ativadas pelo ponteiro que aparece no monitor executando a função sobre a qual está a extremidade de sua ponta, e que, geralmente possui a forma de seta, mudando de acordo com algumas situações. Veja abaixo alguns termos utilizados nas referências ao MOUSE:



Apontar - Colocar o MOUSE sobre o objeto, botão ou ícone que desejamos ativar;

Clicar - Pressionar uma vez o botão esquerdo;

Duplo Clique - Pressionar rapidamente duas vezes o botão esquerdo;

Arrastar Manter o botão esquerdo do Mouse pressionado e mover o objeto até o local desejado.


1.2 - Digitação Básica

A principal entrada de informações no computador é realizada pelo teclado o qual possui inúmeras teclas que ao serem pressionadas informam ao computador a ação realizada.



A posição das teclas no teclado pode variar conforme o modelo do mesmo. As principais diferenças se referem principalmente quanto a disposição dos símbolos, acentos e da tecla do Ç (cedilha).
Algumas teclas possuem mais de um caractere, por exemplo: a tecla “7” pode também representar o símbolo “&”; nesse caso, o pressionamento simples da tecla envia para o computador o caractere “7” (caractere abaixo da tecla) e o pressionamento da mesma tecla juntamente da tecla shift envia para o computador o caractere “&”(caractere acima da tecla). Isso vale para as demais teclas do teclado.
Para digitar caracteres acentuados primeiramente deve-se digitar o acento (o acento digitado não será visto neste momento pois o computador estará esperando a digitação da próxima tecla) e em seguida a tecla da letra correspondente. Para aqueles teclados que não possuem o Ç (cedilha) deve-se primeiramente digitar o acento agudo (“´”) e depois pressionar a tecla “c” do teclado.
Teclado padrão ABNT2


Teclado padrão Americano (US)

Para digitar caracteres em maiúsculo deve-se manter pressionada a tecla shift e digitar a tecla desejada.
Para digitar uma seqüência de caracteres em maiúsculo aconselha-se o uso da tecla Caps Lock.
Ao digitar um texto devem-se tomar alguns cuidados básicos:

  • A posição das teclas no teclado pode variar conforme o modelo do mesmo. As principais diferenças se referem principalmente quanto a disposição dos acentos e das teclas.

  • Evitar utilizar entre as palavras mais que um espaço, caso contrário algumas formatações/alinhamentos podem não sair como o esperado.

  • Nunca utilizar espaços para iniciar o recuo esquerdo de parágrafo. Utilizar sempre a tecla TAB ou as opções de recuos do parágrafo.





  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   25


©livred.info 2019
enviar mensagem

    Página principal