1. Dê o significado das palavras estudadas em sala



Baixar 12,84 Kb.
Encontro10.10.2018
Tamanho12,84 Kb.







P54




T




B




02/04/2004

1. Dê o significado das palavras estudadas em sala:



  1. Obstinada

  2. Fardo

2. Crie um novo final para o livro O gênio do crime (use de 05 a 15 linhas).


3. Explique o que é mitologia.
4. Cite duas informações estudadas em sala sobre escritor Carl Sagan.

Palavras, palavrinhas e palavrões

Era uma vez uma menina que gostava muito de palavras. Estava sempre querendo aprender palavras novas. Prestava atenção toda vez que ouvia uma diferente. Queria reparar como é que se usava, para poder repetir depois. Para ela, todas eram interessantes: as pequenas, as médias e as grandes. As palavrinhas, as palavras e os palavrões.

Só que os outros não achavam interessante. E às vezes, nem ela mesma se entendia. Ou entendia os outros. Às vezes, ela ouvia alguém dizer umas palavras imensas e nem conseguia repetir direito. Como no dia em que um homem falou na rua:

- Tem um paralelepípedo solto... Cuidado.

PARALELEPÍPEDO? Mesmo com todo cuidado, falando bem devagar, era difícil repetir. A língua dela se enrolava toda com um palavrão desse tamanho.

Mas outras vezes tinha umas palavras que ela ouvia e repetia sem dificuldade. Nem eram assim tão grandes. Algumas eram até bem pequenas. Mas as pessoas reclamavam:

- Eu sei que hoje em dia muita gente não liga, minha filha, mas eu não acho bonito você ficar dizendo palavrão desse jeito - aconselhava a mãe.

- Acho um absurdo você falar palavrão dessa maneira. Ainda se fosse um menino, falando na rua, vá lá. Mas desse jeito, parece um moleque daqueles bem mal-educados. Não quero mais saber disso, ou então vamos ter...- ameaçava o pai.

- Que horror esta menina! - queixava-se o avô. - Vocês precisam tomar providências, ela anda com um vocabulário abominável.

- Que coisa feia, uma mocinha sujando a boca com esses palavrões cabeludos...- zangava a avó.

A menina ficava ouvindo aquilo tudo sem entender direito. Como é que podia haver palavrão cabeludo? E ela ficava imaginando então palavrões enormes, maiores que uma baleia, mais compridos que um trem e bem carecas. Palavras bigodudas. Palavrinhas barbudas.

E aquelas coisas que o avô tinha dito: VOCABULÁRIO ABOMINÁVEL...Que tipo de palavrões seriam esses? Cabeludos? Louros? Cacheados? Ela nem conseguia repetir direito, quanto mais imaginar a cara deles... e aquele tal de PROVIDÊNCIAS?

Tinha palavras também que ela inventava, ela mesma não sabia de onde. Por exemplo, no dia em que a mãe explicou para ela que estava barriguda daquele jeito porque ia ter um neném, a menina ficou logo imaginando um nome para o bebê. Mas não sabia se ia ser menino ou menina. Então, inventou um nome que servia para qualquer um. Servia mesmo para qualquer coisa. Era Cusfosfós. Nome gostoso de dizer, dava uma espécie de cosquinha dentro da boca. A menina achava muito divertido. Mas a família não achava nada engraçado. E ela pensava em voz alta e ria sozinha, de dar gargalhada:

- Já imaginaram? Quando Cusfosfós for brincar na pracinha, todo mundo vai perguntar o nome. Aí a babá vai dizer Cusfosfós; todo mundo vai cair na gargalhada. E na escola, quando chegar na hora da chamada e a professora chamar Cusfosfós, todo mundo vai morrer de rir e ficar olhando para ver quem é que responde presente. E na hora de ir à festa e namorar, já pensaram?

O pai e a mãe ficaram muito preocupados com toda essa conversa de Cusfosfós pra cá, Cusfosfós pra lá. Acharam até que ela estava xingando o irmãozinho que ainda nem tinha nascido. Mas a menina nem ligou. Falou em Cusfosfós vários dias , até cansar. Quando cansou, parou. E mudou de assunto.

( Ana Maria Machado)




  1. Quais são os personagens que estão em segundo plano? Como eles reagem frente às idéias da menina?




  1. No texto, o termo "palavrão" tem dois significados. Qual é o significado desse termo para a menina?




  1. No decorrer da história, algumas personagens reclamaram da mania que a menina tinha de repetir certas palavras. Relacione as personagens às suas atitudes em relação à menina:

    1. a mãe

    2. o pai

    3. a avó

    4. o avô

( ) fez ameaças

( ) fez queixas

( ) deu conselhos

( ) ficou zangada


8. A menina também inventava palavras. Responda:

  1. Qual o comportamento da família em relação ao nome inventado pela menina para o irmãozinho?

  2. Qual a reação da menina em relação ao comportamento da família?




©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal