É Nome: Graça Penha Nascimento Rossetto



Baixar 147,41 Kb.
Página4/6
Encontro11.09.2017
Tamanho147,41 Kb.
1   2   3   4   5   6
.

BOLAÑO, César; MASSAE, Fernanda. O novo panorama das telecomunicações no Brasil. Revista de Economia Política de lãs Tecnologias de la información y Comunicación, vol.1, n.1, ene./jun. 1999. Disponível em <http://www.eptic.com.br/EPTIC%20I-1.pdf>.

_________. A economia política da televisão brasileira. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, vol.22, n.2, jul.-dez. 1999, p.15-32.

_________. Mercado brasileiro de televisão. 2000. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social ) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social, Universidade de Campinas, Campinas, 2000.

_________. A economia política da TV segmentada no Brasil. Revista de Economia Política de lãs Tecnologias de la información y Comunicación, vol. 4, n. 3, p.125-127, sep./dic.2002. Disponível em <http://www.eptic.com.br/EPTIC%20IV-3.pdf>.

BOLAÑO, César Ricardo Siqueira; BRITTOS, Valério Cruz. Competitividade e estratégias operacionais das redes de televisão brasileiras: o quadro pré-digitalização. Comunicação & política, Rio de Janeiro, vol. 10, n.1, nova série, p. 194-217, jan;-abri. 2003.

BORELLI, Silvia H. Simões; PRIOLLI, Gabriel (coords.). A deusa ferida: por que a Rede Globo não é mais a campeã absoluta de audiência. São Paulo: Summus, 2000.

BORGERTH, Luiz Eduardo. TV por cabo X TV aberta. Revista Abert, Rio de Janeiro, n.104, jun.-jul. 1995, p. 23-24.

BRITTOS, Valério. TV a cabo: usos distintos de um mesmo produto. Revista Famecos, Porto Algre, n.2, março 1995, p.35-46.

_________. Mito e tecnologia: a metalinguagem na TV por assinatura. Verso & Reverso, São Leopoldo, ano X, n.21, 1996, p. 73-89.

_________. Televisão a cabo: funcionamento e desenvolvimento. Verso e Reverso, São Leopoldo, ano XI, n.24, jul.-dez. 1997a, p.51-74.

_________. Recepção e TV a cabo: a mediação da identidade cultural local. Verso & Reverso, São Leopoldo, ano XI, n.25, jul.-dez. 1997b, p.23-41.

_________. A televisão no Brasil hoje: a multiplicidade da oferta. In: XXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 21., 1998a. Recife. Anais eletrônicos do XXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em .

_________. A atuação dos conglomerados de TV a cabo multimídia no Brasil e em Portugal: semelhanças e especificidades. In: II Encontro Lusófono de Ciências da Comunicação, 2., 1998b, Aracajú. Anais do II Encontro Lusófono de Ciências da Comunicação.

_________. Globalização, conglomerados e TV a cabo: Brasil e Portugal. Verso & Reverso, São Leopoldo, ano XII, n.26, jan.-jun. 1998c, p.69-83.

_________. Desenvolvimento e perspectiva do sistema de TV a cabo. Ecos Revista, Pelotas, v. 2, n.3, dez. 1998d, p.85-106.

_________. TV a cabo e recepção: uma segmentação partilhada. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), 50., jul. 1998e, Natal. Anais da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.

_________. TV a cabo e cotidiano: a inserção da tecnologia. In: VII Reunião Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compós), 7., 1998f, São Paulo. Anais da VII Reunião Anual da Compós.

_________. TV a cabo: a dispersão da audiência.1999a. Disponível em: . Acesso em: 31 mar. 2004.

_________. A oligopolização do mercado brasileiro de televisão por assinatura. In: XXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 21., 1999b. Rio de Janeiro. Anais eletrônicos do XXII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em .

_________. A televisão no Brasil, hoje: a multiplicidade da oferta.Comunicação & Sociedade. São Paulo, n.31, jan. 1999c, p.9-34.

_________. As particularidades do consumo de TV a cabo. Verso & Reverso, ano XIII, n.29, jul.-dez. 1999d, p.23-36.

_________. A participação do Estado no mercado de TV por assinatura. Verso & Reverso, São Leopoldo, ano XIII, n.28, jan.-jun. 1999e, p.65-92.

_________. Multiplicidade e globalização na televisão brasileira. Revista de Economia Política de las Tecnologias de la información y Comunicación, vol.2, n.1, p.117-131, ene./jun.2000a. Disponível em <http://www.eptic.com.br/EPTIC%20II-1.pdf>.

_________. As organizações Globo e a reordenação das comunicações. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, vol. XXIII, n.1, jan./jun. 2000b, p. 57-76.

_________. Recepção e TV a cabo: a força da cultura local. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2000c, 2.ed.

_________. Capitalismo contemporâneo, mercado brasileiro de televisão por assinatura e expansão transnacional. 2001. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) – Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2001.

_________. Televisão, inovação e digitalização no cenário mundial. Revista de Economía Política de las Tecnologías de la Información y Comunicación, v. 4, n. 3, p. 19-35, sep./dic. 2002a. Disponível em:<http://www.eptic.com.br/EPTIC%20IV-3.pdf>.

_________. Periodização e inserção social da televisão brasileira. Comunicação & Sociedade. São Paulo, ano 25, n. 41, p. 234-236, 2002b.

CABRAL FILHO, Adilson Vaz; CABRAL, Eula Dantas Taveira. Do massivo ao local: a perspectiva dos grupos de mídia. In: XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 25., Salvador. Anais eletrônicos do XXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em .

CAPARRELLI, Sérgio. A periodização nos estudos de televisão. Revista InTexto, Porto Alegre, ed. 1, 1997. Disponível em: <http://www.intexto.ufrgs.br/v1n1/a-v1n1a1.html>.

CAPARRELLI, Sérgio et al. Estudo comparado da televisão pós-fordista e de sua regulamentação no Cone Sul. Revista PreTextos, Salvador, set. 1997. Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/pretextos>.

CAPPARELLI, Sérgio; SANTOS, Suzy dos. “Eu sou você amanhã”: convergência das teles e tevês na Argentina e no Brasil. Revista PreTextos, Salvador, set. 1997. Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/pretextos>.

CAPPARELLI, Sérgio; RAMOS, Murilo; SANTOS, Suzy dos. As mudanças nas teles e tevês na Argentina e no Brasil: um efeito Orloff nas comunicações? In: VII Reunião da Compós, 7., 1998, São Paulo. Anais eletrônicos da VII Reunião Anual da Compós. Disponível em:<http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/tics/html/d__sergio_cap98.html>.

_________; _________; _________. A nova televisão no Brasil e na Argentina. Revista InTexto, Porto Alegre, ed. 4, 1998. Disponível em: <http://intexto.ufrgs.br/v1n4/a-v1n4a1.html>.

_________; _________; _________. WebTV, teleTV e a convergência anunciada. Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, vol. 23, n.2, jul.-dez. 2000, p.41-64.

CARRARA, Renata; TONDATO; Márcia Perencin. Anos 90: TV de sinal aberto busca seu caminho em tempo de TV por assinatura. In: REIMÃO, Sandra (Org.). Em instantes: notas sobre a programação na TV brasileira (1965-1995). São Paulo: Cabral Editora Universitária, 1997. p. 65-94.

CARVALHO, Carlos Henrique. Os desafios da TV brasileira. In: DOWBOR, Ladislau et al. Desafios da comunicação. Petrópolis: Vozes, 2000, p. 305-311.

CARVALHO, Cássia Liandra. Inserção do jornalismo comunitário na TV universitária: programa 45 minutos. 2003. Monografia (Graduação em Comunicação Social – Jornalismo), Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2003. Disponível em: .

CARVALHO, Juliano Maurício de. MMDS: a história da TV por assinatura no Brasil. 1994. Livro-reportagem (Graduação em Comunicação Social – Jornalismo), Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 1994.

_________. TV por Assinatura: mercado e processo regulatório do MMDS. In: XXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 21., 1998. Recife. Anais eletrônicos do XXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em



1   2   3   4   5   6


©livred.info 2017
enviar mensagem

    Página principal